Crítica | The Lost Stories 4X03: Lords of the Red Planet

estrelas 4,5

Equipe: 2º Doutor, Jamie, Zoe
Espaço: Planeta Marte
Tempo: Indeterminado (passado distante na linha do tempo dos Ice Warriors).

A história de Lords of the Red Planet foi escrita originalmente por Brian Hayles, o criador dos Ice Warriors, para ser um dos arcos finais da 6ª Temporada de Doctor Who, em 1969. Infelizmente, ela foi substituída por outro roteiro de Hayles, um bem mais fraco, intitulado The Seeds of Death. Naquele momento da série, a BBC ainda se preocupava pouco com cronologias e origens dos vilões e do próprio Doutor, dando pouca ou nenhuma atenção a isso pelo menos até The War Games, quando as coisas nesse sentido começaram a mudar.

É importante ressaltar que, apesar da enorme importância dessa ‘história perdida’, ela entra em contradição com algumas outras aventuras já conhecidas sobre a origem dos Ice Warriors. A maioria do que conhecíamos dava conta de que por volta de 12.000.000 a.C. os Fendahl, a caminho da Terra, passaram por Marte e acabaram com toda a forma de vida de mamíferos do planeta. Apenas algumas espécies de répteis sobreviveram, próximas às zonas polares. Esta informação dá sustentação a um cenário que vemos em Lords of the Red Planet: quando o 2º Doutor Jamie e Zoe aportam no planeta, pouquíssimas espécies ainda habitam o local.

A excelente adaptação de John Dorney torna ainda mais dinâmica e belicista a questão de guerra, armas e trama de cientista maluco que marca a aventura e a própria criação dos Ice Warriors. Existem (pelo menos são nomeadas) duas espécies vivas no planeta neste momento em que o Doutor chega: os Saurians, uma espécie parecida com tartarugas; e os Gandorans, civilizados habitantes da cidade de Gandor, que, para sobreviver, bebiam uma substância chamada Life Drink.

 

Há um enorme choque para o espectador assim que o primeiro episódio deste arco começa. Uma cena que parece ser uma tortura ou algo do tipo chega com grande intensidade. Alguém grita em extrema dor. E em poucos minutos estamos a par da situação: os Gandorans, encabeçados pelo brilhante cientista Quendril, estão fazendo experimentos nos Saurians, forçando sua evolução. A espécie que derivou desta evolução forçada, inicialmente chamada de Saurian Evolutionaries, foram os Ice Warriors.

lordsoftheredplanetphoto_large

O elenco do arco, da esquerda para a direita: Abigail Thaw (Zaadur), Wendy Padbury (Zoe), Nicholas Briggs (Ice Warriors), Frazer Hines (Jamie), Michael Troughton (Quendril). Foto tirada nos bastidores da gravação, em 2013.

Mas o roteiro nos revela algumas surpresas. Quendril não é o verdadeiro vilão da história e sim uma de suas filhas, Zaadur, que tinha o propósito de utilizar esta nova espécie não como escrava (função para a qual estava sendo criada), mas como Exército para se estabelecer no poder da cidade de Gandor e, em seguida, conquistar os mundos possíveis. Como não podia deixar de ser, sua atenção volta-se para a Terra, após ouvir alguns detalhes do planeta revelados por Jamie.

Aparentemente uma trama com duas histórias — a do cientista e sociedade de Marte + a história do Doutor e sua luta contra Zaadur e os Ice Warriors — não daria muito certo porque espalharia demais os detalhes e não os conseguiria explorar bem no decorrer da trama. Todavia, John Dorney faz um ótimo proveito do roteiro de Brian Hayles, dando atenção a tudo o que é essencial e excluindo o que de supérfluo a história poderia (ou não) ter.

Com um excelente elenco em cena, boa trilha sonora e efeitos e uma sequência de eventos pesada, com mortes assustadoras (o assassinato da princesa Veltreena é aterrorizante), sequências de tortura e grande número de detalhes sobre a civilização marciana nesse momento de sua história, Lords of the Red Planet se coloca entre os melhores enredos das Lost Stories, fazendo jus ao alto padrão da Big Finish e criando mais um ramo de interpretação e informações para um grande vilão do Doutor.

Lords of the Red Planet está localizado entre The Seeds of Death e The Space Pirates.

The Lost Stories – Lords of the Red Planet (Reino Unido, nov, 2013)
Roteiro: Brian Hayles (adaptado por John Dorney)
Direção: Lisa Bowerman
Elenco: Frazer Hines, Wendy Padbury, Michael Troughton, Abigail Thaw, Charlie Hayes, Nicholas Briggs
Duração: 180 min. (em 6 episódios)

LUIZ SANTIAGO (Membro da OFCS) . . . . Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.