Home TVEpisódio Crítica | The Flash – 7X05: Fear Me

Crítica | The Flash – 7X05: Fear Me

por Luiz Santiago
2146 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS deste episódio e da série. Leia aqui as críticas dos outros episódios.

Com quê então a minha segunda aposta sobre quem seria a brutamontes que apareceu em Central City Strong acabou se confirmando! E junto de Fuerza, personagem da nova fase do Flash nos quadrinhos, temos um outro novato, que fez a sua estreia na The Flash #61, em 2019: Psych, cujo nome pessoal nos quadrinhos é Bashir. E olha, que sensacional foi a colocação desse personagem aqui! No que se refere à Fuerza, não tenho muita coisa a dizer não. A participação dela no outro episódio foi apenas chamativa, no sentido de puxar a trama para a novidade da vez e nada mais. E nesse episódio ela é apenas citada. Já Psych faz a sua estreia com pompa e circunstância e é por causa dele que temos aqui um capítulo episódio gostoso de se assistir.

Talvez algo vindo da Crise abalou a Força de Aceleração de uma forma que ainda não sabemos ao certo. A manifestação física da Força aparece aqui afetada pela agressão de Fuerza e Psych, que descobrimos serem manifestações de uma forma de aceleração, tornando tudo ainda mais interessante. O que fazer quando os vilões da vez são a verdadeira manifestação daquilo que dá ao Flash o seu poder? E vejam, o que mais marcou o show até a temporada passada foram vilões muito fortes que acessavam a Força (os trilhões de velocistas mais rápidos que o Barry que povoaram o programa) e que podiam desafiar o Flash em seu verdadeiro elemento. Agora a situação fica mais séria, porque trata-se de versões desse próprio elemento ganhando vida. O que fazer?

Com a informação que a Força original nos dá ao final do episódio, entendemos toda a dificuldade de combate que o Time Flash tem encontrado até agora e, posso dizer, estou bem animado para ver o desenvolvimento desse enredo. Em outro bloco, tivemos um avanço muito simpático da separação entre Frost e Caitlin, algo no qual eu não botava muita fé. Os diálogos aqui mostram uma ótima proximidade entre elas, ao mesmo tempo que delineia as particularidades de cada uma e planta uma possibilidade complicada para Frost, já caçada pelos crimes que cometeu no passado. O roteiro já começa a jogar com um possível abalo de confiança no grupo, além de uma possível colocação do Time Flash contra a lei (de novo? Será?).

Apesar de não estar livre de alguns momentos constrangedores — já passaram-se sete anos e eu ainda não entendo a insistência de rondarem o Barry com melodrama em algumas cenas na série, realmente não faz nem sentido com a temática do momento! — mas a base do capítulo é inteiramente marcada por cenas muito boas, seja na representação do vilão Psych, que é a pérola do episódio, seja na forma como pequenos outros problemas estão aparecendo para a equipe. É assim que a gente gosta!

The Flash – 7X05: Fear Me — EUA, 30 de março de 2021
Direção: David McWhirter
Roteiro: Lauren Barnett, Thomas Pound
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Danielle Panabaker, Carlos Valdes, Danielle Nicolet, Kayla Compton, Brandon McKnight, Jesse L. Martin, Ennis Esmer, Nilo Ghajar, Carmen Moore, Miranda Scotton
Duração: 43 min.

Você Também pode curtir

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais