Home QuadrinhosOne-Shot Crítica | Zagor #600: O Dia da Invasão

Crítica | Zagor #600: O Dia da Invasão

por Luiz Santiago
182 views (a partir de agosto de 2020)

Edição comemorativa e em cores da série regular de Zagor, O Dia da Invasão coloca o famoso Espírito da Machadinha contra os Akkronianos, raça de alienígenas que o herói de Darkwood conheceu lá atrás, no arco Terror do 6º Planeta ou O Raio da Morte, como também é conhecido por aqui. Com algumas lembranças desse encontro anterior — que, ainda bem, não reprisam demasiadamente coisas do passado — Jacopo Rauch nos traz essa nova invasão dentro de uma perspectiva que, por mais estranha que pareça, funciona bem dentro do Universo de Zagor. E isso se dá tanto pela constituição dos “irmãos das estrelas” (muito pontos para a arte de Gallieno Ferri e pela ótima aplicação de cores no Especial) quanto pela forma como o roteiro estabelece a luta entre os diversos grupos nativos + Zagor e Chico versus os homenzinhos roxos.

Fica evidente que o lado expositivo vindo dos invasores não ajuda muito na segunda metade da história. Como sempre, temos um início pautado pelo equilíbrio entre tensão e comédia (sempre vindo através de Chico) e com o leitor já sabendo que a tal “parede invisível” encontrada no meio da floresta é a nave dos Akkronianos disfarçada. A gente só fica em dúvida do por quê eles ainda não atacaram, e esse resposta surge justamente na noite em que os tambores soam e convidam os líderes de diversas tribos para uma reunião, onde se conversaria sobre essa forma invisível que a todos preocupava.

A aliança dos aliens com alguns indígenas da região cumpre de modo simples a fundamentação dos vilões no enredo e justifica a espera dos extraterrestres para atacar. A captura de Zagor, os testes e a explicação para estes é que não caem muito bem. Eu até entendo o elemento místico em torno das armas terráqueas, mas talvez por essa explicação vir numa linha de ações muito bobinhas por parte dos alienígenas é que acabei gostando menos dessa “viagem de exploração e pesquisa” que eles estão empreendendo, procurando entender como “uma raça tão inferior quanto a humana” conseguiu vencê-los da primeira vez.

As sequências de luta nesse Especial são boas, com requintes de crueldade por parte dos Akkronianos e com espaço para que diversos grupos tenham a oportunidade de batalhar. Eu só esperava um rumo um tantinho diferente no final, talvez com uma passagem mais modulada ou melhor demarcada ente a expulsão dos invasores e a festiva reunião onde Zagor e seus amigos vermelhos conversam sobre o que aconteceu e explica para outros a batalha que travaram.

O derradeiro momento, com Zagor olhando para o céu e imaginando que outros perigos e que outras maravilhas podem vir dali, é um bom aceno para a possibilidade de um retorno dos Akkronianos ou de outra raça que possa chegar aqui e se opor aos habitantes de Darkwood. Quem sabe no Especial 700, não é mesmo?

Zagor (Série Regular) #600: O Dia da Invasão — Itália, julho de 2015
Contendo: Il Giorno Dell’Invasione (Sergio Bonelli Editore)
No Brasil: Zagor #168 (Editora Mythos, 2016)
Roteiro: Jacopo Rauch
Arte: Gallieno Ferri
Cores: GFB Comics (coordenação de Nucci Guzzi)
Letras: Giuseppina Caresana
Capa: Gallieno Ferri
100 páginas

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais