Home TVEpisódio Crítica | Mr. Robot – 4X04: 404 Not Found

Crítica | Mr. Robot – 4X04: 404 Not Found

por Luiz Santiago
331 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS deste episódio e da série. Leia aqui as críticas dos outros episódios.

Para mim, 404 Not Found será o episódio que causará maiores divergências em relação a esta temporada, principalmente porque se trata de algo completamente distinto — em termos de abordagem — daquilo que tivemos no show até o momento. E mesmo que o título do episódio já prepare o espectador para o que ele (não) vai encontrar aqui, é inevitável que muita gente pense que as informações não conectadas do capítulo sejam apenas material aleatório, o que o classificaria, nesse tipo de análise, como um filler, algo que está muito, muito longe de ser verdade. Mas vamos por partes.

No conjunto técnico, 404 Not Found é uma das coisas mais bonitas que eu já vi na TV. Vocês já devem saber que filmar à noite é muito mais difícil, porque exige um extremo rigor da direção de fotografia e também da direção para guiar os atores pelo cenário de modo que a luz siga fazendo o seu trabalho dramático e que a elegância da cena permaneça intacta. Aqui, temos um ambiente totalmente noturno e, dentro dele, escolhas ainda mais difíceis: planos de viagem de carro, caminha no meio de uma floresta e por uma estrada deserta. O trabalho com a intensidade de luz e os filtros de cor aqui (dos mais calorosos, ligados às luzes quentes de natal, aos mais secos e frios, normalmente com grande contraste ou filtro azul e verde) é algo para se aplaudir de pé, com uma direção sem tropeços, guiando sutilmente os personagens por um terreno que todos sabemos ser o mais hostil possível.

E aí entra a temática do episódio. Não, os temas apresentados aqui não fazem a história — aquela que vinha sendo construída nos três episódios anteriores — andar a passos largos. Apenas a sequência final de 404 Not Found traz algo que realmente significa um andamento dramático. Ocorre que todo o restante foi uma preparação, ou melhor, a marcação de um território para algo que todos sabemos que está chegando. Eu não quero entrar em detalhes dissecados sobre tudo porque esse texto é uma crítica e não um Entenda Melhor. Mas notem que as cenas na casa de Dominique DiPierro, por exemplo, representam uma dualidade de ação que fica difícil acreditar apenas como sendo um sonho, ainda mais um sonho aparentemente sem consequências, algo que sabemos que Sam Esmail jamais faria na série. Esse bloco está intercalado com a hilária e ao mesmo tempo tensa e tocante viagem de Darlene com Tobias, o Papai Noel bêbado brilhantemente interpretado por Jon Glaser e que ajuda a reafirmar a evolução da personagem do início da série até o momento.

E por fim, o principal bloco do episódio, que começa com o dilema apresentado no final de 403 Forbidden, mas aqui entra no buraco dos “não encontrados”. O papel de Tyrell Wellick é colocado em xeque, e sua não-morte + o seu encontro com algo misterioso, à la maleta de Marsellus Wallace, traz muito mais perguntas do que respostas para o espectador. A grande questão aqui é que para mim, tudo o que foi apresentado é perfeitamente cabível dentro do ritmo e visão geral da temporada até esse momento, como se estivesse preparando terreno para um esperado ponto de virada, o que é óbvio pela forma como o episódio termina. Não temos respostas imediatas para nada, mas 404 Not Found certamente elevou a busca de Elliot a um nível diferente, trazendo à tona algo mais pessoal, íntimo e até patético às vezes, colocando a humanidade, os medos e os desejos de todos os personagens na linha de frente, enquanto o perigo pulsava e irradiava em algum lugar lá fora. Um episódio de Mr. Robot com pitadas de Twin Peaks. Que coisa mais linda.

Mr. Robot – 404 Not Found (EUA, 27 de outubro de 2019)
Direção: Sam Esmail
Roteiro: Kyle Bradstreet
Elenco: Rami Malek, Carly Chaikin, Martin Wallström, Grace Gummer, Christian Slater, Jon Glaser, Roberta Colindrez, Susan Barnes Walker
Duração: 47 min.

Você Também pode curtir

49 comentários

Matheus V. 13 de junho de 2020 - 02:03

Episódio com vibes de Atlanta nas alturas. Adorei!

Responder
Claudio Tavares 2 de novembro de 2019 - 23:33

Estou sentindo a falta do alucinado Irving nessa temporada.

Responder
Franklin Guirra 2 de novembro de 2019 - 15:45

Da uma olhada no que notei no episódio 4×01. Em um dos flashbacks quando Elliot morre. Um personagem que nunca vimos entregando um doce verde para o Elliot. E se é um flash da vida dele, essa cena já aconteceu. Que porra de cena é essa?
https://uploads.disquscdn.com/images/25465a9e18e2b17168e30ed7d15b270b1a9d415ebc8812613b35623533cb0c1e.jpg

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 2 de novembro de 2019 - 15:58

Talvez venha explicação mais adiante. Não ideia ideia do que seja isso.

Responder
João Victor Campos 2 de novembro de 2019 - 19:44

Desculpe entrar na conversa alheia, mas esse não seria o menino do belíssimo 3X08 não?

Responder
Francisco Neto 2 de novembro de 2019 - 21:35

esse é o irmão da Trenton entregando o doce pro Elliot no final do 3×08.

Responder
Daniel Brasil 30 de outubro de 2019 - 14:41

Para mim é o melhor ep dessa temporada e um dos melhores da serie, isso sem avancar muito na trama. Pela promo do proximo ep a USAA advertiu que o proximo ep irá ser diferente de tudo que ja vimos

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 14:53

Já tô me tremendo todo. #sóvem

Responder
Dou Ard 30 de outubro de 2019 - 13:29

Nossa, quando a série é bem escrita é outra coisa, né?

Considero como filler, mas não acho isso ruim.

Achei o episódio satisfatório do começo ao fim, pois admiro muito essa construção e desenvolvimento de personagens.

A diferença é que o Esmail sabe como mostrar de maneira interessante mas sem exageros e ao mesmo tempo sem ser em vão, e isso dá até gosto enquanto assiste.

Caramba, tudo muito bem feito, fico até com raiva e emocionado ao mesmo tempo com o desenrolar dessa temporada.

PS: Enquanto escrevi esse comentário me lembrei muito de Better Call Saul (sdds), e mesmo sendo séries completamente diferentes, elas sabem como trabalhar seus personagens no tempo certo e ser criativa modo de contar a história. [Ainda não vi El Camino]

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 13:57

Esse tempo para respirar e acrescentar um novo momento para esses personagens engrandeceu muitíssimo o episódio, fora a excelência técnica, que aqui é sublime. Na série inteira, aliás, mas aqui… mano do céu.

Responder
Dou Ard 30 de outubro de 2019 - 13:29

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 13:57

Eita.

Responder
Pablo 30 de outubro de 2019 - 00:32

A série já tá deixando saudades…

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 09:48

Orra!

Responder
Matt 30 de outubro de 2019 - 00:23

Algo curioso nessa temporada é o quanto o Eliot tem ignorado o “amigo imaginário” vulgo telespectador, enquanto o Mr.Robot tem assumido a função de narrador em diversas cenas com falas sensacionais. Sobre o episódio, a principio eu achei que seria apenas um filler pra segurar o ritmo pro climax da midseason que deve ser a reunião do Deus group, mas acabou sendo um dos episódios mais bem feitos dessa season(fico entre esse e o 401 sobre qual o melhor até agora).

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 12:15

Esse episódio chuta bundas facilmente! E sim, desde que Mr. Robot assumiu a narração, conversando conosco, as coisas têm ficado beeeeeem interessantes. Mudou a nossa perspectiva imediata para os fatos. Eu tô adorando.

Responder
Matt 1 de novembro de 2019 - 00:13

Sem falar que a fala dele diz muito a respeito do episódio que é sobre os personagens não conseguirem encontrar aquilo que estão procurando, agora aguardemos o próximo episódio que anunciaram que vai ser especial (provavelmente farão algo diferente como no 5 da season 3).

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 1 de novembro de 2019 - 00:35

É exatamente isso, por isso fiz questão de frisar essa relação na crítica. O pessoal acha que nome de episódio para séries com showrunners rigorosos, como é o caso, é apenas um acidente de percurso, montado aleatoriamente num bingo ilegal qualquer, no interior de Paulo Afonso…

Responder
Cesar 29 de outubro de 2019 - 23:28

Vixee, ainda to meio atordoado. Na primeira metade tava achando um puta filler, e descambou pro final com uma das sequências mais lindas da série. Vários diálogos ambíguos naquele final, que fazem delirar quem ainda acredita que Tyrell era a personalidade 3. Também gostei das cenas da Darlene. Mas não me importo muito com a Dominique e to achando o plot dela bem aquém ja.

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 23:43

Aquele sonho da Dom está me matando. Tem coisa aí, tem coisa aí! HAHAHHAHAHAHAAHHAHAAHHAHHA

Responder
Francisco Neto 2 de novembro de 2019 - 21:35

o sonho é muito doido e é justamente o sonho que a Dom descreve para a Angela quando vai ao apartamento dela no 02×09.

Responder
Paulo Victor 29 de outubro de 2019 - 23:27

Minha opinião sobre esse episódio vai depender do que ele realmente significou para a série. Sinceramente, quando ele acabou eu não gostei do que vi. Mas após ler sua crítica e relembrar do que aconteceu na segunda temporada, espero que o ep. tenha um sentido maior quando for mostrado o conjunto. In Esmail we trust!

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 23:28

Segura na mão de Esmail e vai! 😀

Responder
Italo Cardoso 29 de outubro de 2019 - 23:02

E aí, boa noite.
Olha… Aquele pianinho na cena da Van, meu senhor… Que coisa massacrante! Coração tava tenso.
E depois da Cena da Dom.. eu achei que em algum momento a Darlene seria morta pelo Noel. O pensamento que não saia da minha cabeça: “eita… É agora!”.

E as cenas dos ‘Trio Parada Dura” estavam muito lindas! Quando tinha aqueles takes mais abertos enquanto caminhavam.. ficava maravilhado.

E sobre a história do episódio.. sei lá… Ainda tenho que refletir mais. Em alguns momentos eu achei que parecia “Show do Truman”.. só que com Dark Army dirigindo o programa. Todas as pessoas que apareceram me pareciam terem sido colocadas pela dark army.
O final… Sem nem oq dizer!
Ansioso estou!

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 23:28

Reflexões depois desse episódio será a maior tônica, com certeza. Acho que é o que mais gerou esse tipo de reação em todos nós. Mas foi uma coisa linda essa apresentação de mistérios e situações emocionais.

Responder
JC 29 de outubro de 2019 - 22:10

Que episódio mais maravilhoso de maravilhoso.
Filmes de suspensa deveriam assistir isso para saber o que é deixar o telespectador tenso….nossa, toda hora eu achava que ia acontecer uma coisa .
A atmosfera maravilhosa, cenários e fotografias incríveis, e ainda avançou na história.
Diaxo!

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 22:27

Coisa linda demais! A atmosfera de tensão, a preparação de algo sem dar respostas, o desenvolvimento “final” dos personagens… eu pirei também.

Responder
JC 30 de outubro de 2019 - 11:45

Sem exagero, foi um episódios de televisão mais foda que já em muito tempo.

Exceto falando de legião.
Legião é Legião.
Fim.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 12:15

❤️

Responder
Beatrix Kiddo 29 de outubro de 2019 - 21:34

Acho que alguém chorou assistindo a perfeição que foi o episodio.
O ep foi tão viajado na historia do eliot que eu ainda acho que ele tá no chão do apartamento delirando com a overdose que ele ”ganhou” da WR.
A ”dolly” interpretou tudo o que o papai noel disse da pior forma possível, e eu não vou mentir eu também.

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 22:35

Quando foram reveladas as verdadeiras intenções das frases do Papai Noel eu só pensando comigo: “mas gente, como eu tô pessimista, não é mesmo?” HAUHAUAHUAHUAHUAHAUAHUAHUAHAUHAUAHAUAHUAHA

Responder
Beatrix Kiddo 30 de outubro de 2019 - 03:14

Acho que não foi pessimismo, que tipo de pessoa fala que a esposa ta esta doente, vai ser o ultimo natal e isso tudo muito bêbado. A pergunta é quem faz citações de livro e quem faz citações de livro bêbado? kkk
Tobias, você acabou de se despedir para sempre!
IsSo é Do ”StEiNbEcK”
Um TesoUro nacIoNaL, vAi leR um Livro!
kkkkkkk

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 12:15

HAUAHUAHAUHUAHAUHAUAHUAHUAHUHUAHA
Isso é sensacional. E a gente conversando sobre, afastado alguns dias do episódio, percebe o quão sacana e genial foi! 😀

Responder
RUSSO 29 de outubro de 2019 - 21:19

Tu não sabe o drama que passei evitando o choro de pitangas pedindo para o Sam Esmail não matar o Tyrell. Que coisa linda e forte o desabafo de Darlene, tanto no início do episódio mandando uma mensagem de voz e apagando, quanto o desabafo com o Papai Noel muito louco (estilo sessão da tarde), só que sem drogas.

OBS: Ã? Que final foi esse? E esses créditos com as cores inversas? GOSTEI???

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 22:35

Menino, me abraça, porque eu também tava orando e quase fazendo campanha de jejum pro Tyrell não morrer. Agora que ele encontrou o disco voador roxo do ET Bilu, acho que ele vai ficar bem….

Responder
Wagner Oliveira 29 de outubro de 2019 - 21:11

É interessante que comecei a acompanhar a série Twin Peaks semana passada, portanto já estava no clima para esse episódio de Mr. Robot , kkk.

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 21:26

Teu timing foi incrível!

Responder
Jadiel 29 de outubro de 2019 - 18:58

Quando terminei o episódio fiquei discutindo comigo mesmo se este foi só mais um no meio da temporada ou se foi uma obra prima, e não consegui me decidir. Pensei mais um pouco e pendi mais para o lado da obra prima.

Concluí que, apesar da história não andar muito, muito foi dito sobre os personagens. Como você bem falou, o elemento humanidade está bem presente aqui. Houve uma demonstração do desenvolvimento dos personagens, visto que eles estavam sendo desenvolvidos durante toda a série, mas ainda não havíamos visto até onde este desenvolvimento tinha ido. Além disso, relações entre personagens foram melhor estabelecidas. Tyrell e Elliot/Mr. Robot, por exemplo (aquela teoria de que ele é a 3ª personalidade não saiu da minha cabeça, passei o episódio inteiro encarando ele assim, sem querer), ou até mesmo Darlene e Elliot, que não se encontraram aqui, mas deu para ver o quanto um se importa com o outro.

I’m just gonna go for a walk. https://uploads.disquscdn.com/images/aab43bb932e04b875175cdc199b82a182861907bb22dffa7f6bba53c91a71cfd.png

Lindo, cara.

Que merda foi aquela cena final?! Lembrei na hora de Pulp Fiction kkkkkkkk.

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 19:10

Esse é mesmo o tipo de episódio que gera uma montanha de dúvidas. E não é pra menos. A fotografia disso aqui é insana. A tensão, absurdamente maravilhosa. A exploração de uma conexão à beira de certa quebra de realidade… maravilhosa. Eu fiquei besta quando acabou!

Responder
Samsepi0l 29 de outubro de 2019 - 18:58

Nesse episódio fiquei tenso do começo ao fim, essa temática de suspense que o episódio propôs realmente foi muito boa, digna de aplaudir de pé, as cenas da Darlene e Tobias gostei bastante, deu para ver que ela precisava de alguém para desabafar sobre tudo oq ela estava passando.. já no final do episódio na parte q o Tyrell foi até a van eu já presenti que alguma coisa aconteceria, e aquela parte antes de se encerrar foi de deixar maluco pensando se aquilo tudo foi uma representação da sua possível morte ou algo mais intrigante e misterioso, lembrando q tanto Elliot quanto Tyrell haviam escutado aqueles barulhos misteriosos de um possível animal na floresta, uma última coisa q me fez pensar, foi uma cena de 1 dos trailers que saíram, nele aparece uma pessoa que supostamente seria o Elliot de costas com seu moletom e de capuz porém nele a calça jeans não é preta e sim um tom mais pro azul escuro, e nesse episódio Tyrell mencionou sobre o motivo de Elliot usar apenas a mesma roupa, que no caso é que ele simplesmente não se importa com oq os outros pensam dele, e Tyrell diz que ele deveria ser assim mas não consegue pois acabava se importando com oq os outros pensavam sobre seu respeito. Enfim pode ser algo como também pode ser nada.. hahah

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 19:10

Tem MUUUUUITA coisa acontecendo aqui. Como eu não sou um cara de altas teorias, estou jogando apenas com o básico narrativo que a gente pode provar agora: este é um episódio de reafirmação de desenvolvimento dos personagens e de preparação para uma virada de jogo na série. Tô ansiosíssimo pelo próximo episódio.

Responder
Lucas Rodrigues 29 de outubro de 2019 - 18:47

Fiquei ansioso pela crítica desse ep (xô Watchmen), porque tá sendo um grande divisor de águas da opinião da galera, e eu entendo. Tem muita coisa ilógica nesse episódio (Tyrell dizendo que iria esperar do lado de fora e aparecendo dentro da loja, eles tentando usar Ecoin podendo ser rastreados facilmente, os dois andando juntos sem medo de serem reconhecidos, uma estrada longa o suficiente p não ser possível ir andando, mas com um atalho na mata que dura só 30 min…), mas um cara no Reddit tava falando que isso tudo poderia ser apenas o Elliot mascarando o que realmente aconteceu lá, por isso todas essas inconsistências. E por isso a Dom acordando e descobrindo que aquilo não era real, e a Darlene interpretando toda a história do papai noel bêbado de forma errada. Sinais pra que a gente entendesse o que Elliot tava fazendo com a gente (e ja fez na 2a temp).
Mas, no fim, isso não muda o fato de que Tyrell morreu (https://www.hollywoodreporter.com/live-feed/mr-robot-final-season-tyrell-wellicks-fate-explained-1250083), e que, depois de tanto tempo bastante sumido, logo após WR decidir que ele seria o CEO da ECorp, isso acontece… Ao mesmo tempo que me parece que foi algo definido de ultima hora, isso também vai movimentar o jogo porque vai atrasar o plano da WR.

Ah, sei lá. O negócio eh confiar no Sam e esperar pra ver no que isso vai dar kkkkk

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 18:58

Não considerei um único segundo desse episódio como ilógico. Mas logo logo veremos como tudo se encaixa.

Responder
Eduardo Martini 29 de outubro de 2019 - 18:20

Achei horroroso.
O episódio sem dúvidas é lindo, porém tem momentos clichê e sem sentido, personagens caricatos, fora do padrão de Mr.Robot.
A cada segundo eu esperava que aparecesse um dinossauro ou dragão e mostrasse que aquilo tudo era um sonho de Elliot, ou algo parecido, mesmo sendo bem convencional.
Tirando alguns bons monólogos e um pouco de desenvolvimento de personagem o episódio foi inútil e decepcionante.

Responder
Acepipe Satã🐂GADO🐠PEIXE 29 de outubro de 2019 - 18:58

Discordo de tudo o que tu disse.
Mas acontece. Esperamos as revelações da próxima semana.

Responder
Claudio Junior 30 de outubro de 2019 - 13:43

Concordo. Principalmente em relação aos momentos clichês. Vamos ver se esse episódio melhora com os episódios futuros porque sozinho ele não se sustenta.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 30 de outubro de 2019 - 13:57

Nos episódios futuros creio que ele será elevado a outro patamar. Para mim, ele não só se sustenta sozinho como engrandece o tratamento dado aos personagens e a preparação de um terreno para o avanço da série. Mas esse ponto de partida com certeza será usado mais adiante, pois não vejo Esmail fazendo um episódio de preparação só por isso mesmo hehehehehehe.

Responder
Beatrix Kiddo 29 de outubro de 2019 - 21:34

Acho que alguém chorou assistindo a perfeição que foi o episodio.
O ep foi tão viajado na historia do eliot que eu ainda acho que ele tá no chão do apartamento delirando com a overdose que ele ”ganhou” da WR.
A ”dolly” interpretou tudo o que o papai noel disse da pior forma possível, e eu não vou mentir eu também.

Responder
RUSSO 29 de outubro de 2019 - 21:19

Tu não sabe o drama que passei evitando o choro de pitangas pedindo para o Sam Esmail não matar o Tyrell. Que coisa linda e forte o desabafo de Darlene, tanto no início do episódio mandando uma mensagem de voz e apagando, quanto o desabafo com o Papai Noel muito louco (estilo sessão da tarde), só que sem drogas.

OBS: Ã? Que final foi esse? E esses créditos com as cores inversas? GOSTEI???

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais