Crítica | The Twilight Zone – 1X04: A Traveler

CBS_THE_TWILIGHT_ZONE_plano critico alem da imaginação

  • Confira os outros episódios do revival aqui e os episódios da série clássica aqui.

Quando eu vi a lista de atores escalados para o revival de Além da Imaginação, não escondi meu entusiasmo, e um dos episódios pelo qual estive mais ansioso foi A Traveler, com dois atores que eu adoro: Steven Yeun e Greg Kinnear. É uma pena ver que nem os dois conseguem salvar o desastre que foi o episódio, que tenta abordar uma das premissas mais adoradas da série.

É Natal e a sargento Yuka Mongoyak acaba de prender o seu próprio irmão, mas é apenas uma desculpa para contribuir em um dos rituais festivos favoritos de seu chefe, que aproveita a noite para “perdoar alguém” de seus crimes. A delegacia fica localizada na pequena cidade de Iglaak, no Alaska, então a criminalidade não está nas alturas e as celas estão vazias, mas há alguém lá dentro, uma figura misteriosa animada para conhecer todos, mas incapaz de revelar suas verdadeiras intenções.

Colocar Steven Yeun como a figura do turista foi uma das poucas boas decisões desse episódio. Para abordar o clássico tema do outro em contato com uma pequena cidade no meio do Alaska, ele é um ator capaz de trazer a ambiguidade necessária para uma performance essencial para a trama. A maioria ainda lembra do ator por seu papel em Walking Dead, mas depois de assistir longas como Em Chamas e Sorry to Bother You, Yeun é alguém que pretendo seguir em todo projeto. O elenco também conta com o veterano Greg Kinnear, aqui interpretando o capitão Lane Pendleton. Ele não é um bom líder, mas é carismático o suficiente para manter as pessoas felizes em uma noite fria dentro de uma delegacia. Mas nem todos gostam dele, e esse é o caso de Yuka, que não aguenta mais lidar com a falta de profissionalismo de seu chefe. Marika Sila foi escolhida para protagonizar o episódio como Yuka, e mesmo tendo apenas atuado em dois outros projetos, se destaca e não perde a posição de personagem principal.

Agora que a parte do elenco foi tirada do caminho, preciso confessar que quase nada mais funciona neste episódio, que sofre com diversas oportunidades desperdiçadas. A primeira delas é o drama que poderia ser inserido entre Yuka e Jack, que ela traz para a prisão. Os dois tem um histórico e isso poderia ser melhor desenvolvido, mas a relação dos dois se resume nele dando lições de moral vazias para Yuka, que não parece estar ouvindo ou só está entediada. Outra oportunidade desperdiçada foi a chance de construir tensão e estender um pouco mais o mistério sem apresentar tantos elementos óbvios constantemente, como a aurora boreal e um boneco de porcelana que é evidenciado com a câmera para que não haja dúvida onde a história está indo, sem contar os diálogos que são dolorosamente reveladores. Não adianta ter um bom ator como Yeun em uma trama que não o aproveita.

Até mesmo as referências do episódio são previsíveis e óbvias, tendo novamente a presença do gremlin do clássico Nightmare at 20,000 Feet; e Willie, do episódio The Dummy. As duas menções já surgiram nas semanas anteriores e aqui são jogadas como se fossem obrigação. Ao lado dessas referências, sobra espaço para a boneca de Living Doll. E até agora não notei menções ao Whipple, 1015 ou Lasky neste episódio, mas quem sabe pelo menos estes foram bem escondidos? E antes que haja confusão, o problema aqui não está na repetição dos elementos mas no destaque desnecessário que recebem, o que distrai um pouco.

A Traveler é a primeira grande decepção da temporada, que até agora teve episódios bons, mas nada que faça deste revival uma experiência diferente. Além da Imaginação sempre contou com grandes revelações e reviravoltas, mas elas eram sempre precedidas de bons personagens e um drama envolvente, o que não foi encontrado neste episódio. Vamos torcer por uma melhorada nos próximos episódios.

Além da Imaginação (The Twilight Zone) – 1X04: A Traveler (EUA, 18 de Abril de 2019)
Direção: Ana Lily Amirpour
Roteiro: Glen Morgan
Elenco: Steven Yeun, Marika Sila, Greg Kinnear, Patrick Gallagher, Jill Teed, Eric Keenleyside, Jordan Peele
Duração: 51 min.

ROBERTO HONORATO . . . Criado pela TV, minha família era o programa dos Muppets e minha segunda casa era a locadora (era fácil de chegar, só precisava atravessar a rua). Não me incomodava rebobinar todas as fitas, e nem podia, já que assistia o mesmo filme várias vezes. E quando não é cinema, o cheiro de quadrinhos me chama de longe e preciso gastar dinheiro que não tenho. E nunca esqueça: #sixseasonsandamovie