Home TVEpisódio Crítica | Mr. Robot – 3X03: eps3.2_legacy.so

Crítica | Mr. Robot – 3X03: eps3.2_legacy.so

por Luiz Santiago
199 views (a partir de agosto de 2020)

plano critico mr robot 3X03 episódio 3 sociedade hacker

SPOILERS! Leia a crítica para as temporadas e episódios anteriores aqui.

Quem já teve a sensação de, ao ler um livro (vou mudar de mídia apenas para dar voz ao impacto), ter a constante sensação de que no final de um capítulo, por mais que as peças apresentadas pareçam se encaixar, ainda falta alguma coisa para solidificá-las? E quem, nessa mesma situação, já chegou a um ponto e encontrou, com grande surpresa e alegria a “cola” necessária para tornar tudo mais firme? Pois bem, este eps3.2_legacy.so é exatamente isso. Uma cola dramatúrgica que gruda uma porção de elementos coadjuvantes, mas não menos importantes, que vimos acontecer sob outro ponto de vista nas temporadas 1 e 2.

Quem brilha neste episódio é Tyrell Wellick e Sam Esmail mais uma vez dá a oportunidade para um de seus atores mostrar trabalho. Martin Wallström passa por uma verdadeira transformação após o contato com Irving (Bobby Cannavale é absolutamente cativante!) na noite de Nove de Maio. Enfim entendemos por quê Mr. Robot não queria que Elliot soubesse o que aconteceu naquele dia. O risco em torno da dissociação de personalidade e a amaça que Elliot representa para a sua outra parte ganharia ainda mais munição se a verdade viesse à tona. E agora nós sabemos não apenas uma porção de segredos interessantes (alguém já havia suspeitado do chefe de Dom?) mas também uma série de indicações polícias guiadas por Whiterose (BD Wong segue roubando cada cena em que aparece).

A aparição de Donald Trump e a colocação dele na série como um boneco situacional de Whiterose já havia sido indicado em eps3.0_power-saver-mode.h, seguindo mais ou menos a trilha de manipulação das peças no governo Obama que os roteiros sugeriram na temporada anterior. Essa nuance política é boa para a série porque mantém o senso de grandeza. Tenho certeza que alguns espectadores terão dificuldade em aceitar Whiterose apoiando Trump apenas para poder usá-lo, tomando o argumento de imprevisibilidade do indivíduo. E sim, esta opinião é bastante sólida, uma vez que Trump é o tipo de ignorante orgulhoso infantil e imprevisível que pode falhar até como laranja político. Mas acho que é justamente por essas características que se tornou mais interessante vê-lo na série como puppet. Ele é como um programa de computador, também sujeito a erros de programação.

O mais impressionante aqui é como Esmail conseguiu aglutinar tanta informação recente (as consequências vistas no início desta 3ª Temporada) com eventos dos outros anos do show, ao mesmo tempo que abre espaço para novas descobertas e possibilidades de interpretar esse ou aquele personagem. Mais uma pulga é colocada atrás da nossa orelha quando Tyrell  diz (novamente) que ama Elliot. Alguma coisa muito importante tem aí no meio e eu não quero parecer apressado, mas se realmente estamos falando de manipulação do tempo… ooooh, isso de fato pode gerar gloriosos frutos.

Qualquer seriador que se preze sabe muito bem que um episódio inteiramente focado no passado, exibido em um momento avançado de uma série, pode ser um problema narrativo de peso. Todavia, se bem orquestrado, o recurso dá ao público uma chave especial da série, como é o caso deste episódio. Entre o isolamento, a luta para mudar o mundo e a exploração emocional ou de laços interpessoais de cada personagem, o capítulo nos traz duas boas pistas musicais (If You Could Read My Mind, na sequência de montagem com Tyrell rachando as toras de madeira e I Ain’t Goin’ Out Like That em sua tentativa de fuga) além de uma edição precisa, especialmente no início, e muita sugestão de planos importantes em andamento. É assim que se expõe um olhar relevante para o passado. Dá até orgulho dizer que a gente assiste a esta série.

Mr. Robot – 3X03: eps3.2_legacy.so (EUA, 25 de outubro de 2017)
Direção: Sam Esmail
Roteiro: Sam Esmail
Elenco: Rami Malek, Carly Chaikin, Portia Doubleday, Martin Wallström, BD Wong, Bobby Cannavale, Christian Slater, Michael Drayer, Omar Metwally, Erik Jensen, Grant Chang, Joey Bada$$, Wallace Shawn, Lyman Chen
Duração: 50 min.

Você Também pode curtir

27 comentários

Batman 1 de novembro de 2017 - 23:22

Aquela cena do Donald Trump kkkkkkkkkk

Responder
cleverson magno 31 de outubro de 2017 - 14:23

Incrível como nesse episódio deu vontade tremenda de ver a série toda novamente, DESDE A SEASON1, nesse ep. quase não apareceu o Elliot e a série continuou a ter consistência (e muita), esse elenco também viu, season1 Elliot roubou a cena, season2 Dominique e nessa season3 tá dificil viu Tyrell, B .D. Wong e o ator Bobby Cannavale (que na série não tem nome ainda) – ESSA SÉRIE está se definindo como uma das melhores de todos os tempos em questão de conteúdo, direção, roteiro, elenco e etc.

Responder
Luiz Santiago 31 de outubro de 2017 - 20:11

A qualidade é impressionante. E esses destaques que você citou são mesmo de se pensar. Aqui, com muita gente boa em jogo, o páreo fica cada vez mais duro. Quero só ver onde isso vai dar.

Responder
Lucas Quaresma 30 de outubro de 2017 - 15:43

Amei esse episodio. Tyrell até voltou a ter aquele charme da primeira temporada.

Responder
Luiz Santiago 30 de outubro de 2017 - 17:29

Uma transformação boa, com um outro lado do personagem… Tô até vendo quando ele descobrir sobre Joanna.

Responder
Francisco Neto 29 de outubro de 2017 - 19:44

Muito bom, a cada episódio a temporada/série está ficando melhor. Achei bem válido uma explicação para estes acontecimentos da 1ª e 2ª temp., saber como foi que a cápsula da bala caiu no Arcade, o porquê do Tyrell sumir assim do nada, o femtocell. etc. A personalidade do Irving se concretizando pra gente, muito foda… bem malandro…O envolvimento de Santiago também, que não havia passado pela minha cabeça que eu me lembre, mas estava tão óbvio. Sem falar sobre Whiterose/Zhang e a conversa com Frank Cody. GENIAL GENIAL!!!

Uma coisa que eu estava analisando, o Irving diz para Tyrell que o técnico de informática James contatou Giddeon sobre o honeypot, isso acontece em T01E09. OK! Esse é James Hobbes, certo? visto que James Plouffe é o que suicida no final da primeira temp., só que no quadro do FBI o nome James Hobbes tbm consta suicídio e está sem foto, o personagem nunca apareceu, será que veríamos mais dele e esse possível suicídio?!

http://s3.storage.akamai.coub.com/get/b39/p/coub/simple/cw_timeline_pic/5dd9000ff74/9517354aa5fe42731d40b/big_1442592254_image.jpg

http://i.imgur.com/TUfLaen.jpg

Responder
Luiz Santiago 29 de outubro de 2017 - 20:56

Eita! Meio que deu um nó aqui. Pelo jeito então essa trama ainda vai ter desdobramentos…

Responder
Nicolas Dias 29 de outubro de 2017 - 04:16

Eu comecei reclamando do episódio por ele ser anticlímax, o anterior termina em cliffhanger com o Elliot na porta do FBI e esse vão explorar o Tyrell? Pelo menos foi o que pensei, felizmente estava enganado, mesmo destoando do episódio passado esse 3×03 foi excelente. Quase caí da cadeira com a cena do Trump, achei sensacional. Bobby Cannavale foi uma tremenda aquisição, até aqui estou adorando o Irving.

Responder
Luiz Santiago 29 de outubro de 2017 - 20:55

Essa maneira que o roteiro tem de deixar as coisas relevantes mesmo “tarde”, como é o presente caso, é simplesmente incrível!

Responder
Wellington 28 de outubro de 2017 - 18:01

Whiterose tá em todos os lugares, na TV, na polícia, nunca passou pela minha cabeça isso.

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 18:24

Desde a 2ª Temporada eu já suspeitava que os tentáculos dele tão em todos os lugares.

Responder
genio plaboy e Klebinho 28 de outubro de 2017 - 15:20

Luiz, cade a critica de MLP?

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 16:13

@genioplaboyesafado2:disqus isso não se faz, viu!!! HAHHAHAHA

Responder
Lionel Dayne 28 de outubro de 2017 - 15:18

E só para completar meu comentario anterior sobre teorias em criticas.
Eu não havia percebido que o Elliot estava numa prisão até citarem essa teoria numa critica do 3 ou 4 episodio da 2 temporada.

A revelação só veio no 6 episódio. Mas se eu tivesse descoberto por mim mesmo ou se não tivesse descoberto elevado um baita susto com a revelação, o episodio teira sido bem mais marcante para mim. E eu ja achei marcante apesar de muitos chamarem de previsivel (com a quantidade de ratos da internet que descobriram a teoria antes da hora era obvio que seria previsivel para os que leram antes). E olha que sou expectador agucado que percebo esses acontecimentos se derem pistas suficientes.

Tenho medo dessa teoria do tempo se concretizar e os mesmos que espalham ela hoje chamarem a serie novamente de previsivel quando acontecer.

Baita série dessas sendo estragada pelos criticos espalhadores de teorias que poucos conseguem enxergar…

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 16:13

LOL²

Responder
Wellington 28 de outubro de 2017 - 18:00

Essa história de manipulação no tempo, eu também peguei no 1° episódio dessa temporada, mas de fato, quando não é você que percebe ou cria uma teoria, e a tal teoria dos outros se confirma, você acaba por ter levado um spoiler, sem ser spoiler, eu leio poucas análises, mas eu li uma de Westworld, lá sempre falavam de ter várias linhas narrativas e de algum humano ser um hóspede, quando foi confirmado, eu gostei, mas não foi o mesmo impacto, meu irmão ficava puto porque eu lia a teoria e falava pra ele.

Responder
Wellington 28 de outubro de 2017 - 18:04

Na temporada passada antes de ser revelado que ele estava na prisão, eu achava que ele estava no hospício.

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 18:24

As peças estão todas na série mesmo. Cada espectador vai percebendo as coisas à sua forma.

Responder
Reniton Cleiner 11 de fevereiro de 2020 - 14:54

Eu achava que ele tava pertubado de alguma maneira e em algum lugar mais o menos nesse sentido, como vocês podem perceber eu estou vendo 2 anos após vocês e to pirando com tudo.

Responder
Lucas Rodrigues 28 de outubro de 2017 - 21:44

Mas a série não eh estragada pelos “criticos espalhadores de teoria”
Entendo que vc não gosta de ver teorias, posso estar errado, mas eu acho que pedir pra uma crítica parar de falar sobre teorias eh demais
Do mesmo jeito que pra você, por exemplo, o episódio se torna menos marcante se vc já souber da teoria, pra muitos, os episódios onde as teorias começam a ser desenvolvidas se tornam muito mais marcantes, por sabermos que cada acontecimento não se resume aquilo, cada cena tem algo por trás, cada diálogo traz pistas, é muito mais marcante ver um episódio sabendo que as coisas não se resumem ao que vemos superficialmente, que em cada sequência existem pistas, metáforas, teorias que aumentam a profundidade da série.
EU acho difícil tirar teorias das críticas, pq as críticas são portas pra um debate, então eh comum colocarem isso pra trazerem um debate entre os leitores e autor

Responder
Lionel Dayne 28 de outubro de 2017 - 15:10

Só peço uma parada!
Leio criticas porque gosto de saber as opiniões sobre uma serie que assisto, mas podiam parar com essa historia de falar de teorias em criticas. Nao existe isso. Deixa pra falar isso num texto sobre teorias. E por várias vezes elas acontecem e estragam as series por nao ter o efeito surpresa do acontecimento para mim.
E aqui vai uma, pule meu texto quem não gostar…
Ao falar da manipulação do tempo (pelo menos essa cirtica nao se estendeu na teoria) essa critica cometeu isso que considero um erro.

Já li sem querer querendo sobre essa teoria em outra critica e, se realmente vier a acontecer, sei que vai diminuir bastante o impacto para mim na série. Portanto desejo esquecer essa teoria, mas faz sentido e vai ser foda. Odeio os ratos da internet q descobrem as coisas antes da hora.

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 16:12

LOL

Responder
Nicolas Dias 29 de outubro de 2017 - 04:12

Mas é isso que o Elliot faz, ele teoriza sobre os planos da Evil Corp, Dark Army e Mr. Robot, e tenta antecipar seus movimento, sendo isso que a série instiga o público a fazer. Não tem como ver um thriller como Mr.Robot e não explodir o cérebro teorizando o que irá acontecer. Além de que, teorizas raramente são 100% precisas, as vezes acertam no que irá acontecer, mas não COMO as coisas irão chegar a um determinado ponto, o que mantém o suspense, sendo o que deve acontecer com as teorizas da série ir para um lado sci-fi.

Responder
Ricky Lamas 28 de outubro de 2017 - 03:40

Também acompanho as críticas daqui já que acompanho mais de 30 séries em andamento e acho extremamente interessante ler a avaliação sob uma outra ótica além da minha, afim de abrir espaços e ideias que talvez eu não pudesse ter visto.
Essa série está demais e sem dúvida é uma das melhores da atualidade.
Parabéns pelo trabalho.
Abs.
Edu.

Responder
Luiz Santiago 28 de outubro de 2017 - 14:43

Muito obrigado, @rickylamas:disqus! E caramba, você vê série demais, cara, tu tem uma TARDIS escondida é? Misericórdia!

Responder
Lucas Rodrigues 27 de outubro de 2017 - 22:32

Como eu tô adorando o Irving! Até agora, eu tô achando essa obsessão do Tyrell pelo Elliot bem forçada, mas faz sentido ter algo que ainda não sabemos, por trás, entre os dois devido as teorias de manipulação do tempo.
Também acho incrível como a série consegue trazer um episódio a primeira vista deslocado, por falar de acontecimentos da s01/02, repleto de flashbacks, mas não o torna cansativo, e o usa pra desenvolver perfeitamente novos personagens, como Irving.
obs.: Passei o dia todo dando F5 no site esperando a review do episódio, conheci o site a pouco tempo e estava muito ansioso para saber se vcs trariam crítica da terceira temporada por episódio, fico feliz que isso aconteceu.

Responder
Luiz Santiago 27 de outubro de 2017 - 23:45

Assim como você, também achei forçada essa obsessão. Mas alguma coisa está apitando na minha cabeça hahahaha eu estou me acostumando com isso, talvez vendo alguma sugestão de algo que não sabemos. Acho que vem coisa boa por aí.

Poxa, @disqus_emihSA4Kvs:disqus, muito obrigado pelo prestígio! Fico muito feliz que tenha gostado do PC, que tenha voltado e esteja acompanhado as nossas críticas. Seja sempre muitíssimo bem-vindo por aqui!
Abraço!

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais