Home Música Crítica | Star Wars Episódio IV – Uma Nova Esperança (Trilha Sonora Original)

Crítica | Star Wars Episódio IV – Uma Nova Esperança (Trilha Sonora Original)

por Handerson Ornelas
36 views (a partir de agosto de 2020)

Há um tempo atrás, nosso mestre, Ritter Fan, me oferecia uma proposta pra falar das Trilhas Sonoras de cada Star Wars para o Especial da franquia que durará o ano inteiro aqui no site. Bem, aceitei mesmo achando que falar e avaliar uma trilha clássica como essa é bem complicado. Aqui estou eu nesse desafio. Para começar essa série de críticas, abordarei a trilha Star Wars: A New Hope (Original Score), a responsável por criar todo o respeito que temos ao tocar o clássico tema feito por John Williams.

Bem, é importante dar nome aos bois. Existem três nomes que merecem ser citados com todos os méritos possíveis pela obra-prima. O primeiro, claro, é o mitológico John Williams, aquele que pode ser chamado de maior compositor de trilhas que o cinema já viu. Segundo, o frequente colaborador de Williams, Herbert W. Spencer, que ajudou a orquestrar a obra. Terceiro, a competência máxima da Orquestra Sinfônica de Londres. Esse foram os principais culpados por aquela que é considerada por alguns a trilha mais memorável da história do cinema.

A trilha abre com o clássico rufar de tambores da 20th Century Fox, passando o bastão para aquele que talvez seja o maior tema que o cinema já viu, nomeado na trilha como Main Title/Rebel Blockade Runner. Sim, aquela melodia em que você lembra de Star Wars de primeira. O arranjo de John Williams possui o ar aventureiro perfeito para o filme, característica que ele marcou em tantos outros filmes como Indiana Jones, Tubarão, Jurassic Park e mais um currículo enorme. Essa mesma melodia faz questão de aparecer nas mais diversas faixas da trilha. Seja em um ar mais veloz e rico em The Tractor Beam ou em The Millenium Falcon/Imperial Cruiser Pursuit com um discreto ar acústico e executado mais lentamente.

Interessante como a trilha não se prende aos limites da música clássica, mas também há uma interessante passagem pelo Jazz nas excelentes Cantina Band e Cantina Band #2. Entram trompetes, clarinetas, bateria e até tambores de aço (inserindo uma típica sonoridade caribenha) trazendo uma melodia animada que diversifica a trilha, insere um certo tom humorístico, além fazer a faixa virar um clássico da música.

Vale dizer que a brilhante trilha sinfônica possui os elementos essencias para musicalizar um filme como Star Wars. A multiplicidade de instrumentos de sopro (aliás, destaque para a bela flauta na marcante Princess Leia’s Theme) e o rufar de tambores a todo momento nos transfere para o ambiente imperial do filme, além de transmitir um clima de batalha. Está aí um ponto essencial para trilhas sonoras: inserir perfeitamente o ambiente da obra, o que aqui é perfeitamente executado. E aqui fica uma observação de como precisam ter cuidado com a trilha do novo filme a ser lançado esse ano (não preciso nem dizer que uma típica trilha de Hans Zimmer não funcionaria), mas já que se trata do mesmo John Williams, “in Williams we trust”.

A trilha de Star Wars pode ser dita uma expressão musical rara e do mais alto nível. Principalmente porque os tempos mudaram. A simplicidade, a sinceridade e a competência com que foi feita é bem diferente do que seria considerado um alto nível hoje, visto que as ferramentas mudaram e as trilhas passaram a ser produzidas e editadas cada vez mais dentro de estúdios e menos executadas em concertos. Isso não diminue os méritos nem de uma obra e nem de outra, afinal, são novos tempos. Mas esta aqui já possui o status de única e é seguro afirmar que igual a de Star Wars – e tantas outras desse tempo – não haverá.

Star Wars Episode IV: A New Hope (Original Motion Picture)
Composto e conduzido por John Williams
País: Estados Unidos
Lançamento: 1977
Gravadora: 20th Century Records
Estilo: Música Clássica, Trilha Sonora

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais