Home TVTemporadas Crítica | Ninguém Tá Olhando – 1ª Temporada

Crítica | Ninguém Tá Olhando – 1ª Temporada

por Luiz Santiago
192 views (a partir de agosto de 2020)

Criação do trio formado por Daniel Rezende (Bingo: O Rei das Manhãs e Turma da Mônica: Laços), Carolina Markowicz e Teodoro Poppovic (TOC: Transtornada Obsessiva Compulsiva) a série cômica Ninguém Tá Olhando estreou na Netflix em 22 de novembro de 2019, elencando um tema que é divertido já em sua concepção: os bastidores celestiais; mais precisamente, todo o processo de atribuição de tarefas para os anjos da guarda. E como esse sistema funciona na prática.

A temática não é nem de longe uma novidade — nem na TV, nem no cinema –, mas com o tempero brasileiro acaba conseguindo um nível de identificação bem maior, incrementado pela brincadeira com a caricatura desses seres celestiais. Aqui, a história começa com uma curiosa ação do Chefe: depois de muitos séculos ele resolve criar um novo guardião de humanos, um novo Angelus (e não anjo, como se costuma falar hehehe). Esse recém nascido de asinhas (e que não voa) é Ulisses, ou Uli, e recebe uma interpretação elogiável de Victor Lamoglia, passando da criatura meio perdida para alguém que sofre as dores de ter feito muita coisa errada logo nos primeiros meses de vida.

A comédia aqui vem pela clara exposição (às vezes óbvia, às vezes forçada, mas sempre voltando aos trilhos) de dilemas, desejos e situações questionadoras dos humanos, colocando todas as falhas possíveis das pessoas num contexto onde seres celestiais também interagem e, nesse caso, também procuram por algo. Uma situação mais ou menos parecida pode ser vista na fantástica The Good Place, mas Ninguém Tá Olhando coloca de lado as forças malignas e lida apenas com Angelus e humanos, fazendo do cotidiano de uma espécie as provações e milenar jornada burocrática de outra.

O desenho de produção não poderia ser mais irônico, com maquinários antigos, uma rodinha de hamster e a maior cara de galpão abandonado como o lugar de vida desses imortais protetores, tudo iluminado por uma sóbria fotografia de tons frios. Trabalhando como se fossem funcionários públicos, tendo que entregar relatórios para o chefe da seção e posteriormente descobrindo algo que coloca todo o Sistema Angelus em xeque, o trio principal de seres celestiais da temporada — o já citado Uli, Greta (Júlia Rabello) e Chun (Danilo de Moura) — passam por uma espécie de grande revelação, um momento de suas vidas onde começam a desobedecer regras e, sem uma punição imediata, entram em crise existencial, fazem mais coisas que não deveriam fazer e adicionam ainda mais questionamentos à lista. Até que algo preocupante realmente acontece.

No todo, estamos diante de um projeto simples, que funciona pelo absurdo de parte das cenas, pela linha cômica sustentada com grande competência por Lamoglia e Rabello e também porque os roteiros não ficam apenas num único tema, mas expandem a questão celestial para o lado dos humanos e assume dois diferentes caminhos de resolução, terminando num ponto onde um ajuda o outro e onde os problemas se tornam algo engrandecedor. Sim, tem um quê de moralismo bobo aí, mas acreditem: a coisa funciona bem. O peso dramático tem relevância nos episódios finais da série e os ciclos que precisam ser fechados aqui ganham um bom encerramento, ao passo que coisas ainda mais legais são mostradas e deixadas para uma próxima temporada, com destaque para a situação final da personagem de Kéfera Buchmann e a pequena surpresa que os Angelus têm no finalzinho do derradeiro episódio.

Relacionamentos complicados em diversos níveis, questões básicas de teologia misturadas com nonsense e uma base dramática e cômica que funciona tirando sarro das fraquezas e erros das pessoas entram aqui com uma grande leveza e o espectador terá momentos de demonstração de amizade, de ação orgulhosa e babaca e de situações misteriosas que só uma série com Angelus em contato com humanos pode trazer. Como disse no começo, o humor dá uma forçada em alguns momentos, mas na maioria das vezes Ninguém Tá Olhando é uma série bastante divertida. Taí uma produção brasileira para a Netflix que realmente merece uma Segunda Temporada.

Ninguém Tá Olhando – 1ª Temporada (Brasil, 22 de novembro de 2019)
Criação: Daniel Rezende, Carolina Markowicz, Teodoro Poppovic
Direção: Daniel Rezende, Fernando Fraiha, Marcus Baldini
Roteiro: Mariana Zatz, David Tennenbaum, Fernando Fraiha, Leandro Ramos, Cauê Laratta
Elenco: Victor Lamoglia, Júlia Rabello, Kéfera Buchmann, Augusto Madeira, Danilo de Moura, Leandro Ramos, Telma Souza, Priscila Sol, Wallie Ruy, Maurício de Barros, Hermínio Ribeiro
Duração: 8 episódios entre 19 e 30 min.

Você Também pode curtir

33 comentários

Danilo Cezar Araújo De Oliveir 3 de março de 2020 - 16:20

Imagina a pessoa lendo o final da crítica e logo em seguida lê que a Netflix cancelou essá série

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 3 de março de 2020 - 16:21

Acabei de ficar sabendo! Tristeza!

Responder
Big Boss 64 15 de janeiro de 2020 - 13:49

No início achei que seria um The Good Place brasileiro, mas tem cara própria. Parabéns pra equipe de produção dessa série fantástica que faz muito com pouco (não precisou de efeitos especiais absurdos, nem nada) e estou ansioso pela season 2.

P.S.: mesmo vendo a Júlia Rabello cagando, ainda tenho um crush nela kkk

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 15 de janeiro de 2020 - 14:21

Tem cara própria mesmo! Um baita acerto, bem divertida e vencendo problemas frequentes em comédias nacionais. Ainda não é perfeita, mas já ficou bem acima da média, o que é um ótimo sinal.

Responder
Big Boss 64 15 de janeiro de 2020 - 14:42

E deixou um gancho fenomenal no final kkk

Responder
Sabrina 27 de novembro de 2019 - 15:26

O único ponto negativo da série é a Kéfera, não consigo achar ela uma boa atriz .Já a Júlia Rabello é muito boa . Até agora o Daniel Rezende só fez coisa boa .

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 15:26

Eu não gosto dela também não, mas aqui confesso que não me incomodou. Até dei o braço a torcer um pouco.

Responder
Léon 27 de novembro de 2019 - 22:20

Luiz Santiago, Santiago Luiz, por qual motivo, razão, causa e circunstância o senhor não gosta da Kéfera?

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 28 de novembro de 2019 - 00:53

Rapaz, não sei explicar. O santo não deve ter batido não, porque é um ranço absolutamente sem motivo, até porque as únicas coisas que sei dessa moça é: ela tinha um canal no youtube e ela protagonizou o filme É Fada…

Responder
Léon Edson Ferreira Silva 28 de novembro de 2019 - 01:16

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Hei, ligue não, viu? Não perguntei por nada em especial. Só queria saber se o motivo era parecido com o meu. E pelo visto é. Meu santo também não bateu com o dela. E também só sei isto sobre ela. Uma vez na vida tentei ver um vídeo do canal dela, mas não consegui chegar até o fim. Aí vi o trailer de “É Fada” e não terminei. E daí pronto, acabou minha história com ela.

Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 28 de novembro de 2019 - 13:57

HAUAHUAHUAHUAHAUHAUAHAUHAUHAUAHUAH tá vendo!

Flavio Batista 27 de novembro de 2019 - 16:07

Tbm fico na mesma, mas n sei decidir se ‘e birra q tenho com ela ou se ela q normalzinha mesmo… Enfim, n chegou a atrapalhar tanto

Responder
Flavio Batista 27 de novembro de 2019 - 16:07

Contudo, ela tem a melhor piada da temporada. Aquela da verdade ser um consolo rsrs

Responder
John Grass 29 de novembro de 2019 - 18:14

ao q da entender, ela “meio” que interpretou ela mesmo na série! *rs

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 29 de novembro de 2019 - 19:51

Sim, dá a entender isso mesmo.

Responder
Thainã Kataryne 27 de novembro de 2019 - 11:47

Não curto muito filmes e séries brasileiras, são poucos que consegui ver até o final.
Mas ficou uma pegada americanizada bacana e umas sátiras meio diferentes que eu super curti, sem ficar aqueles situação pesada brasileira que abordam continuamente.
Eu adorei e esperando um segunda e última temporada.
Segunda pra dar um desfecho e último pra aproveitar enquanto tá bom kkkkkk.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 13:14

Pois é. É o tipo de série que realmente não dá pra esticar muito, pelo menos pensando nas coisas como foram organizadas aqui. Mas uma segunda temporada viria bem, para expandir o mistério revelado no final.

Responder
Anônimo 26 de novembro de 2019 - 23:46
Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 00:20

Eu não tivesse esse problema, mas confesso que de tanto ver série de fora, logo que começou já tava esperando um sotaque diferente de inglês ou coisa parecida. É louco isso.

Responder
Anônimo 27 de novembro de 2019 - 00:25
Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 00:34

Não sei se concordo nesse ponto. É que existem referências como Rebeldes e Cidade dos Anjos que cabem bem mais aqui do que aproximados. Eu por exemplo gosto bem mais da citação do filme do Cage do que Um Anjo Caiu do Céu. Acho que deixa mais bobo, entende.

Responder
Anônimo 27 de novembro de 2019 - 00:39
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 00:47

Sim, sim, o André não está mais conosco e eu só vim acompanhar a série toda este ano de 2019. Agora vou esperar acabar para fazer a crítica da série completa. Tu tem visto? Gostou dessa última temporada?

Anônimo 27 de novembro de 2019 - 01:07
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 01:12

Eu acho Parks bem mais interessante que The Good Place, que passou por uns momentos beeeem arrastados. Tem crítica minha para tudo de Parks por aqui. Estou curtindo bastante essa temporada de The Good Place. Estão pisando totalmente fora do esperado, o que é sempre legal de ver.

Anônimo 27 de novembro de 2019 - 01:22
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 13:19

Temos a crítica da 1ª Temporada de Bojack aqui, feita pelo Ritter.

Eu vi o primeiro episódio e não gostei muito não, mas pretendo ver mais alguns para tirar a teima.

Anônimo 27 de novembro de 2019 - 14:33
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 27 de novembro de 2019 - 15:38

Valeu pelas dicas!

Anônimo 27 de novembro de 2019 - 16:29
H. 28 de novembro de 2019 - 14:46

Síndrome de vira lata

Responder
Flavio Batista Dos Santos 26 de novembro de 2019 - 21:47

Eu e minha esposa adoramos. Tomara q tenha uma 2a. Temporada.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 26 de novembro de 2019 - 21:54

Também to torcendo. Esse final me deixou muito intrigado!

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais