Home TVEpisódio Crítica | Y: O Último Homem – 1X04: Karen and Benji

Crítica | Y: O Último Homem – 1X04: Karen and Benji

por Luiz Santiago
1.303 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS! Leia aqui as críticas dos outros episódios. E leia aqui as críticas para a série em quadrinhos.

O andamento de Y: O Último Homem tem sido bastante frustrante. Neste quarto capítulo da temporada não encontramos nenhum avanço em relação aos episódios de estreia e, ao contrário do que esperávamos, vemos superficiais introduções de personagens numa jornada de fuga, agora verdadeiramente dividida em dois blocos: Yorick e Agente 355 de um lado; Hero/Karen e Sam/Benji de outro.

Neste Karen and Benji podemos notar uma escolha diferente quando se trata de componentes do roteiro, agora escrito por Olivia Purnell. Não temos cenas na Casa Branca e o fator político, ao menos temporariamente, saiu de cena. O texto está preocupado em mostrar o avanço de diferentes grupos pelo território americano, focando em eventuais problemas que se deparam no caminho e organizações perigosas formadas nessa nova realidade. Falando assim, até pode parecer algo interessante. E talvez seria, se o texto aproveitasse a jornada e fizesse algo de importante acontecer no episódio, o que não é o caso.

A trama já se inicia com problemas de ligação entre uma cena misteriosa sobre o passado (ou a imaginação) da Agente 355, apesar de a tal sequência ser a melhor dirigida e a melhor fotografada de todo o episódio. Quando, enfim, focamos em Yorick e 355 a caminho de encontrar a cientista, nos deparamos com uma relação sem graça entre os dois personagens e, a despeito de alguns momentos de tensão e correria que os envolve, quase nada se destaca verdadeiramente nesse bloco. Também é necessário apontar a queda dramatúrgica que detectamos nesse capítulo e que nos traz um baita temor, porque o que vimos na semana passada já não era algo de se elogiar. Uma queda significa uma real piora.

E se as coisas estão difíceis no núcleo Yorick/355, já era de se imaginar que o bloco da irmã dele não iria nada bem. Nem aquelas cenas que deveriam fazer o espectador roer as unhas de tensão ou criar alguma expectativa para o futuro conseguem animar. Se somarmos os já citados e recorrentes problemas de atuação cobertos por uma fotografia que não ajuda muito, a coisa fica ainda mais feia — quando a gente não se conecta com alguém em cena, a pior coisa que pode acontecer é passar boa parte do tempo em cenas noturas: aí é que o afastamento aumenta.

A cena que traz o cliffhanger foi claramente pensada para tirar algum suspiro de espanto do público, mas a indiferença continua dominando. Não sei se vocês sentiram uma atmosfera similar a uma certa fase de The Walking Dead, mas nada disso logra alavancar o show, muito pelo contrário. Falta química, falta história, falta vida para esta série. E se quatro episódios não conseguiram trazer tudo isso, é preciso ser muito otimista para acreditar que haverá uma revolução nos capítulos que ainda faltam para fechar a temporada. Mas vamos lá. Quem sabe um milagre não acontece, não é mesmo?

Y: The Last Man – 1X04: Karen and Benji (EUA, 20 de setembro de 2021)
Desenvolvimento:
Eliza Clark (baseado em quadrinhos de Brian K. Vaughan e Pia Guerra)
Direção: Destiny Ekaragha
Roteiro: Olivia Purnell
Elenco: Sydney Meyer, Olivia Thirlby, Diane Lane, Ben Schnetzer, Ashley Romans, Missi Pyle, Samantha Brown, Quincy Kirkwood, Sarah Booth, Connie Manfredi, Jayli Wolf, Hannah Gallant, Taylor Hubbard, Kaanchana Kerr, Kelly Marie McKenna
Duração: 50 min. (cada episódio)

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais