Home TVEpisódio Crítica | What If…? – 1X06: What If… Killmonger Rescued Tony Stark?

Crítica | What If…? – 1X06: What If… Killmonger Rescued Tony Stark?

por Luiz Santiago
2.265 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS! Leia aqui as críticas dos outros episódios. E leia aqui as críticas para a série em quadrinhos O Que Aconteceria Se…?

Eu não sei se existe uma motivação elegíaca para o destaque dado ao Universo do Pantera Negra nessa temporada de What If…?, mas o fato é que esse destaque existe e tem sido muito interessante observar as variações com que tal Universo tem aparecido nos episódios do show. Em What If… Killmonger Rescued Tony Stark? temos o retorno “ao começo de tudo“, quando Tony Stark definitivamente acordou para a realidade e percebeu o estrago que as suas armas estavam fazendo em outros lugares do mundo. O que O Vigia diz aqui, porém, é uma verdade importantíssima para entendermos o funcionamento do Universo dos heróis: eles são forjados por diversas situações. Quando tiramos esses “momentos de forja” da vida desses indivíduos, o que acontece a partir de então?

Sem o Homem de Ferro, essa realidade lida com um Tony que segue firme em sua produção bélica, aliando-se ao homem que lhe salvou a vida e que tem planos muito maiores em mente: o insaciável Killmonger. Já falei antes aqui no PC e volto a repetir: eu adoro esse personagem. A motivação dele é sólida em dois aspectos diferentes (a dor e amargura pessoal devido a uma questão familiar complexa e a posição ideológica e de ação frente ao silêncio de Wakanda aos horrores cometidos contra os povos negros ao redor do mundo) e seu pensamento estratégico é maravilhoso de se acompanhar. Um pouco disso foi explorado na ótima minissérie Killmonger: Por Qualquer Meio (2019) e agora recebe toda uma variação interessante nessa timeline divergente. O problema, porém, é a maneira vaga com que a produção guia a história.

Para quem acompanha as minhas críticas, já vem percebendo indicações disso há duas semanas, e penso que o problema está crescendo. Entendo perfeitamente a estratégia de produção da série, de criar histórias que possam ser retomadas na temporada seguinte. Se isso realmente se confirmar, todo mundo há de entender o que os produtores fizeram aqui. Isso não significa, porém, que se trata de uma estratégia benéfica aos episódios. Tomemos, por exemplo, o encerramento deste ou do capítulo dos zumbis. A impressão que temos é que o roteiro está se segurando ao máximo, dando atenção a coisas que poderiam ser descartadas. Se fossem, teríamos espaço para algo bem elegante no final, como foi o caso de What If… Doctor Strange Lost His Heart Instead of His Hands?.

A esse ponto da temporada, minha tolerância ao modelo de animação da série entrou no estágio de resignação consciente, ou seja, eu continuo não gostando, mas isso não necessariamente me afasta mais, apesar da existência dessas bocas-de-bolha falantes horrorosas que colocam na tela.

O contexto desses os episódios tem sido uma boa fuga a cada semana. Mostram uma variedade curiosa de eventos no Multiverso da Marvel e criam boas deixas para o que poderemos encontrar nas telonas em fases futuras. Nesse episódio do Killmonger, temos a atenção merecida para o personagem e um bom tratamento de sua persona pelo roteiro: sentimentos, sonhos de conquista, pensamento político e alinhamento moral, ao menos coerentes com a versão cinematográfica interpretada por Michael B. Jordan, que conduz uma boa dublagem aqui. O que não temos é um episódio que consegue contar uma história sem direcionar toda a energia para uma continuação. E sabem o que é pior? Por ser uma estratégia de produção, não vejo mudanças para este cenário. Lá vamos nós torcendo para que os capítulos das próximas semanas não sejam aventuras que “escondem o ouro” e que terminam em reticências frustrantes. Não demora, e logo estaremos cansados de tudo disso.

What If…? – 1X06: What If… Killmonger Rescued Tony Stark?…  (EUA, 15 de setembro de 2021)
Direção: Bryan Andrews
Roteiro: Matthew Chauncey
Elenco: Jeffrey Wright, Michael B. Jordan, Jon Favreau, Chadwick Boseman, Angela Bassett, Danai Gurira, Andy Serkis, Don Cheadle, Paul Bettany, Leslie Bibb, John Kani, Mick Wingert, Kiff VandenHeuvel, Beth Hoyt, Ozioma Akagha
Duração: 31 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais