Crítica | Star Wars Resistance – 1X17: The Core Problem

“The Core Problem” é provavelmente o último episódio de Star Wars Resistance antes da série alcançar os eventos de O Despertar da Força. Ele começa com Poe Dameron chegando na estação e dizendo para Kaz que terá que levar BB8 pois ambos tem uma importante missão no planeta Jakku. Antes do piloto voltar para sua missão Kaz mostra toda a informação que ele conseguiu recolher da Primeira Ordem.

Ansiosos para ter respostas sobre as perguntas levantadas, Poe e Kaz decidem ir visitar um dos sistemas do mapa. Chegando no local eles encontram planetas destruídos e, o mais preocupante, a falta do sol. Obviamente, o que eles veem ali é resultado de um teste que a Primeira Ordem vez com a sua mais nova arma. Rastreando a área eles recolhem um sinal de um dos planetas destruídos, muito provavelmente esse planeta é o lar das duas crianças, Kel e Eila, em uma cena percebe-se um símbolo muito parecido com o que ambos carregam em uma espécie de colar.

Imagem referencial

Sabemos, pelo episódio “The Children from Tehar“, que a vila das crianças não foi destruída pela base Starkiller, é dito durante a trama que a cidade foi chacinada por Kylo Ren. Tenho uma teoria que liga uma das visões da Rey com a série animada. Uma das cenas mais marcantes das visões é quando vemos Ren e seus cavaleiros matando diversas pessoas no escuro, muitos acham que isso aconteceu com a ordem Jedi que Luke estava construindo. “The Core Problem” e “The Children from Tehar” podem ter aberto a possibilidade dessa cena ter acontecido no planeta de Kel e Eila. Tudo isso ganha ainda mais força pois sabemos que a menina é sensível a força. Quem sabe se essa misteriosa cena não representa uma chacina de pessoas sensíveis a força no planeta Tehar?

De volta a história do episódio dessa semana. Kaz e Poe não conseguem explorar as ruínas por muito tempo pois são interrompidos por um droid da Primeira Ordem, que antes de ser abatido, manda um sinal de invasão para o regime. Não demora para que Tie Fighters cheguem ao local, assim como também não demora para que a dupla da resistência consiga se livrar delas. Antes de ir para a sua missão, Poe troca de droid com Kaz, em uma cena interessante e inédita para a saga.

Chegando na estação o menino é confrontado por Tam Ryvora, que está tendo uma abordagem muito interessante na série. Ela não gosta de ver como Jarek Yeager e Kaz tem escondido assuntos que parecem importantes. Durante o trailer da segunda parte da primeira temporada vemos Tam sendo escoltada por Stormtroopers, talvez toda essa desconfiança possa levar a mecânica a entregar, mesmo que sem a intenção, seus amigos.

O grande problema da trama de “The Core Problem”, escrita pela dupla Kevin Burke e Chris Wyatt, é na verdade o grande problema de toda a primeira temporada de Resistance. O grande mistério a ser resolvido pelos personagens não é nenhum grande mistério para a audiência. Nós já sabemos o que destruiu os planetas que Poe e Kaz investigaram, estamos tão na frente dos personagens que vimos até essa grande ameaça já ser destruída. Minha maior curiosidade como espectador da animação e dos filmes é saber como que Resistance se encaixará dentro da trama de O Despertar da Força.

“The Core Problem”, dirigido por Saul Ruiz, foi um episódio interessante. Apesar de vermos a trama geral da série engatinhar, é sempre bom ver Poe e Kaz investigando juntos. Percebe-se que o menino fica muito mais atrapalhado quando está acompanhado do melhor piloto da galáxia, isso é algo totalmente justo e plausível, pois quem não ficaria atrapalhado ao lado de Poe Dameron?

Star Wars Resistance – 1X17: The Core Problem (EUA, 17 de Fevereiro de 2019)
Criado por: Carrie Beck, Dave Filoni, Kiri Hart
Direção: Saul Ruiz
Roteiro: Kevin Burke e Chris Wyatt
Elenco: Christopher Sean, Scott Lawrence, Josh Brener, Suzie McGrath, Bobby Moynihan, Jim Rash, Donald Faison, Myrna Velasco, Lex Lang, Stephen Stanton, Mary Elizabeth McGlynn, Diedrich Bader, Rachel Butera, Oscar Isaac.
Duração: 22 minutos.

PEDRO CUNHA . . . Com corpo e alma de Hobbit, sou um eterno Padawan e aprendiz. Amigo dos ursos, dos elfos e das águias. Nativo de Krypton e apreciador da sétima, nona e de TODAS as artes. Quando tentado sempre rebato; "sou um Jedi, como meu pai antes de mim".