Crítica | Star Wars Resistance – 1X11: Station Theta Black

O décimo primeiro episódio de Star Wars Resistance começa com Kazuda pegando a nave de Yaker emprestada para se encontrar com Poe Dameron, o que o menino não sabe é que o caça está com um problema no motor. A nave quase explode, mas tudo fica bem quando o melhor piloto da galáxia aparece e, junto com ele, uma pequena nave da Resistencia.

Kaz entrega o drive com informações sobre o acordo da Primeira Ordem com a Colossus, que foi conquistado com muito esforço como vimos no episódio anterior. Os relatórios roubados por Kaz levam a Resistência para uma antiga base da ordem liderada por Snoke.

Ainda na nave rebelde, encontramos uma das personagens mais queridas de toda a Saga, Leia aparece e, como já é de costume para essa nova trilogia, apenas dá alguns conselhos para essa nova geração. A Princesa pede para que Dameron e Xiono não entrem em confronto com nenhuma nave da Primeira Ordem, caso as encontre na base esquecida. Ver Leia é sempre muito emocionante para todos que amam Star Wars.

Chegando no local da base, Poe e Kaz descobrem que o local é  uma mina abandonada, ao contrário do que lhe foi mandado Dameron entra na estação para avaliá-la. Eles descobrem que seus inimigos estão produzindo um imenso número de armas, no meio da investigação, um robô soa o alarme.

Neste episódio houve uma pequena troca de papéis, geralmente quem é o maior causador de problemas em Resistance é Kaz. Em Station Theta Black, Poe Dameron é o que causa todos os problemas na narrativa, é claro que Kaz continua sendo atrapalhado e desengonçado.

A desobediência de Poe custa caro para a dupla, ambos vem a Primeira Ordem, liderada por Phasma, chegar a plataforma e começar uma missão de destruição da mina. Não demora para os troopers encontrarem os membros da Resistência, aqui ocorre uma das tensões mais interessantes da narrativa de Sergio Paez. Vemos Dameron apontando uma arma para um trooper e tentando enrolá-lo por meio do diálogo. Essa é uma boa construção de personagem, mostrando que o mesmo Poe que vemos em Resistance é o que aparece na nova trilogia da saga.

Outra boa construção para Dameron é sua irresponsabilidade, em Station Theta Black tanto ele como Kaz quase perdem a vida, mas conseguem sair à salvo. Essa falta de consequências faz um link direto com o filme The Last Jedi, que mostra um Poe irresponsável e que nunca vê as consequências. Resistance não podia mostrar um personagem maduro, já que a maturidade só chegará para o mesmo algum tempo depois.

A cena da fuga com as X-Wings é a sequência com naves mais lenta com naves de toda a série. Brandon Auman até tenta dar uma tensão colocando os caças para escapar entre as pilastras que sustentam a mina, mas a lentidão, tanto dos veiculos quanto da edição, não cooperam para a construção de um senso de urgência.

A estação Theta Black é destruída e ambos, Primeira Ordem e a Resistência, conseguem escapar. Com mais algumas informações sobre o novo regime Leia terá mais armas para combater o movimento no Senado Galáctico.

Nós sabemos que a primeira temporada de Star Wars Resistance terá 22 episódios, Station Thta Black marca o meio desta temporada, com isso em mente, acho interessante olharmos para trás e vermos o que a série tem nos entregado. Sobre tudo, acredito que Resistance teve um bom começo, ela ainda se parece muito com Rebels, e isso pode ser algo muito bom ou muito ruim.

Crítica | Star Wars Resistance – 1X11: Station Theta Black (EUA, 9 de Dezembro de 2018)
Criado por: Carrie Beck, Dave Filoni, Kiri Hart
Direção: Brandon Auman
Roteiro: Sergio Paez
Elenco: Christopher Sean, Scott Lawrence, Josh Brener, Suzie McGrath, Bobby Moynihan, Jim Rash, Donald Faison, Myrna Velasco, Lex Lang, Stephen Stanton, Mary Elizabeth McGlynn, Diedrich Bader, Rachel Butera, Oscar Isaac.
Duração: 22 minutos.

PEDRO CUNHA . . . Com corpo e alma de Hobbit, sou um eterno Padawan e aprendiz. Amigo dos ursos, dos elfos e das águias. Nativo de Krypton e apreciador da sétima, nona e de TODAS as artes. Quando tentado sempre rebato; "sou um Jedi, como meu pai antes de mim".