Lista | Mr. Robot – 4ª Temporada: Os Episódios Ranqueados

plano crítico mr robot 4 temporada elliot episódios ranking

Nota da Temporada

Nota da Série

Mr. Robot vai embora e deixa-nos com o coração partido, mas ao mesmo tempo, alegre. O programa teve um final absolutamente maravilhoso e uma temporada final de fazer inveja… Nessa lista, estão classificados todos os episódios desta última jornada, do menos maravilhoso para o maior deles, uma verdadeira obra-prima. Deixe também a sua listinha nos comentários e diga o quanto de saudade essa série vai te deixar..

.

12º Lugar: 410 Gone

O que torna a jornada ainda bastante válida é que Carly Chaikin e Grace Gummer estão incríveis em seus papeis e acabam dando uma sensação de que “estamos em casa”, mesmo que não estejamos. Em adição, ainda há o fato de que a fuga e a própria transferência/divisão do dinheiro para todo mundo que tinha perdido algo por ter uma conta na ECorp acontecem de maneira quase anticlimática. Nós ainda apreciamos alguns pontos aí porque encontramos uma dramaturgia azeitada, como já citei, e a sempre excelente direção de Esmail, com seus planos alucinantes e a câmera sempre viajando da maneira menos óbvia possível pelo cenário. Mas o episódio começa com uma uma enorme promessa e acaba enigmático demais, tendo uma trajetória que ganha mais pontos pela forma do que pelo que traz de contexto para nós. Não chega nem perto de ser um episódio ruim ou mesmo medíocre, mas está aquém da grandeza de todo o restante dessa temporada até o momento.

PLANO CRÍTICO GONE MR ROBOT

.

11º Lugar: 406 Not Acceptable

4X06

Visualmente, o capítulo foi composto de contrastes de cor e até de simetria entre sets onde diferentes personagens aparecem, quebrando ainda mais a nossa ideia de “verdade” e sugerindo que as intenções dos personagens aqui podem estar direcionada para um lado bem diferente do que a gente pensa. Lembram da fala de Whiterose? Chegou mesmo a hora de Elliot saber que estão do mesmo lado? Oh, eu não consigo segurar mais a ansiedade para a próxima semana… alguém aí faz o tempo voar, por favor!

Mr-Robot-Season-4-Episode-6-406 Not Acceptable plano critico

.

10º Lugar: 403 Forbidden

4X03

O final desse episódio é tão tenso, que o espectador sente aquele estranho medo de um perigo real que se pode ver através da janela. A trilha sonora vira apenas um zunido macabro (cellos e baixos fazendo o seu papel de puxar a alma do ouvinte) e a ameaça está dada. Aqui, duas possibilidades: ou ninguém está ouvindo e Elliot só está preocupado demais… ou alguém realmente está ouvindo e Tyrell Wellick começou com o pé errado a sua relação profissional com Whiterose. Independente do que vier, etá claro que coisa boa não deve esperar na esquina…

plano crítico mr robot 403 forbidden episódio

.

9º Lugar: 408 Request Timeout

4X08

Fiquei feliz em ver como o sistema de personalidades do Elliot funcionou após o choque da descoberta na semana passada e mais ainda com o retorno de Mr. Robot. O diálogo entre ele e Elliot é mais uma vez de partir do coração e Christian Slater está simplesmente incrível aqui. A personalidade do pequeno Elliot também tem um tratamento fantástico, inclusive na direção, com uma conclusão que me fez lacrimejar um pouco: “nós não estávamos fugindo, estávamos lutando contra“. Com mais cinco capítulos pela frente, começamos a sentir uma atmosfera de despedida e fechamento de janelas acontecendo. Mesmo que não tenhamos ideia do que nos aguarda adiante, uma coisa é certa: essa série vai deixar uma baita saudade.

plano crítico janice mr robot 408 Request Timeout

.

8º Lugar: 402 Payment Required

4X02

E esse “de novo” poderia ser algo negativo para o show, pela premissa apresentada, mas na verdade consegue nos deixar em polvorosa pela excelência com que a revelação é construída. Cenas como a conversa entre Phillip Price e Elliot (uma dança entre realismo fatalista e utopia ou projeto de mundo); entre Phillip Price e Whiterose (num conflito de interesses e poder, onde a maior força se enraivece por ter o mínimo de desconforto em seu grande plano) e entre Elliot e Darlene, que retomam a FSociety no dia da morte da mãe (percebam a simbologia), são momentos aplaudíveis técnica e narrativamente, mesmo que tenham aquela marca dramática meio suspeita, como se algo estivesse faltando no enredo (e a gente sabe que está, pois esse é o mote de todas as temporadas da série: sempre está faltando alguma coisa no sistema). Minha curiosidade para o que vem adiante não poderia ser maior. E notem que só estamos no segundo episódio da temporada. Tá bom pra vocês?

PLANO CRITICO MR ROBOT 402 Payment Required

.

7º Lugar: 401 Unauthorized

4X01

A interação entre Robot e Elliot é filmada de maneira cada vez mais cuidadosa, partindo de pontos diferentes do cenário e apresentando uma visão cênica complexa, dando a entender uma maior reclusão do protagonista (vejam os planos fechados nele) e uma tentativa de afastamento em relação à sua outra parte, que sempre faz os maiores movimentos de um ponto a outro, sendo aquele que procura se reconectar, inclusive assumindo a posição de narrador. No todo dessa relação que promete ser cheia de coisas intensas ao longo da temporada, Whiterose está prestes a colocar seu plano em ação (seja lá o que for esse plano), Tyrell Wellick já não aguenta mais a chatice de ser um “herói financeiro” dos Estados Unidos e Darlene não está lidando muito bem com a culpa pelo que aconteceu com Angela. Exceto Whiterose, ninguém está contente aqui. Motivo para grandes planos de vingança é o que não falta. Bem-vindos à última temporada de Mr. Robot.

plano critico mr robot 401 Unauthorized

.

6º Lugar: 404 Not Found

4X04

E por fim, o principal bloco do episódio, que começa com o dilema apresentado no final de 403 Forbidden, mas aqui entra no buraco dos “não encontrados”. O papel de Tyrell Wellick é colocado em xeque, e sua não-morte + o seu encontro com algo misterioso, à la maleta de Marsellus Wallace, traz muito mais perguntas do que respostas para o espectador. A grande questão aqui é que para mim, tudo o que foi apresentado é perfeitamente cabível dentro do ritmo e visão geral da temporada até esse momento, como se estivesse preparando terreno para um esperado ponto de virada, o que é óbvio pela forma como o episódio termina. Não temos respostas imediatas para nada, mas 404 Not Found certamente elevou a busca de Elliot a um nível diferente, trazendo à tona algo mais pessoal, íntimo e até patético às vezes, colocando a humanidade, os medos e os desejos de todos os personagens na linha de frente, enquanto o perigo pulsava e irradiava em algum lugar lá fora. Um episódio de Mr. Robot com pitadas de Twin Peaks. Que coisa mais linda.

plano critico mr robo 404 not found

.

5º Lugar: 409 Conflict

4X09

Como adição à já alta fogueira, temos esse “ato” ou personalidade de Elliot que Mr. Robot discute com outras duas personalidades. A intriga já foi plantada no começo da temporada e ganha pouco a pouco um espaço na reconstrução do protagonista. Eis aqui outra coisa que não consigo imaginar o que pode ser. Estamos na última temporada da série e Sam Esmail ainda consegue nos deixar intrigados por segredos relacionados ao personagem principal… É gênio que fala, não é? Cumprida a grande jornada da saga até aqui, a única coisa que nos falta é paciência para esperar o que o showrunner tem a nos oferecer na reta final que começa no próximo episódio. Uma coisa é certa, ainda tem mistério demais para nos segurar e nos abalar até o definitivo Finale. Haja coração.

plano crítico mr robot Conflict

.

4º Lugar: Series Finale

4X12 e 13

Mr. Robot manteve-se fiel à sua essência até o final, e a série inteira foi a jornada de preparação do mundo para que o nosso protagonista pudesse estar em um lugar melhor, depois de uma vida tão amargurada e desgraçada… A série termina com uma mensagem de esperança, mas não ignora as perdas, não ignora o egoísmo e os erros cometidos pelas pessoas. Todavia, o autor escolhe olhar para frente e trazer o verdadeiro Eu do protagonista à tona, agindo como uma espécie de pagamento inestimável para esse jovem tão complexo: ele enfim tem a oportunidade de ser ele mesmo. Que jeito mais lindo de finalizar um show! Que linda viagem foi essa que fizemos aqui! Muito obrigado por tudo, Sam Esmail! Goodbye, friend.

plano crítico mr robot eliot olho series finale

.

3º Lugar: eXit

4X11

Cada cena de conjunto desse episódio é um primor em si, com Christian Slater muito intenso e impressionante e Rami Malek e BD Wong absolutamente sublimes. A cena dos dois juntos, na sala preparada com as memórias de infância de Elliot fez com que eu me arrepiasse, tamanha a qualidade dos dois atores em cena, a força filosófica e política dos diálogos e as consequências que toda a sequência traz. eXit é a realização de uma promessa e uma mudança de tema na reta final da série feita com extrema qualidade mas que, confesso, me preocupa um pouco. Imaginando que cada um dos episódios finais tenha 1h de duração, estaremos diante de um tempo relativamente curto para fazer com que tudo isso se encaixe de uma vez por todas na linha central do drama — não apenas como consequência, mas como contexto, entendem? — e essa nova realidade dimensional também ganhe o seu próprio desenvolvimento/estabelecimento. Uma tarefa e tanto, convenhamos, mas por tudo o que já tivemos nessa série, penso ser bastante seguro confiarmos que Sam Esmail nos trará um digno ponto final. Pelo menos nessa versão do show, nesta Terra…

MISTER MR ROBOT PLANO CRÍTICO ExIT

.

2º Lugar: 405 Method Not Allowed

4X05

Esmail não cansa de nos impressionar e seus experimentos e inovações são sempre bem arquitetados para fazerem jus à temática do episódio e entregar mistérios através de mensageiros (ou seja, de técnicas) diferentes. O verborrágico capítulo onde nada se encontrava, ambientado exclusivamente numa noite, dá lugar a um episódio sem diálogos onde todo mundo encontra alguma coisa, e tudo isso durante o amanhecer e o pico do Sol. Uma aventura que une sublime composição narrativa, grande lógica sequencial (a montagem aqui é coisa de outro mundo) e inteligente alternância entre pura tensão, ação, suspense e problemas para serem resolvidos. Uma das melhores peças de TV desta década, sem sombra de dúvidas.

.

1º Lugar: 407 Proxy Authentication Required

4X07

No quarto e no quinto atos temos revelações que abalam o que conhecemos da série e também de Elliot, uma preparação de terreno e um alerta de perigo (já que ele está para se encontrar com o Deus Group) que coloca em máxima atenção a partida para ação que teremos daqui em diante. A descoberta do abuso pelo próprio pai na infância e o surgimento de Mr. Robot para proteger Elliot foi algo que me pegou de surpresa. Uma terrível história de origem para a criação das personalidades e que nos faz ter uma visão geral de como todo o sistema do subconsciente de Elliot pode funcionar. A série chegou a um ponto em que a gente só consegue mesmo sentar e esperar ser embasbacado. Quando terminou esse episódio, eu não sabia exatamente como reagir, tamanho o choque, a qualidade com que essa informação foi construída e passada para nós e o que ela significa para o todo. Mais um episódio histórico para a TV.

plano crítico mr robot crítica 407 Proxy Authentication Required

LUIZ SANTIAGO (OFCS) . . . . Após recusar o ingresso em Hogwarts e ser portador do Incal, fui abduzido pela Presença. Fugi com a ajuda de Hari Seldon e me escondi primeiro em Twin Peaks, depois em Astro City. Acordei muitas manhãs com Dylan Dog e Druuna, almocei com Tom Strong e tive alguns jantares com Júlia Kendall. Em Edena, assisti aulas de Poirot e Holmes sobre técnicas de investigação. Conheci Constantine e Diana no mesmo período, e nos esbaldamos em Asgard. Trabalhei com o Dr. Manhattan e vi, no futuro, os horrores de Cthulhu. Hoje, costumo andar disfarçado de Mestre Jedi e traduzo línguas alienígenas para Torchwood e também para a Liga Extraordinária. Paralelamente, atuo como Sandman e, em anos bissextos, trabalho para a Agência Alfa. Nas horas vagas, espero a Enterprise abordar minha TARDIS, então poderei revelar a verdade a todos e fazer com que os humanos passem para o Arquivo da Felicidade, numa biblioteca de Westworld.