Home Colunas Entrevista | Déo Cardoso (Olhar de Cinema 2020)

Entrevista | Déo Cardoso (Olhar de Cinema 2020)

por Luiz Santiago
322 views (a partir de agosto de 2020)

Segunda entrevista do nosso crítico Michel Gutwilen no Festival Olhar de Cinema, edição 2020. Desta vez ele conversa com Déo Cardoso, diretor e roteirista que está exibindo o seu primeiro longa-metragem no evento, o elogiado Cabeça de Nêgo (tagueado como “projeto contemplado no Edital Baixo Orçamento Afirmativo da Ancine, 2016“). Em sua biografia no site do Olhar, descobrimos que o cineasta “tem especialização em Dramaturgia, pelo Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura (Fortaleza, CE), e Mestrado em Cinema pela Universidade de Ohio, Estados Unidos.

Na entrevista concedida ao Plano Crítico, Déo Cardoso falou sobre, dentre outros assuntos:

  • Referências cinematográficas e inspirações;
  • Educação e tecnologia;
  • Pensamento revolucionário;
  • Panteras Negras;
  • Diálogo audiovisual com as novas gerações;
  • Escolhas estéticas.

Você pode assistir à entrevista na íntegra através do vídeo abaixo. E não deixe de comentar também a sua opinião sobre as questões levantadas. Nos vemos ao longo do Festival!

NOTA: A entrevista foi inteiramente concebida e gravada pelo Michel.

Você Também pode curtir

3 comentários

Paulo Romulo 11 de outubro de 2020 - 07:56

Que massa!!!! Fiquei encantado com o filme… É tão bom a gente se ver representado na tela grande… Nossos maneirismos, nosso jeito de falar, a gente sente o cinema mais próximo nessas situações… Estou muito empolgado… Cabeça de Nego representa muito para a juventude cearense (nordestina como um todo). Será uma inspiração para muitos jovens que jamais imaginaram fazer cinema… Que lindo…

Responder
André Fernandes 10 de outubro de 2020 - 08:51

Mais uma entrevista excelente. Gostei bastante do Cabeça de Nêgo e esse papo dá uma expandida não só no filme mas também em questões socioculturais intrínsecas à própria obra. Que venham as próximas!

Responder
Michel Gutwilen 10 de outubro de 2020 - 10:48

Com certeza, é muito bom quando essa complementação faz o filme se expandir mais ainda e permanecer em nossas mentes. Entrevistado muito consciente e com muita sabedoria Obrigado por acompanhar, André.

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais