Home FilmesCríticas Crítica | X-Men: Apocalipse (Sem Spoilers)

Crítica | X-Men: Apocalipse (Sem Spoilers)

por Lucas Nascimento
200 views (a partir de agosto de 2020)

estrelas 4

Bryan Singer deve ter sido a melhor coisa que já aconteceu com os X-Men. Com os dois sólidos primeiros filmes (sendo o segundo uma obra-prima de seu gênero) e um terceiro longa abaixo da média comandado por Brett Ratner, Singer retornou ao universo mutante na produção de X-Men: Primeira Classe, comandado com firmeza pelo excepcional Matthew Vaughn. Então, Singer de fato retornou à cadeira de direção com X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, filme que deu um novo rumo à franquia que continua agora forte como nunca com Apocalipse.

A trama dá um salto temporal de uma década após o anterior, colocando a ação em 1983. Charles Xavier (James McAvoy, hein Deadpool?) mantém com eficiência sua Escola para Superdotados, que vai crescendo cada vez mais com a chegada de novos mutantes, incluindo a telepata Jean Grey (Sophie Turner) e o ainda descontrolado Scott Summers (Tye Sheridan). Os eventos aqui coincidem com o despertar do primeiro mutante da História, um ser conhecido como Apocalipse (Oscar Isaac), que parte reunindo seguidores para “salvar” a Terra de seus líderes cegos e falsos deuses.

Novamente roteirizado por Simon Kinberg, este é sem dúvida o mais denso e dramático filme dos X-Men. Até sua extensa duração de 143 minutos o coloca como o longa mais comprido da série, e o que vemos em cena é uma pura definição de épico e grandiosidade. O prólogo do filme nos leva a uma fantástica introdução ao personagem-título, com um imponente trabalho de design de produção para imaginar Egito no qual seres mutantes pudessem habitar, assim como a operática trilha sonora de John Ottman – que adota um coral ritualístico marcante. Todo o discurso do vilão acaba soando um tanto redundante, já que se trata de um personagem mais de palavras do que de ação, ainda que Isaac esteja ótimo e a maquiagem e figurino marcante do mutante sejam extremamente ameaçadoras.

Porém, a presença de Apocalipse aqui é um símbolo. Uma representação de destruição e recomeço, temas muito presentes nos arcos dos personagens. O Magneto de Michael Fassbender é responsável pelo arco mais trágico e bem explorado aqui, já que o outrora terrorista agora é um homem de família vivendo em segredo na Polônia. Quando ele é radicalmente retirado de seu cotidiano pacato, vemos um dos melhores momentos de Fassbender no papel, em uma cena que imediatamente nos remete à sua performance shakesperiana em Macbeth, e a forma como grita aos céus – à Deus – que ser um homem cruel é seu destino, é poderosa e só nos comprova a inteligência de Singer como diretor – vide a sutileza da fotografia de Newton Thomas Sigel em equilibrar tons quentes e frios em uma cena pivotal para o rumo de Magneto, sendo ainda mais relevante pelo fato de Apocalipse se considerar um Deus.

Se havia alguma desconfiança sobre a Mística de Jennifer Lawrence raptar o filme para si, ela é brutalmente desmentida durante a projeção. A mutante transmorfa tem um papel significante na trama, mas é apenas um importante elemento do quadro-geral: este é provavelmente o filme no qual os personagens encontram-se melhores distribuídos, deixando bem evidente que o protagonismo do longa é inteiramente da equipe dos X-Men. As apresentações dos novos Jean, Scott, Tempestade (Alexandra Shipp) e Noturno (Kodi-Smit McPhee) são ótimas, e ainda têm o luxo de terem intérpretes excepcionais para cada um deles e arcos bem definidos e amarrados ao longo da projeção; principalmente com Jean abraçando a natureza de sua habilidade, Scott aceitando o papel deixado por seu irmão, Alex (Lucas Till) e Tempestade enfim definindo o tipo de líder que quer seguir.

Nessa organização de personagens, a montagem do próprio John Ottman (não devem existir muitos compositores que também atuam como montadores em seus filmes) e Michael Louis Hill merece aplausos, já que até mesmo a obrigatória presença do divertidíssimo Mercúrio (Evan Peters) funciona. Aliás, Singer e sua equipe se superaram ao criar uma sequência musical para demonstrar os poderes do personagem que é ainda mais ambiciosa do que aquela vista em Dias de um Futuro Esquecido, e me peguei tão boquiaberto agora quanto em 2014.

Não é uma experiência perfeita, já que a própria redundância do discurso de Apocalipse acaba tirando um pouco de sua força (ainda que reforce que impacto de sua presença é mais simbólico), além de algumas coincidências e golpes de sorte do destino, principalmente quando a figura de Striker (Josh Helman) e seu projeto Arma X entram em cena. Alguns personagens adorados pelos fãs também acabam desfocados, como a Psylocke de Olivia Munn e a Jubileu de Lana Condor, rendendo mais um um fan service do que uma participação realmente memorável.

O retorno da Moira MacTaggert de Rose Byrne também não oferece muita relevância para o andamento da trama, mas é importante por manter uma conexão vívida com Primeira Classe (o uso de clipes dos outros filmes também fortalece a catarse de alguns personagens) e pelo apelo emocional de Charles Xavier, que continua sendo vivido com intensidade por James McAvoy, dessa vez com uma persona mais forte e determinada do que o Xavier emocionalmente perdido que encontramos no anterior.

Mas no fim, X-Men: Apocalipse é um filme denso e que coloca o desenvolvimento de seus personagens em primeiro plano, partindo para explorar o tema do símbolo e a da ideologia religiosa nesse vasto e colorido universo mutante, que parece cada vez mais interessante a cada filme. Com Bryan Singer no comando e o talentoso elenco em mãos, espero ainda sair satisfeito do cinema muito mais vezes.

X-Men: Apocalipse (X-Men: Apocalypse, EUA – 2016)

Direção: Bryan Singer
Roteiro: Simon Kinberg
Elenco: James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Oscar Isaac, Evan Peters, Olivia Munn, Sophie Turner, Tye Sheridan, Alexandra Shipp, Kodi Smit-McPhee, Rose Byrne, Lucas Till, Ben Hardy, Josh Helman, Landa Condor, Hugh Jackman
Duração: 143 min.

Você Também pode curtir

145 comentários

Leonardo Pereira 14 de julho de 2020 - 18:54

Voltando aqui só pra ver o pessoal iludido com essa inexplicável crítica

Responder
Ricardo Correa 2 de novembro de 2016 - 09:53

Adorei “primeira classe” como já comentei aqui , achei “dias…” muito aquém do que esperava mas este apocalipse? Bem as duas cenas de mercúrio ( tanto em “dias” quanto aqui são de babar ! ). Ok – A cena do arma-x também vale por mil outras do carcajú – mas o que realmente me saltou aos olhos e ouvidos foi : a personalidade , a humanidade ( humildade ? ) , as fraquezas de seres com tão grandes poderes mas ainda assim dependentes , carentes de aceitação – ou não ! – e talvez seja a melhor série q a fox já tenha feito na vida com super heróis. Só pena – ao meu ver – que o vilão máximo – apocalipse – pareça tão sem sal , açúcar ou dor …Mas bem nada pode ser perfeito eternamente não?

Responder
Ricardo Correa 2 de novembro de 2016 - 09:53

Adorei “primeira classe” como já comentei aqui , achei “dias…” muito aquém do que esperava mas este apocalipse? Bem as duas cenas de mercúrio ( tanto em “dias” quanto aqui são de babar ! ). Ok – A cena do arma-x também vale por mil outras do carcajú – mas o que realmente me saltou aos olhos e ouvidos foi : a personalidade , a humanidade ( humildade ? ) , as fraquezas de seres com tão grandes poderes mas ainda assim dependentes , carentes de aceitação – ou não ! – e talvez seja a melhor série q a fox já tenha feito na vida com super heróis. Só pena – ao meu ver – que o vilão máximo – apocalipse – pareça tão sem sal , açúcar ou dor …Mas bem nada pode ser perfeito eternamente não?

Responder
Junito Hartley 20 de maio de 2016 - 01:19

Vi o filme e gostei de mais dele, me deixou empolgado no final, e sai satisfeito, diferente de um filme do inicio da liga que sai decepcionado.

Responder
Junito Hartley 20 de maio de 2016 - 01:19

Vi o filme e gostei de mais dele, me deixou empolgado no final, e sai satisfeito, diferente de um filme do inicio da liga que sai decepcionado.

Responder
Alison Cordeiro 19 de maio de 2016 - 20:47

Adoro super-heróis mas os X-Men nunca estiveram entre os meus favoritos, exceto pela fase da saga da Fênix. Por isso minha decepção com o péssimo Confronto Final, minha última incursão na telona com os “mutunas”. Achei boa a revitalização, mas não me empolguei a ponto de ir ao cinema. Expectativa zero para esse filme, mas pela crítica vou dar uma chance para os mutantes voltarem a fazer parte dos meus cronogramas de sessão pipoca. Abçs!

Responder
Alison Cordeiro 19 de maio de 2016 - 20:47

Adoro super-heróis mas os X-Men nunca estiveram entre os meus favoritos, exceto pela fase da saga da Fênix. Por isso minha decepção com o péssimo Confronto Final, minha última incursão na telona com os “mutunas”. Achei boa a revitalização, mas não me empolguei a ponto de ir ao cinema. Expectativa zero para esse filme, mas pela crítica vou dar uma chance para os mutantes voltarem a fazer parte dos meus cronogramas de sessão pipoca. Abçs!

Responder
Maycon Oliveira 18 de maio de 2016 - 01:16

o 3D é bom ou não?

Responder
Matheus Fragata 18 de maio de 2016 - 01:32

é bom sim.

Responder
Matheus Fragata 18 de maio de 2016 - 01:32

é bom sim.

Responder
Maycon Oliveira 18 de maio de 2016 - 01:16

o 3D é bom ou não?

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:47

Gostei muito dessa nova fase dos X-Men (já a primeira achei muito chata). Agora não entendi a razão de 4 estrelas, me parece que a única coisa que achou ruim foi o discurso do Apocalipse.
Quanto ao filme gostaria de saber se como os outros filmes ele possuí de fato uma cena pós crédito marcante como anunciado nas mídias.

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:35

Gosto bem mais do que a primeira, sim.

E não só isso do Apocalipse, mas as motivações de alguns personagens (Psylocke, principalmente) e a participação de outros. Também acho que o primeiro ato é um pouco demorado, mas tudo melhora daí pra frente.

E temos sim uma cena pós-créditos, mas é uma referência que só fãs das HQs vão pegar (eu tive que correr pro Wikipedia).

Abrax!

Responder
jcesarfe 18 de maio de 2016 - 12:14

Valeu, vou ficar com a mente recarregada para saber o que é.

Responder
jcesarfe 18 de maio de 2016 - 12:14

Valeu, vou ficar com a mente recarregada para saber o que é.

Responder
Kevin Kempner 19 de maio de 2016 - 18:12

Explica a cena pós créditos para os leigos hehehe

Responder
Kevin Kempner 19 de maio de 2016 - 18:12

Explica a cena pós créditos para os leigos hehehe

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:35

Gosto bem mais do que a primeira, sim.

E não só isso do Apocalipse, mas as motivações de alguns personagens (Psylocke, principalmente) e a participação de outros. Também acho que o primeiro ato é um pouco demorado, mas tudo melhora daí pra frente.

E temos sim uma cena pós-créditos, mas é uma referência que só fãs das HQs vão pegar (eu tive que correr pro Wikipedia).

Abrax!

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:47

Gostei muito dessa nova fase dos X-Men (já a primeira achei muito chata). Agora não entendi a razão de 4 estrelas, me parece que a única coisa que achou ruim foi o discurso do Apocalipse.
Quanto ao filme gostaria de saber se como os outros filmes ele possuí de fato uma cena pós crédito marcante como anunciado nas mídias.

Responder
Rodrigo Patini 17 de maio de 2016 - 13:35

Cara, o “jeitão” dos filmes da Marvel, da Fox e DC são absolutamente diferentes, a abordagem super-heroína e a atmosfera dos filmes são muito diferentes, talvez nem seja adequado compará-los. No fim, trata-se de uma questão de gosto. Felizes aqueles que, como eu, gostam de todos.
Ansioso pela estreia dos X-Men no dia 19!
Gostaria de ver um “X-Men Origens” com a Tempestade e os Morlocks. Lembro de um episodio de desenho animado que ela vencia a chefe dos Morlocks e se tornava a Líder do grupo, era uma historia sensacional que abordava com crueza o alijamento dos mutantes ditos “defeituosos” até mesmo da própria comunidade mutante.

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:32

Eu também, Rodrigo! Se tudo fosse igual, que graça teria? Pessoalmente, acho que a Fox faz um balanço incrível de humor, comentário e ação com sua franquia X-Men.

E olha, Alexandra Shipp está fantástica como Tempestade. Eu veria fácil um filme solo dela.

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:32

Eu também, Rodrigo! Se tudo fosse igual, que graça teria? Pessoalmente, acho que a Fox faz um balanço incrível de humor, comentário e ação com sua franquia X-Men.

E olha, Alexandra Shipp está fantástica como Tempestade. Eu veria fácil um filme solo dela.

Abrax!

Responder
Rodrigo Patini 17 de maio de 2016 - 13:35

Cara, o “jeitão” dos filmes da Marvel, da Fox e DC são absolutamente diferentes, a abordagem super-heroína e a atmosfera dos filmes são muito diferentes, talvez nem seja adequado compará-los. No fim, trata-se de uma questão de gosto. Felizes aqueles que, como eu, gostam de todos.
Ansioso pela estreia dos X-Men no dia 19!
Gostaria de ver um “X-Men Origens” com a Tempestade e os Morlocks. Lembro de um episodio de desenho animado que ela vencia a chefe dos Morlocks e se tornava a Líder do grupo, era uma historia sensacional que abordava com crueza o alijamento dos mutantes ditos “defeituosos” até mesmo da própria comunidade mutante.

Responder
Carlos Souza 17 de maio de 2016 - 12:32

Amém, tenho mais nada pra dizer!!!! Excelente critica.

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:36

Valeu, Carlos!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:36

Valeu, Carlos!

Responder
Carlos Souza 17 de maio de 2016 - 12:32

Amém, tenho mais nada pra dizer!!!! Excelente critica.

Responder
Artur Sena 17 de maio de 2016 - 05:33

Gostei, e sim o 2 da primeira trilogia é obra prima.

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:38

Com certeza!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:38

Com certeza!

Responder
Artur Sena 17 de maio de 2016 - 05:33

Gostei, e sim o 2 da primeira trilogia é obra prima.

Responder
Homem Animal 17 de maio de 2016 - 01:30

Diferente da maioria dos fãs da Marvel, gosto dos X-Men da Fox, esses filmes sempre tocaram em temas interessantes e relevantes, mas os fãs de Super heróis se apegam ao fato dos personagens não usarem um Coll4nt Amarelo. Não tinha grandes expectativas para esse filme (Ainda mais com as criticas negativas) Mas sua critica me pareceu mais interessante e com argumentos mais convincentes do que a maioria das criticas que li, bela critica!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:17

Eu juro que não entendo como o filme foi tão massacrado lá fora. É uma obra com seus defeitos, mas que tem qualidades incríveis. Os X-Men da Fox me agradam muito pela dedicação aos personagens e à temática relevante, sim.
Valeu pelos elogios!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:17

Eu juro que não entendo como o filme foi tão massacrado lá fora. É uma obra com seus defeitos, mas que tem qualidades incríveis. Os X-Men da Fox me agradam muito pela dedicação aos personagens e à temática relevante, sim.
Valeu pelos elogios!

Abrax!

Responder
Lucas 18 de maio de 2016 - 21:14

Pelo que eu vi, o maior problema que o filme enfrentou foi por ter ‘muitas referencias’ às HQs. A FOX meio que tentou agradar mais aos fãs dos quadrinhos dos X-Men e acabaram ‘desagradando’ os críticos. Mesmo assim, é o filme que eu mais espero esse ano (Já era antes mesmo de Guerra Civil e BvS).

Responder
Lucas 18 de maio de 2016 - 21:14

Pelo que eu vi, o maior problema que o filme enfrentou foi por ter ‘muitas referencias’ às HQs. A FOX meio que tentou agradar mais aos fãs dos quadrinhos dos X-Men e acabaram ‘desagradando’ os críticos. Mesmo assim, é o filme que eu mais espero esse ano (Já era antes mesmo de Guerra Civil e BvS).

Responder
Homem Animal 17 de maio de 2016 - 01:30

Diferente da maioria dos fãs da Marvel, gosto dos X-Men da Fox, esses filmes sempre tocaram em temas interessantes e relevantes, mas os fãs de Super heróis se apegam ao fato dos personagens não usarem um Coll4nt Amarelo. Não tinha grandes expectativas para esse filme (Ainda mais com as criticas negativas) Mas sua critica me pareceu mais interessante e com argumentos mais convincentes do que a maioria das criticas que li, bela critica!

Responder
Anônimo 17 de maio de 2016 - 01:25
Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:21

Agradeço muito, Jester! Procuro ser sempre o mais sincero possível em meus textos. Isso já é uma teoria da conspiração que acho bobagem, mas a maioria dos jornalistas especializados parecem hipnotizados a adorar incodicionalmente tudo o que a Marvel Studios produz.

Acho que não é bem por aí, já que – mesmo sendo uma série muito eficiente e divertida – o MCU tem muitos problemas que acabam sendo tratados com uma colher de chá.

E a Warner DC…. Bem, eles pisaram na bola. Estou esperançoso para que eles recuperem o fôlego com Esquadrão Suicida.

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:21

Agradeço muito, Jester! Procuro ser sempre o mais sincero possível em meus textos. Isso já é uma teoria da conspiração que acho bobagem, mas a maioria dos jornalistas especializados parecem hipnotizados a adorar incodicionalmente tudo o que a Marvel Studios produz.

Acho que não é bem por aí, já que – mesmo sendo uma série muito eficiente e divertida – o MCU tem muitos problemas que acabam sendo tratados com uma colher de chá.

E a Warner DC…. Bem, eles pisaram na bola. Estou esperançoso para que eles recuperem o fôlego com Esquadrão Suicida.

Abrax!

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:01

@jesterchaotic:disqus, essa questão de sabotagem é lenda urbana, pois não faz sentido algum. Seria um tiro no pé da própria Disney, pois, se os filmes de super-heróis começarem a ser odiados por aí, acabará sobrando para ela própria. E repare: Deadpool fez um sucesso estrondoso…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:01

@jesterchaotic:disqus, essa questão de sabotagem é lenda urbana, pois não faz sentido algum. Seria um tiro no pé da própria Disney, pois, se os filmes de super-heróis começarem a ser odiados por aí, acabará sobrando para ela própria. E repare: Deadpool fez um sucesso estrondoso…

Abs,
Ritter.

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:48

A Warner não precisa ser sabotada por ninguém, eles se auto sabotam constantemente. Já a Disney, a maioria dos críticos, em especial os americanos, são meio cegos aos seus defeitos.

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:48

A Warner não precisa ser sabotada por ninguém, eles se auto sabotam constantemente. Já a Disney, a maioria dos críticos, em especial os americanos, são meio cegos aos seus defeitos.

Responder
Randal Flagg 17 de maio de 2016 - 01:25

se nos outros sites houvessem críticas mais embasadas e lógicas, analisando o todo do filme aê sim cada crítica teria alguma relevância, eu gostei dessa crítica por ser de todas a mais honesta. Já ando desconfiado de que a Disney anda querendo sabotar a Warner e a Fox com toda essa polemica das críticas.

Responder
Rogério Luizari Guedes 17 de maio de 2016 - 01:12

cara, não consegui ler a critica depois que vocês chamaram o x-men 2 de obra prima… claramente tendencioso… Flw

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:21

Poxa, X-Men 2 é muito bom…

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:21

Poxa, X-Men 2 é muito bom…

Responder
Mateus Woszak 18 de maio de 2016 - 14:18

X2 é muito bom e tem uma das cenas mais fodas dos filmes de HQ: Noturno na Casa Branca. Se você assiste hoje ainda fica impactado!

Responder
Mateus Woszak 18 de maio de 2016 - 14:18

X2 é muito bom e tem uma das cenas mais fodas dos filmes de HQ: Noturno na Casa Branca. Se você assiste hoje ainda fica impactado!

Responder
Carlos Souza 17 de maio de 2016 - 12:33

Antes do “Primeira Classe” era o único digno de nota.

Responder
Carlos Souza 17 de maio de 2016 - 12:33

Antes do “Primeira Classe” era o único digno de nota.

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:49

X-Men 2 é muito sem graça, mas leia o resto da crítica, não creio que seja tendenciosa.

Responder
jcesarfe 17 de maio de 2016 - 13:49

X-Men 2 é muito sem graça, mas leia o resto da crítica, não creio que seja tendenciosa.

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:20

Tendencioso por gostar muito de X-Men 2? Não entendi a ligação… Ou você quer dizer que quem gosta de X-Men 2 automaticamente gosta de todos os filmes dos mutantes? Pois, se for isso, você está redondamente enganado. Acho X-Men 2 uma obra-prima super-heroística assim como o crítico, mas acho X3 um lixo e os dois Wolverine duas pepitas de Césio 137 (e Deadpool é apenas ok, divertidinho)…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:20

Tendencioso por gostar muito de X-Men 2? Não entendi a ligação… Ou você quer dizer que quem gosta de X-Men 2 automaticamente gosta de todos os filmes dos mutantes? Pois, se for isso, você está redondamente enganado. Acho X-Men 2 uma obra-prima super-heroística assim como o crítico, mas acho X3 um lixo e os dois Wolverine duas pepitas de Césio 137 (e Deadpool é apenas ok, divertidinho)…

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 17 de maio de 2016 - 15:44

Concordo Ritter , essa rejeiçao vejo que está acontecendo agora ,com o ”mau costume ” dos filmes da Marvel atualmente , falo mesmo, homem aranha 2 e X 2 continuam muito bons ainda hoje. Não acho justo desfazer do que ja foi feito anteriormente , sendo que o roteiro foi bom , a fotografia , as cenas de ação foram boas sem justificativa. Eu também sei que tiveram filmes horrorosos mais também tiveram os bons.

Xero,
Stella

Responder
Stella 17 de maio de 2016 - 15:44

Concordo Ritter , essa rejeiçao vejo que está acontecendo agora ,com o ”mau costume ” dos filmes da Marvel atualmente , falo mesmo, homem aranha 2 e X 2 continuam muito bons ainda hoje. Não acho justo desfazer do que ja foi feito anteriormente , sendo que o roteiro foi bom , a fotografia , as cenas de ação foram boas sem justificativa. Eu também sei que tiveram filmes horrorosos mais também tiveram os bons.

Xero,
Stella

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:58

E eu ainda acho X1 sensacional também. E não podemos esquecer de Blade 1 e 2, precursores disso tudo que temos hoje!

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 15:58

E eu ainda acho X1 sensacional também. E não podemos esquecer de Blade 1 e 2, precursores disso tudo que temos hoje!

Abs,
Ritter.

Responder
Rogério Luizari Guedes 17 de maio de 2016 - 15:57

Justamente, fica claro o fascinio pelo critico com os filmes x-men, e talvez seja por considerar um filme como o x2 uma obra prima faz com que a critica pra apocalipse seja tendenciosa, assim como muito critico fez com o guerra civil (que considerei muito divertido, mas tem bastante coisa furada). Na minha opinião, os filmes do x-men possuem cenas boas, são momentos pontuais, mas de história, fidelidade, são os mais distantes das adaptações. Mesmo distante, o único filme que eu realmente gostei foi o First Class). A crítica da guerra civil vcs mandaram muito bem, pois expuseram sem empolgação de fã, o que parece acontecer nesta crítica. E entendo que cada um pensa de uma forma sobre os filmes, por isso só falei que não vou ler… Abraço e parabéns pelo site!

Responder
Rogério Luizari Guedes 17 de maio de 2016 - 15:57

Justamente, fica claro o fascinio pelo critico com os filmes x-men, e talvez seja por considerar um filme como o x2 uma obra prima faz com que a critica pra apocalipse seja tendenciosa, assim como muito critico fez com o guerra civil (que considerei muito divertido, mas tem bastante coisa furada). Na minha opinião, os filmes do x-men possuem cenas boas, são momentos pontuais, mas de história, fidelidade, são os mais distantes das adaptações. Mesmo distante, o único filme que eu realmente gostei foi o First Class). A crítica da guerra civil vcs mandaram muito bem, pois expuseram sem empolgação de fã, o que parece acontecer nesta crítica. E entendo que cada um pensa de uma forma sobre os filmes, por isso só falei que não vou ler… Abraço e parabéns pelo site!

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 16:15

Respeito, mas não consigo concordar com o raciocínio. É como se eu tivesse que dar nota alta para A Ameaça Fantasma se eu dissesse de antemão que acho O Império Contra-Ataca uma obra-prima. Ou seja, que o que eu acho de um filme contamina o que acharei de outro da mesma franquia.

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 17 de maio de 2016 - 16:15

Respeito, mas não consigo concordar com o raciocínio. É como se eu tivesse que dar nota alta para A Ameaça Fantasma se eu dissesse de antemão que acho O Império Contra-Ataca uma obra-prima. Ou seja, que o que eu acho de um filme contamina o que acharei de outro da mesma franquia.

Abs,
Ritter.

Responder
Al_gostino 19 de maio de 2016 - 11:15

Nada a ver seu julgamento….o cara não tem o direito de elogiar um filme que ele (é praticamente unanimidade esse filme inclusive) gostou?

Responder
Al_gostino 19 de maio de 2016 - 11:15

Nada a ver seu julgamento….o cara não tem o direito de elogiar um filme que ele (é praticamente unanimidade esse filme inclusive) gostou?

Responder
Rogério Luizari Guedes 17 de maio de 2016 - 01:12

cara, não consegui ler a critica depois que vocês chamaram o x-men 2 de obra prima… claramente tendencioso… Flw

Responder
Andrey Hugo 17 de maio de 2016 - 00:02

Muito boa a crítica Lucas! Sinceramente, dos filmes de super heróis que ainda restam, X-Men Apocalipse é o que menos me desperta curiosidade(o que não é pouco rsrs), porém, depois de ler a sua crítica, a curiosidade aumentou.
Esperando o sábado chegar pra ver e voltar aqui para comparar as opiniões…

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:15

Eu mesmo sempre esquecia que o Apocalipse ia ser lançado esse ano, e acabou surpreendendo. Volta sim, Andrey!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 10:15

Eu mesmo sempre esquecia que o Apocalipse ia ser lançado esse ano, e acabou surpreendendo. Volta sim, Andrey!

Abrax!

Responder
Andrey Hugo 17 de maio de 2016 - 00:02

Muito boa a crítica Lucas! Sinceramente, dos filmes de super heróis que ainda restam, X-Men Apocalipse é o que menos me desperta curiosidade(o que não é pouco rsrs), porém, depois de ler a sua crítica, a curiosidade aumentou.
Esperando o sábado chegar pra ver e voltar aqui para comparar as opiniões…

Responder
Stella 16 de maio de 2016 - 21:50

Fiquei surpresa com a critica muito boa por sinal. A critica americana está dividida e o publico também vamos ver no que isso vai dar. Eu acho que ainda vou no cinema ver o filme. A fox erra muito, mais o tom que ela dá para os x-men ainda é satisfatório para mim , a Marvel não daria o mesmo tom.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:29

Eu também fiquei surpreso, Stella. E foi uma surpresa muito boa!

E olha, tem coisas aqui que NUNCA veremos em Marvel Studios. Não só a violência e gore que são pesadinhos pra um filme PG-13, mas toda a inventividade visual do Singer, que não vi em nenhum diretor da Marvel Studios até hoje…

Espero que eles tragam um pouco de Singer, também!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:29

Eu também fiquei surpreso, Stella. E foi uma surpresa muito boa!

E olha, tem coisas aqui que NUNCA veremos em Marvel Studios. Não só a violência e gore que são pesadinhos pra um filme PG-13, mas toda a inventividade visual do Singer, que não vi em nenhum diretor da Marvel Studios até hoje…

Espero que eles tragam um pouco de Singer, também!

Abrax!

Responder
Stella 16 de maio de 2016 - 23:54

Nossa você me deixou empolgada agora Lucas. Estou no hype ,
agora os americanos estão sendo cruéis fazendo meme ,com os filmes da fox. O publico esta dividido por lá.
Abraços.

Responder
Stella 16 de maio de 2016 - 23:54

Nossa você me deixou empolgada agora Lucas. Estou no hype ,
agora os americanos estão sendo cruéis fazendo meme ,com os filmes da fox. O publico esta dividido por lá.
Abraços.

Responder
Stella 16 de maio de 2016 - 21:50

Fiquei surpresa com a critica muito boa por sinal. A critica americana está dividida e o publico também vamos ver no que isso vai dar. Eu acho que ainda vou no cinema ver o filme. A fox erra muito, mais o tom que ela dá para os x-men ainda é satisfatório para mim , a Marvel não daria o mesmo tom.

Responder
Spider Man O Namorador 16 de maio de 2016 - 22:31

(James MCavoy hein deadpool) MORRI AQUI AHAHAHHA

Responder
Spider Man O Namorador 16 de maio de 2016 - 22:31

(James MCavoy hein deadpool) MORRI AQUI AHAHAHHA

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:27

Não podia perder essa deixa hahah

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:27

Não podia perder essa deixa hahah

Responder
José Victor Batista 16 de maio de 2016 - 21:47

Essa crítica me deixou interessado pelo filme! Espero que esse filme me supreenda como DOFP, porque ao contrário de BvS e Guerra Civil, não estou com uma grande expectativa com esse X-Men.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:28

Ironicamente, Apocalipse era o filme de heróis que menos me interessava em 2016. Acabou sendo o que mais gostei até agora, olha só…

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 23:28

Ironicamente, Apocalipse era o filme de heróis que menos me interessava em 2016. Acabou sendo o que mais gostei até agora, olha só…

Abrax!

Responder
José Victor Batista 16 de maio de 2016 - 21:47

Essa crítica me deixou interessado pelo filme! Espero que esse filme me supreenda como DOFP, porque ao contrário de BvS e Guerra Civil, não estou com uma grande expectativa com esse X-Men.

Responder
Leonardo Auditore 16 de maio de 2016 - 21:07

ótima critica, conseguiu elevar meu hype, sempre achei que os x-men estão melhores com a fox, tudo bem ela até pode errar de vez quando(wolverine e x-men 3) mas como já dizia o professor x “não é porque alguém tropeça e se perde no caminho que quer dizer que está perdido para sempre”.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:28

A frase do Xavier é a síntese perfeita sobre a Fox!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:28

A frase do Xavier é a síntese perfeita sobre a Fox!

Abrax!

Responder
planocritico 16 de maio de 2016 - 21:37

“Perder-se” é um eufemismo para os erros da Fox… Os caras, quando erram, erram abissalmente… Vide os dois Wolverine e os três Quarteto Fantástico…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 16 de maio de 2016 - 21:37

“Perder-se” é um eufemismo para os erros da Fox… Os caras, quando erram, erram abissalmente… Vide os dois Wolverine e os três Quarteto Fantástico…

Abs,
Ritter.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:38

Ahhh, Wolverine Imortal é bacaninha hehe

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:38

Ahhh, Wolverine Imortal é bacaninha hehe

Responder
planocritico 16 de maio de 2016 - 22:54

Só se for em comparação com o primeiro… He, he, he…

Abs,
Ritter.

planocritico 16 de maio de 2016 - 22:54

Só se for em comparação com o primeiro… He, he, he…

Abs,
Ritter.

Lucas 18 de maio de 2016 - 21:19

Pô, os filmes do Wolverine até que são bons! Quer dizer, até chegar no vilão, dali pra frente a sensação é a mesma que estar preso num carro enquanto cai de um desfiladeiro.

Lucas 18 de maio de 2016 - 21:19

Pô, os filmes do Wolverine até que são bons! Quer dizer, até chegar no vilão, dali pra frente a sensação é a mesma que estar preso num carro enquanto cai de um desfiladeiro.

CapRevenge 16 de maio de 2016 - 21:43

Quarteto e o primeiro Wolverine não tem como defender nem com essa frase :v

Responder
CapRevenge 16 de maio de 2016 - 21:43

Quarteto e o primeiro Wolverine não tem como defender nem com essa frase :v

Responder
Leonardo Pereira 14 de julho de 2020 - 18:54

kkkkkkkkk

Responder
Leonardo Auditore 16 de maio de 2016 - 21:07

ótima critica, conseguiu elevar meu hype, sempre achei que os x-men estão melhores com a fox, tudo bem ela até pode errar de vez quando(wolverine e x-men 3) mas como já dizia o professor x “não é porque alguém tropeça e se perde no caminho que quer dizer que está perdido para sempre”.

Responder
Tiffany Noiva Do Chuck 16 de maio de 2016 - 20:58

A verdade é que a crítica está bem dividida, eu acredito que o filme esteja espetacular naquilo que ele ta sendo oferecido.
Filme do ano amores

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:29

Olha, Tiff, X-Men foi o filme de quadrinhos que mais me agradou no ano até agora. Espero que não pare por aí!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:29

Olha, Tiff, X-Men foi o filme de quadrinhos que mais me agradou no ano até agora. Espero que não pare por aí!

Abrax!

Responder
Tiffany Noiva Do Chuck 16 de maio de 2016 - 20:58

A verdade é que a crítica está bem dividida, eu acredito que o filme esteja espetacular naquilo que ele ta sendo oferecido.
Filme do ano amores

Responder
Keverton 16 de maio de 2016 - 20:53

Mais um filme injustiçado pela crítica norte americana? Sempre gostei e acompanhei o trabalho do Singer e respeito à visão dele para os X-men, e com certeza esse filme só será para mostrar mais uma vez o grande trabalho que o diretor faz com os X-men, infelizmente para alguns à falta de roupas coloridas é um ponto fraco, mas não percebem que o principal detalhe em um filme é o roteiro, coisa que nos filmes com o Singer não faltou qualidade, por isso estou ansioso para esse filme.

Responder
Keverton 16 de maio de 2016 - 20:53

Mais um filme injustiçado pela crítica norte americana? Sempre gostei e acompanhei o trabalho do Singer e respeito à visão dele para os X-men, e com certeza esse filme só será para mostrar mais uma vez o grande trabalho que o diretor faz com os X-men, infelizmente para alguns à falta de roupas coloridas é um ponto fraco, mas não percebem que o principal detalhe em um filme é o roteiro, coisa que nos filmes com o Singer não faltou qualidade, por isso estou ansioso para esse filme.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:31

Nossa, com certeza! Assim como BvS (que não merecia 28% de Rotten Tomatoes), Apocalipse é um filme que vem levando pedradas muito injustas. Singer fica cada vez mais grandioso a cada trabalho, e aqui ele mantém o nível de qualidade. E sobre os uniformes… Digamos que esses alguns possam finalmente ficar satisfeitos quanto a isto hehe.

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:31

Nossa, com certeza! Assim como BvS (que não merecia 28% de Rotten Tomatoes), Apocalipse é um filme que vem levando pedradas muito injustas. Singer fica cada vez mais grandioso a cada trabalho, e aqui ele mantém o nível de qualidade. E sobre os uniformes… Digamos que esses alguns possam finalmente ficar satisfeitos quanto a isto hehe.

Abrax!

Responder
planocritico 16 de maio de 2016 - 22:55

Verdade, BvS merecia 29%… HAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHA

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 16 de maio de 2016 - 22:55

Verdade, BvS merecia 29%… HAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHA

Abs,
Ritter.

Responder
Ranger Rosa ‏ 16 de maio de 2016 - 20:06

É tão ótimo saber que ainda existem fãs desse tipo, que sabem a diferença que existe em cada universo e sabe as qualidades que cada um trás. É triste saber que o que mais lemos por aí são resenhas (porque críticas não são) dizendo em outras palavras que os filmes do MCU são melhores. São todos iguais, isso sim.
Mas enfim, adorei seu texto, e espero só o melhor pra essa nova franquia <3

Responder
Ranger Rosa ‏ 16 de maio de 2016 - 20:06

É tão ótimo saber que ainda existem fãs desse tipo, que sabem a diferença que existe em cada universo e sabe as qualidades que cada um trás. É triste saber que o que mais lemos por aí são resenhas (porque críticas não são) dizendo em outras palavras que os filmes do MCU são melhores. São todos iguais, isso sim.
Mas enfim, adorei seu texto, e espero só o melhor pra essa nova franquia <3

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:32

Esse tipo de resenha é triste, já que revela o lado puro fanboy de seus autores… Aposto que se Apocalipse estivesse sido lançado sob o selo Marvel Studios, a reação crítica seria estrondosa…

Mas enfim, queremos é filmes bons! Obrigado pelo elogio, e vamos torcer para que X-Men só melhore

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 21:32

Esse tipo de resenha é triste, já que revela o lado puro fanboy de seus autores… Aposto que se Apocalipse estivesse sido lançado sob o selo Marvel Studios, a reação crítica seria estrondosa…

Mas enfim, queremos é filmes bons! Obrigado pelo elogio, e vamos torcer para que X-Men só melhore

Abrax!

Responder
Mysterion 16 de maio de 2016 - 22:55

“Aposto que se Apocalipse estivesse sido lançado sob o selo Marvel Studios, a reação crítica seria estrondosa”
Xiiii esse comentário explica porque tanto otimismo nesta crítica. A internet está igual política agora, “nós contra eles”.

Responder
Mysterion 16 de maio de 2016 - 22:55

“Aposto que se Apocalipse estivesse sido lançado sob o selo Marvel Studios, a reação crítica seria estrondosa”
Xiiii esse comentário explica porque tanto otimismo nesta crítica. A internet está igual política agora, “nós contra eles”.

Responder
Lucas Nascimento 17 de maio de 2016 - 15:37

Deixando bem claro que eu gosto tanto da Fox, quanto Marvel Studios e DC hahaha

Responder
Hank Shaw 16 de maio de 2016 - 19:45

Otima critica, Singer mais uma vez mitando com os X mens

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:56

Valeu, Ayrton! Espero que ele continue melhorando ainda mais!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:56

Valeu, Ayrton! Espero que ele continue melhorando ainda mais!

Abrax!

Responder
Hank Shaw 16 de maio de 2016 - 19:45

Otima critica, Singer mais uma vez mitando com os X mens

Responder
Júnior Souza 16 de maio de 2016 - 19:29

Como foi bom ler esse texto.
Ultimamente eu só tenho lido pessoas falando mal do Singer e como seria bom se eles voltassem pra Marvel.
Confesso que eu tb penso nisso as vezes. Mas gosto dos filmes dos Xmen. Acho essa abordagem mais “séria” bem interessante tb.
Abraço

Responder
Júnior Souza 16 de maio de 2016 - 19:29

Como foi bom ler esse texto.
Ultimamente eu só tenho lido pessoas falando mal do Singer e como seria bom se eles voltassem pra Marvel.
Confesso que eu tb penso nisso as vezes. Mas gosto dos filmes dos Xmen. Acho essa abordagem mais “séria” bem interessante tb.
Abraço

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:57

Por mim os X-Men NUNCA saem da Fox, gosto muito de como saem as coisas por lá. Singer tem muito mais inventividade do que o pessoal da Marvel Studios, e acho que a franquia apresenta rumos promissores. E por falar em “sério”, nunca vi tanto sangue em um filme PG-13 da Marvel.

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:57

Por mim os X-Men NUNCA saem da Fox, gosto muito de como saem as coisas por lá. Singer tem muito mais inventividade do que o pessoal da Marvel Studios, e acho que a franquia apresenta rumos promissores. E por falar em “sério”, nunca vi tanto sangue em um filme PG-13 da Marvel.

Abrax!

Responder
curiosa gospel 17 de maio de 2016 - 03:15

a ta ae os x men nunca same da fox e nunca estarao nas sagas que reunem herois e continuaroa morrendo nos hqs para a anscensão dos inumanos pois a disney que afundar x men pra zoar a fox

Responder
curiosa gospel 17 de maio de 2016 - 03:15

a ta ae os x men nunca same da fox e nunca estarao nas sagas que reunem herois e continuaroa morrendo nos hqs para a anscensão dos inumanos pois a disney que afundar x men pra zoar a fox

Responder
Renan Teixeira 16 de maio de 2016 - 19:20

Estava meio preocupado em relação a esse filme devido as criticas negativas que ele tem recebido, mas essa critica de vcs me deu uma nova esperança em relação ao filme !!!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:58

Eu também estava! Tanto que entrei na sala cauteloso, mas saí com um baita dum sorriso no rosto, Renan! Espero que goste também!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 19:58

Eu também estava! Tanto que entrei na sala cauteloso, mas saí com um baita dum sorriso no rosto, Renan! Espero que goste também!

Abrax!

Responder
Renan Teixeira 16 de maio de 2016 - 19:20

Estava meio preocupado em relação a esse filme devido as criticas negativas que ele tem recebido, mas essa critica de vcs me deu uma nova esperança em relação ao filme !!!

Responder
Bernardo 16 de maio de 2016 - 19:16

Parabéns, cara!
Excelente crítica.
Não soou como fanboy, nem como hater. Mas como um jornalista neutro e com senso crítico para analisar todos os pontos necessários em um filme.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:00

Muito obrigado pelo elogio, Bernardo. Esse tipo de comentário faz valer o trabalho, mesmo!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:00

Muito obrigado pelo elogio, Bernardo. Esse tipo de comentário faz valer o trabalho, mesmo!

Abrax!

Responder
Bernardo 16 de maio de 2016 - 19:16

Parabéns, cara!
Excelente crítica.
Não soou como fanboy, nem como hater. Mas como um jornalista neutro e com senso crítico para analisar todos os pontos necessários em um filme.

Responder
El Imparcial ~ Jaktal 16 de maio de 2016 - 18:56

Muito boa crítica. Parabéns.

Aumentou minhas expectativas com o filme. =D

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:01

Obrigado, El Imparcial! Eu tentaria manter o hype neutro, se você confia no trabalho do Singer, pode ficar de boa!

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:01

Obrigado, El Imparcial! Eu tentaria manter o hype neutro, se você confia no trabalho do Singer, pode ficar de boa!

Abrax!

Responder
El Imparcial ~ Jaktal 17 de maio de 2016 - 10:31

Até agora ele não me decepcionou, não tenho pq não confiar.

Responder
El Imparcial ~ Jaktal 17 de maio de 2016 - 10:31

Até agora ele não me decepcionou, não tenho pq não confiar.

Responder
El Imparcial ~ Jaktal 16 de maio de 2016 - 18:56

Muito boa crítica. Parabéns.

Aumentou minhas expectativas com o filme. =D

Responder
José diniz 16 de maio de 2016 - 17:34

Ansioso demais. Bryan sempre soube levar os X-Men a sério e até um outro patamar diferente da Disney/Marvel! Ótima critica.

Responder
José diniz 16 de maio de 2016 - 17:34

Ansioso demais. Bryan sempre soube levar os X-Men a sério e até um outro patamar diferente da Disney/Marvel! Ótima critica.

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:02

José, eu pessoalmente sempre achei a Marvel Fox muito mais interessante do que a Disney, mesmo gostando das duas… Singer sabe o que faz.

Abrax!

Responder
Lucas Nascimento 16 de maio de 2016 - 20:02

José, eu pessoalmente sempre achei a Marvel Fox muito mais interessante do que a Disney, mesmo gostando das duas… Singer sabe o que faz.

Abrax!

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais