Home Diversos Editorial | 2020: Um Novo Plano Crítico

Editorial | 2020: Um Novo Plano Crítico

por Luiz Santiago e Ritter Fan
2213 views (a partir de agosto de 2020)

Senhoras e senhoras, olhem só nós aqui de cara nova!

É com imenso prazer, mas também alívio, que apresentamos para vocês a nova versão do Plano Crítico! Há quase sete anos vocês acompanharam o site com aquela mesma carinha simpática que quase nada mudou desde exatamente outubro de 2013, quando ele renasceu das cinzas de uma hecatombe (esse é o nomezinho simpático que demos ao Apocalipse Digital por que passamos) pela dupla de desbravadores de Árcon que vos escreve, Ritter Fan e Luiz Santiago.

Para quem não sabe da história, um resumo: a primeira versão do portal simples e irrecuperavelmente saiu do ar completamente na última semana de março de 2013, por fatores que preferimos deixar quietos em um canto escuro de nossas mentes (na verdade, é uma mente só, para aqueles que pegarem essa auto-referência), levando-nos à dissolução completa da equipe original, apenas com a permanência desses dois teimosos aqui que ficaram batendo cabeça por meses e meses até que uma alma de grande e assombroso conhecimento tecnológico – sério, o sujeito é fera! – conseguiu recuperar de algum calabouço internético todas as nossas publicações perdidas. Não temos ideia de como ele conseguiu essa proeza e também não perguntamos para deixar a magia intacta (afinal, não queremos saber com o mágico tira coelhos de sua cartola…), mas isso nos deu a força necessária para reconstruirmos nosso legado e partir para algo mais robusto e amplo. E, de lá para cá… que jornada nós tivemos!

Neste ano de 2020, como se não bastasse toda a desgraceira mundial, uma necessidade técnica de atualização bateu à nossa porta. Isso, para nós, é o equivalente à chegada dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse, com direito a trombetas e tudo mais, só para deixar claro… No entanto, o modelo do site que tínhamos desde 2013 estava se tornando obsoleto. Algumas funções não estavam rodando da forma correta e diversas atualizações tecnológicas ocorridas ao longo desses anos não eram mais compatíveis com o template que havíamos adotado. Agora imaginem a frase “necessidade de mudança total” sendo dita para dois animais de hábito como nós. Pois é. Não foi algo que abraçamos com muito carinho no início, mas realmente era necessário mudar. O ultimato havia sido dado e nós tivemos que engolir a seco e iniciar essa nova jornada tecnológica que queríamos tanto quanto arrancar dentes sem anestesia.

Depois de escolhermos e comprarmos um novo template, largamos tudo na mão de nosso técnico (outro cara bom pacas que fica nos bastidores do site!) que precisou migrar nada menos do que quase 12 mil artigos autorais já publicados (lembrando que não temos notícias fora indicados e vencedores das principais premiações, então o “copia e cola” simplesmente não existe para nós), fora os rascunhos que existiam no painel original. E o tempo passou com atualizações aqui e ali só para ele manter nossa ansiedade em xeque — ele sabe muito bem que somos basicamente analfabetos tecnológicos, então misericordiosamente tem pena de nós e faz e escreve tudo for dummies — e eis que, um belo dia, vem a notícia de que “tá pronto, deem uma olhada lá na área de testes“. E, com enorme trepidação, nós acessamos lá o local… Inacreditavelmente, porém, quando vimos a versão inicial do Novo Plano Crítico, todos os nossos temores imediatamente desapareceram! Nós estávamos em casa! Claro que em uma casa maior, mais moderna, mais bonita, mas… era a nossa casa! E daí para frente foi bem mais fácil ajustar uma série de coisinhas novas, aplicando nessa versão a essência daquilo que nós e vocês conhecíamos do PC, ou seja, “mudar sem mudar muito“. E foi a este resultado lindo que chegamos. Esperamos que vocês gostem!

Saga de Logotipos

Uma mudança leva à outra, não é mesmo? Uma vez estabelecido que íamos mudar a cara do site, ficou claro que também deveríamos mudar a nossa logo, mantendo a essência que escolhemos para representar o Plano Crítico desde o início: o monólito de 2001: Uma Odisseia no Espaço. Abaixo vocês podem conferir um pouco de cada logo principal que criamos e utilizamos ao longo de nossa história.

Apenas um experimento.

Esta logo com o rolo de filme saindo detrás do monólito foi criada entre final de 2011 e início de 2012, mas nunca chegou a ser utilizada de verdade. Nós até a colocamos no site como teste, assim como nas redes sociais, mas só para ver como ficava. Eram outros tempos… Hoje é uma relíquia engraçada.

Primeira logo oficial.

Esta com a cor verde foi a nossa primeira logo oficial e esteve no site de março a outubro de 2012. Na época, o Plano Crítico era um site apenas de críticas de cinema (o vírus da ambição desmedida ainda não tinha batido), por isso escolhemos o subtítulo “aqui o cinema acontece“. Ao longo daqueles primeiros meses de existência do site, porém, começamos a adicionar críticas de séries, depois de quadrinhos e então de livros e música. Não fazia mais sentido ter uma logo com um lema exclusivo de cinema. E foi então que resolvemos mudar.

As mais conhecidas.

Finalmente as duas logos mais conhecidas do Plano Crítico! A da esquerda ficou no ar entre outubro de 2012 e março de 2013, sendo extinta juntamente com o site. A da direita foi a nossa logo de criação do novo portal, com uma proposta mais dinâmica para o monólito, agora também sugerindo uma daquelas antigas fitas VHS (pesquisem no Google para saber o que é!). Esta foi a que ficou no ar por mais tempo, de outubro de 2013 até agora, agosto de 2020.

O casamento do monólito com a tal fita de VHS foi algo que adoramos, já que era a reunião do filme que serviu de inspiração para o site com uma velharia tecnológica que mudou o mundo do entretenimento. Essa pegada de 2001 + velharia era algo que nós dois secretamente queríamos manter, mas, para não influenciar nosso designer, pedimos apenas que o monólito fosse de alguma forma mantido. A primeira batelada de propostas da nova logo veio e nós dois ficamos silentes, sequer trocando mensagens entre nós sobre o assunto. Falávamos de tudo, MENOS da logo até que o Luiz Santiago teve a coragem (ou seria a audácia?) de cutucar o Ritter Fan e mandar um “e aí?“. A resposta foi super-educada, algo como “e aí, o que? diz VOCÊ o que você achou, seu animal de rabo!“, o que foi seguido de mais silêncio e indiretas. A grande verdade é que, lá no fundo, não queríamos largar o osso, não queríamos deixar nossa logo de sete aninhos ir embora, assim sem mais nem menos.

Mas eis que nosso designer, então, muito malandramente, temos que admitir, secretamente criou uma nova versão, tascou-a diretamente no novo template do site sem nos avisar e, um belo dia, quando estávamos vendo frescurites aqui e ali — coisas do tipo “onde vai a coluna tal, ou cadê as frases-resumo” — eis que demos de cara com a nova proposta. Soltamos um coletivo e simultâneo “que C@R@%& O é esse?” (mas separadamente, já que nem na mesma cidade vivemos – ainda bem, porque já viu né…) e martelamos o designer com perguntas do tipo: “era para parecer aqueles logos de filmes dos anos 50 em 3D antigo?“, só que em caixa alta e com muito mais interrogações ao final. Do lado de lá, a resposta foi, em caixa baixa, com suor no rosto, e rabo entre as pernas, um singelo “sim“. E pronto, ADORAMOS o negócio e nos recusamos a ver qualquer outra proposta que ele porventura tivesse. Havíamos achado o nosso novo monólito + VHS, que carinhosamente batizamos de “monólito + 3D velho“!

Novamente, espero que gostem de nossa nova carinha!

HAL 9000

Data de 2013 as tentativas do Ritter em convencer o Luiz a mudar o nosso símbolo de avaliação — as boas e velhas estrelas que todo mundo e mais alguém usa — por um que dialogasse com a essência da nossa página, ou seja, que também estivesse aliado a 2001: Uma Odisseia no Espaço. E esse símbolo, claro, é o Computador Algorítmico Heuristicamente Programado, o vilanesco HAL 9000 que a gente vê no filme. Finalmente, após anos de sacrifícios a Cthulhu, Ritter conseguiu que a resistência do Luiz para esse tipo de modernidade ousada fosse embora e é com prazer que apresentamos para vocês o nosso novo símbolo de avaliações. Para “facilitar a leitura” de cada HAL concedido a uma determinada obra (na verdade é a mesma coisa que as estrelas, só mudou o símbolo, pessoal, então não há razão para desespero!), adicionamos também as descrições do que representa cada um deles, mas claro que com fonte de “computador velho”.

1ª versão

2ª versão

Nós acolhemos as observações super respeitosas de vocês sobre a estrutura do HAL e mexemos nele! Mantivemos a ideia do símbolo, mas a mudança deixou o HAL mais fácil de ser compreendido por todos! Isso é que é construir e melhorar juntos! Obrigado por serem tão bonitinhos conosco!

Essa mudança marca também a primeira vez nesses últimos setes anos que as imagens das avaliações são profissionalmente feitas, pois as estrelas que tínhamos eram BEM ruinzinhas, daquelas que parecem que foram feitas por dois completos incompetentes em design… Até achamos que nossos leitores foram tolerantes e nunca reclamaram daquelas verdadeiras espinhas com pus que pareciam colagens de Jardim da Infância em nossas críticas…

Essa provavelmente é a mais controversa alteração, mas queremos saber o que acharam, desde que as manifestações sejam exclusivamente de apoio, com aplausos efusivos e muitos elogios, he, he, he…

Nova Coluna

Não entraremos aqui em detalhes a respeito dessa nova coluna porque já está no ar um texto especial que fala detalhadamente a respeito (clique no link ao final do parágrafo). Queremos apenas dizer que esta é mais uma surpresa vinda com o novo portal, e cujo objetivo é colocar vocês em contato com cinematografias fora dos polos de produção mais famosos. Senhoras e senhores, conheçam a Mundo Crítico!

Um Sorteio Entre os que Mais Comentam

Outra coisa que fizemos nessa preparação para a estreia do Novo Plano Crítico foi olhar para os leitores que mais comentam no site, que estão periodicamente trocando ideias conosco, visitando diversas postagens, compartilhando seus pensamentos e fazendo o nosso dia mais feliz. Queríamos mimar um pouco esses leitores. Infelizmente não temos condições de presentear toda a nossa lista de leitores que comentam muito (a Marvel parou de depositar nosso dinheiro, aí já viu…), então pegamos uma lista extensa dos maiores comentaristas e, dentre eles, fizemos um sorteio, selecionando três dentre eles para receber um mimo temático do Plano Crítico em agradecimento pela parceira e por seguir interagindo conosco. Os três sorteados foram:

(1) Flávio Batista Dos Santos, (2) JC, e (3) Wagner

Caros sortudos, vocês têm até 72 horas para entrar em contato conosco pelo e-mail planocritico@gmail.com e procurar pela Dona Rita gritar pelo Luiz Santiago, que é quem vai administrar o envio dos mimos para vocês. Na mensagem, enviem também o link de seu perfil no DisqUs e o link de uma outra rede social, para que possamos fazer as devidas verificações.

Segue aqui o nosso agradecimento a todos os leitores que nos visitam constantemente e que estão sempre comentando nas críticas, colunas e tudo o mais que postamos por aqui. Muito obrigado por fazer essa roda da loucura girar!

Bem-vindos ao Novo Plano Crítico!

Depois de escrever sem parar, queremos apenas deixar uma coisa muito clara: a casa é de vocês! Sério, é REALMENTE de vocês. Temos corações moles e já dissemos algumas vezes ao longo desses anos que são nossos leitores que fazem o Plano Crítico ser o que é. Não temos exatamente pretensões de dominação mundial (mentira, temos sim…) e não necessariamente queremos ser conhecidos por todo o público cinéfilo do mundo (outra mentira…). O que realmente importa é que vocês gostem, que vocês continuem nos acompanhando – e claro, podem reclamar, pois vocês sabem que respondemos, conversamos, debatemos e tudo mais – e que ajudem a divulgar o site (e nossas páginas do Facebook, Twitter e Instagram) em suas redes sociais pessoais.

Fucem o novo site, tenham paciência com eventuais problemas que encontrem (e os reportem, por favor!!!) e vamos continuar nessa jornada incessante pelo mundo do audiovisual, da literatura, dos quadrinhos, da música e pelas demais artes!

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais