Crítica | Star Wars Resistance – 1X09: The Platform Classic

Existem duas coisas que fazem um episódio de Star Wars Resistance ser mais interessante, a primeira é quando a Primeira Ordem está envolvida em algum aspecto da trama, a segunda, e mais importante, é quando acontecem as famosas corridas da plataforma. Esses momentos são tão legais que a equipe de produção parece fazer de tudo para economizá-los, por motivos de orçamento e também de não gastar a sua melhor carta. A última vez que Resistance nos deu uma corrida foi durante o primeiro episódio, desde então, pouco se viu da principal atração da ilha de ferro.

The Platform Classic foi um episódio que não fez a trama geral da série avançar, mas nos deu um bom panorama sobre um dos personagens mais interessante que a animação  apresentou.

O episódio começa com Capitão Doza pedindo para Jarek Yaker participar do maior evento anual da plataforma, chamado Platform Classic. Ele recusa o convite quando fica sabendo que seu irmão Marcus Speedstar, que é um dos pilotos mais conhecidos de toda a galáxia, também irá participar.

Farei uma pausa para comentar a respeito do no SpeedStar, muito provavelmente esse é o nome mais Star Wars que eu já vi em toda minha vivência na saga. Ele, com toda a certeza, humilha nomes como; Skywalker, StarKiller e Stardust.

Voltando ao episódio, Kaz e Tam provocam Yaker a correr até o ponto que o ex rebelde concorda em participar do clássico da plataforma. Enquanto isso Marcus está no bar sendo ameaçado pela Death Gang a pagar aquilo que ele os deve. Essa Death Gang é a mesma companhia de caçadores de recompensa que aparece em O Despertar da Força. A gangue captura o mecânico de Marcus e o faz de refém até que as dívidas sejam pagas.

A maior questão que o episódio nos traz é, o que Speedstar fez para Yaker não querer nenhum tipo de contato com seu irmão? O roteiro de Kevin Burke e Chris Wyatt não deixa o espectador esperar muito para ter a resposta. Logo sabemos que Marcus utilizou Hyper Fuel para derrotar seu irmão durante uma corrida, essa estratégia perigosa acabou não dando muito certo, e os dois acabaram se envolvendo em um acidente.

É bom ver a série construindo seu próprio universo, Marcus não precisa dizer o quanto o Hyper Fuel é perigoso pois o espectador já sabe dessa informação. Ver a série reutilizando objetos e confiando que o público é inteligente o suficiente para lembrar do que está sendo mencionado é muito bom.

O roteiro logo nos deixa claro que Yaker é um piloto muito melhor que seu irmão. Isso significa que, para Marcus pagar suas dívidas, ele terá que contar com a benevolência do ex rebelde.

A corrida começa e logo se entende o porque a equipe de diretores e roteiristas poupam tanto esse momento. Além de ser muito difícil de animar, a corrida é um dos pontos altos tanto do espectador quanto de todos os que habitam a plataforma. Fica fácil para nós entendermos o porque essa disputa é tão amada na ilha de ferro.

Assim como toda a boa luta de saber de luz, a corrida não é emocionante apenas pela velocidade, mas sim pelos personagens que decidem se confrontar durante a disputa. Aqui vemos Yaker e seu irmão tendo uma grande briga. A verdade no final é revelada e vemos que o acidente gerado pelo Hyper Fuel de Marcus Speedstar foi a causa da morte da família de Yaker. De repente a raiva que o personagem sente pelo seu irmão faz total sentido para o público.

Marcus está desesperado para ganhar e começa a pedir desculpas para o seu irmão, essas que parecem o suficientemente sinceras tanto para Yaker quanto para a audiência. No final o irmão mais velho deixa o mais novo ganhar e tudo é resolvido. Os dois irmãos conseguem se entender melhor, e nós conseguimos ter uma boa visão do passado do melhor personagens que a série nos apresentou até então.

Assim como Rebels, Resistance têm utilizado os episódios conhecidos como filler para compor o universo da série. Fuel for the Fire era um dos capítulos mais sem brilho que a animação tinha nos apresentado, porém sem ele nós não saberíamos um pouco do passado de Yaker e do perigo que o Hyper Fuel pode ser. Essas duas revelações feitas pelo terceiro episódio são essenciais para entender The Platform Classic, ou seja, um episódio ruim acaba sendo base de um episódio melhor.

Star Wars Resistance – 1X07: Signal from Sector Six (EUA, 11 de Novembro de 2018)
Criado por: Carrie Beck, Dave Filoni, Kiri Hart
Direção: Bosco Ng
Roteiro: Gavin Hignight
Elenco: Christopher Sean, Scott Lawrence, Josh Brener, Suzie McGrath, Bobby Moynihan, Jim Rash, Donald Faison, Myrna Velasco, Lex Lang, Stephen Stanton, Mary Elizabeth McGlynn, Diedrich Bader, Rachel Butera, Oscar Isaac.
Duração: 22 minutos.

PEDRO CUNHA . . . Com corpo e alma de Hobbit, sou um eterno Padawan e aprendiz. Amigo dos ursos, dos elfos e das águias. Nativo de Krypton e apreciador da sétima, nona e de TODAS as artes. Quando tentado sempre rebato; "sou um Jedi, como meu pai antes de mim".