Home TVEpisódio Crítica | Y: O Último Homem – 1X07: My Mother Saw A Monkey

Crítica | Y: O Último Homem – 1X07: My Mother Saw A Monkey

A falta de unidade da temporada fica ainda mais evidente.

por Luiz Santiago
724 views (a partir de agosto de 2020)

  • spoilers. Leia, aquias críticas dos outros episódios e, aqui, as críticas para a série em quadrinhos.

Eu não consigo tirar da cabeça a forte impressão de que Y: O Último Homem está sendo erguida em um território que, em algum momento, pertenceu a The Walking Dead lá em suas primeiras temporadas. E o mais curioso é que pelo menos neste episódio eu consigo ver uma melhora na forma como o show ligou as pontas e estabeleceu conflitos. Assim, não teria do que reclamar, certo? Bem… quase isso. Porque mesmo havendo uma melhora na organização dos núcleos, outra impressão se torna ainda mais forte aqui. E ela é a de que a série não está, na verdade, evoluindo. Ela está se tornando algo diferente do que ensaiou ser nos primeiros episódios. E para piorar, eu não sei se isso é bom ou ruim.

Eu tinha apontado problemas de segmentação do show em Weird Al Is Dead, reclamações que aqui parecem se dissolver diante da nova perspectiva que a trama toma. Em primeiro lugar, o núcleo político não se fortalece, mas aumenta grandiosamente o seu escopo golpista e de intrigas, o que para a série já irá bastar. Não tenho grandes esperanças de que uma larga exploração dos personagens ou mesmo de conceitos interessantes possam aparecer no show, que parece bem mais preocupado em criar problemas para determinados grupos numa escala cada vez maior. Evidente que isso pode funcionar, mas me pergunto até que ponto a história geral dessa realidade “sem o cromossomo Y” irá se sustentar “apenas” com esse tipo de drama.

E por que falo isso? Porque o núcleo de Yorick só começou a se solidificar agora, algo nada tem a ver com Ben Schnetzer, seguindo insosso no papel. A relação com 355, o humor meio estranho ligado à Doutora Mann e a chegada aonde estão as ex-prisioneiras são peças bem distintas de um tecido que se costura de maneira minimamente interessante, mas que a gente sabe que não irá passar muito tempo em evidência, porque Y e Cia. precisam chegar ao laboratório. Todo esse esforço pode nos fazer questionar a decisão dos roteiristas mas, nesse caso, acho que é válido esperar para ver se sai algo verdadeiramente interessante ou necessário daqui. Em termos de andamento, não acho que é um bloco que “tire algo daquilo que vinha sendo trabalhado” porque, até então, não se tinha feito nada realmente diferente. O que muda é que agora Yorick e suas companheiras de viagem estão no meio de um grupo bem organizado.

Não vimos nada das Amazonas aqui, mas em compensação tivemos contato com Beth, que entra no palácio do governo, faz umas perguntas estranhas e depois sai para se encontrar com gente mais estranha ainda. Uma organização que pretende invadir o local. Como eu disse, a intenção da produção é tornar esse núcleo cheio de intrigas, perigos e situações caóticas, não necessariamente fazê-lo interagir bem com o restante da série. E, a bem da verdade, nenhum núcleo aqui parece interagir bem com o Universo de Y como um todo. Mesmo os blocos sendo isoladamente interessantes — ao menos nesse capítulo, que fique claro — dificilmente conseguiremos encontrar uma unidade entre eles para formar algo coeso em todo o show. Pelo menos até aqui. E então fica a dúvida: com três capítulos para acabar a temporada, que guinada estão preparando para melhorar esse status? Ou vão realmente apostar nele e só reforçá-lo nesses episódios que faltam?

Y: O Último Homem – 1X07: My Mother Saw A Monkey (Y: The Last Man – EUA, 11 de outubro de 2021)
Direção: Lauren Wolkstein
Roteiro: Olivia Purnell
Elenco: Diane Lane, Olivia Thirlby, Amber Tamblyn, Elliot Fletcher, Marin Ireland, Ashley Romans, Ben Schnetzer, Jess Salgueiro, Diana Bang, Kristen Gutoskie, Juliana Canfield, Jennifer Wigmore, Paris Jefferson, Juno Rinaldi, Mercedes Morris, Marianna Phung, Tara Nicodemo, Sophia Walker, Yanna McIntosh, Amy Szoke, Victoria Goodman, Paige Zhang
Duração: 51 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais