Home FilmesCríticasCatálogos Crítica | Shakespeare Apaixonado

Crítica | Shakespeare Apaixonado

por Rafael W. Oliveira
526 views (a partir de agosto de 2020)

Aparentemente, quando vemos o titulo Shakespeare Apaixonado, imaginamos que seja ou uma paródia com Shakespeare ou uma comédia romântica divertida sem nada a oferecer de novo. Entretanto, o filme é um romance estiloso, poético, bonito e principalmente eficiente. O diretor John Madden não deixa o drama do longa cair no tom meloso, e cria uma obra encantadora, comovente e de tirar o chapéu.

Shakespeare (Joseph Fiennes) sofre um bloqueio que o impede de escrever sua mais nova peça, uma história de amor com fim trágico. Tudo muda quando ele se apaixona por Lady Viola (Gwyneth Paltrow) e passa a utilizar suas tentativas de seduzi-la como inspiração.

A peça que Shakespeare (Joseph Fiennes) escreve para seduzir sua amada é nada mais, nada menos que o famoso romance de Romeu e Julieta. E este escreve a peça baseando-se nos acontecimentos entre ele e sua paixão Viola De Lesseps (Gwyneth Paltrow). E assim como Romeu e Julieta não podiam assumir seu romance, os dois personagens também são obrigados a não assumirem seu paixão, principalmente pelo fato de Viola estar comprometida com o Lorde Wessex (Colin Firth).

O elenco da película é fantástico. Gwyneth Paltrow se entrega completamente a sua personagem, e cria uma Viola doce, dramática e de encantar. E o pouco conhecido Joseph Fiennes também surpreende como Shakespeare, e atua de forma como todos nós imaginamos que Shakespeare fosse, um homem que transmitia seu amor pela poesia e pelo teatro. Geoffrey Rush merece aplausos por se tornar, em minha opinião, o melhor personagem do longa. Rush é responsável pelas melhores e mais engraçadas piadas do filme, e muitas vezes apaga até o próprio Fiennes na pele de Shakespeare. Judi Dench, Colin Firth, Ben Affleck, Tom Wilkinson e Rupert Everett completam o time de atores da película.

Shakespeare Apaixonado me surpreendeu bastante, e além de possuir uma direção de arte esplendida, um elenco de peso que realmente faz a diferença, uma trilha sonora emocionante, o filme também possui uma história simples que foi contada coerentemente, tornando-se algo criativo e único.

Shakespeare Apaixonado (Shakespeare in Love, EUA/Inglaterra, 1998)
Roteiro: Tom Stoppard, Marc Norman
Direção: John Madden
Elenco: Joseph Fiennes, Gwyneth Paltrow, Colin Firth, Simon Callow, Judi Dench, Geoffrey Rush, Tom Wilkinson, Ben Affleck, Imelda Staunton
Duração: 122 min.

Você Também pode curtir

3 comentários

Silas Leal 9 de janeiro de 2019 - 23:10

Tô há quase 5 anos aqui, esperando falarem dos Oscars recebidos por esse filme, ksopskpssoks

Responder
Antônio Oliveira 10 de julho de 2020 - 15:10

Hoje vejo que Paltrow mereceu tirar o Oscar das mãos da sempre exagerada Fernanda Montenegro. Na época, não. Mero patriotismo estúpido. Ela, Guilneth e Fiennes , estão perfeitos nesta celebração, ainda que fictícia, do amor ao teatro. Até a Montenegro concordaria. Todos os Oscar merecidos! Ah, foi produzido pelo notório assediador Weinsten, mas pelo menos tinha bom gosto… rsrs… em suas produções, lógico.

Responder
Rilson Joás 21 de agosto de 2014 - 17:39

Não sei porque, mas não gostei do filme.
Tentar explicar só vai complicar, talvez foi só o dia.

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais