Lista | Top 10 – Obras Para Ter Medo do Natal

A cartilha cristã reza que o Natal é o período para confraternizar: amor, agradecimento, dedicação, solidariedade, paz, dentre outras ações e sentimentos elevados. A indústria cinematográfica, no entanto, já nos apresentou diversos contos natalinos mais assustadores que as noites de Halloween. Selecionamos alguns para você, caro leitor, por onde de intensidade narrativa e criatividade. Vamos nessa?

 

10º. A Noite do Pavor (1980)

Dirigido por David Hess, A Noite do Pavor é um slasher bem básico, sem o fluxo de sangue de filmes como Natal Sangrento e Noite do Terror. Lançado em 1980, a trama versa sobre cinco jovens garotas que estão à espera dos seus respectivos namorados, tendo em vista comemorar as férias, em especial, os festejos natalinos. As coisas dão errado logo na chegada, pois um psicopata vestido de Papai Noel surge para estabelecer seus planos de vingança.

.

9º. Fábula Macabra (1972)

Dirigido por Curtis Harrigton, Fábula Macabra não chega a ser um filme aterrorizante, mas ainda assim, subverte a fórmula natalina de paz, amor e alegria. Espécie de variação do conto popular João e Maria, a narrativa apresenta ao público uma idosa que convida crianças de um orfanato para festejar um natal numa ceia fabulosa. O que todos não sabem é que o convite vem acompanhado de intenções macabras.

.

8º. Uma Noite de Fúria (2005)

Dirigido por David Steiman, Uma Noite de Fúria é questionável enquanto “filme”, pois há muitas bizarrices dramáticas e técnicas em sua estrutura. No entanto, a maneira como subverte o Papai Noel é muito interessante. Na trama, somos informados que o “bom velhinho” na verdade sempre foi muito maléfico. Conta a história que certo dia, ele perdeu uma aposta para um anjo e teve que cumprir o combinado: ser agradável e bonzinho por um milênio. Agora que a promessa da aposta chegou ao fim, cabe ao Papai Noel voltar a atuar com toda a maldade que há resguardada no fundo de sua alma.

.

7º. Krampus – O Terror do Natal (2015)

Dirigido por Michael Doughherty, Krampus – O Terror do Natal é um filme inspirado na mítica criatura baseada no folclore germânico que nomeia o filme. Na trama, uma família está em profunda crise no Natal. Um dos estopins é a ação indevida de uma criança que irada, rasga a carta enviada pelo Papai Noel. Assim, os familiares desunidos são perseguidos por Krampus, monstro que pune aqueles que não se comportam devidamente no Natal.

.

6º. P2 – Sem Saída (2007)

Dirigido por Franchy Khalfoun, P2 – Sem Saída é agonizante filme de suspense, com um psicopata persecutório a aterrorizar uma funcionária em plena saída do escritório após as comemorações de Natal com o grupo de trabalho. Ao seguir para casa, tendo em vista encerrar os festejos natalinos com a família, ela sequer imagina os momentos de horror a que será submetida. Wes Bentley assume o posto de psicopata. Rachel Nichols interpreta a perseguida. Uma noite de Natal infeliz e inesquecível.

.

5º. Jack Frost (1997)

Dirigido por Michael Cooney, Jack Frost é um filme ruim enquanto realização cinematográfica, mas com uma história potencialmente interessante. Na trama, um assassino morre e retorna na forma de um boneco de neve, responsável por espalhar sangue e terror numa cidade. Todos que esperavam presentes e comemorações adentram numa paranoia coletiva até o desfecho, quando a situação é supostamente resolvida.

.

4º. Contos da Cripta – 1ª temporada (1997)

Dirigido por Robert Zemeckis, And All Through The House é um dos episódios da primeira temporada da série antológica de horror Contos da Cripta. Uma mulher se acha esperta o bastante e mata o marido para ficar com o dinheiro do seguro. Como castigo, passa a ser perseguida por um psicopata que fugiu de um hospício e vestido de Papai Noel, inicia o projeto para matá-la.

.

3º. Perigo Próximo (2016)

Dirigido por Chris Peckover, Perigo Próximo é uma trama tão cheia de reviravoltas e absurdos que chega a ser incômoda. No filme, repleto de referências cinematográficas, Ashley (Olivia DeJonge) é contratada para tomar conta de Luke (Levi Miller), um menino aparentemente introspectivo. O que ela não esperava é a presença de invasores que colocam a vida de todos em perigo. Para os desavisados, há surpresas inesperadas logo após o primeiro ato. Um Natal inesquecível para Ashley.

.

2º. Estrada Maldita (2007)

Dirigido por Gregory Jacobs, Estrada Maldita é um filme de orçamento baixo, mas qualidade narrativa muito acima da média. No filme, dois jovens trafegam por uma estrada em Delaware, rumo ao Natal no lar, mas um pequeno acidente de carro os tira da programação. Atolados na neve, enfrentam o frio e a presença sobrenatural que paira no local, fruto de acontecimentos trágicos do passado.

.

1º. Natal Sangrento (1984)

Dirigido por Charles E. Sellier, Natal Sangrento é um slasher repleto de defeitos dramáticos, mas extremamente divertido e coeso dentro da cartilha dos filmes de psicopatas que usam uma fantasia durante o Natal, tendo em vista ceifar algumas vidas por conta de seus traumas do passado. No filme, um garoto é testemunha dos assassinatos de seu pai em plena noite de Natal, durante uma viagem por uma estrada deserta. Ao ser enviado para um orfanato, passa por maus tratos e cresce revoltado, vestindo-se de Papai Noel no Natal e deixa um rastro de sangue e corpos mutilados.

E você, quer compartilhar as suas histórias macabras de Natal?

LEONARDO CAMPOS . . . . Tudo começou numa tempestuosa Sexta-feira 13, no começo dos anos 1990. Fui seduzido pelas narrativas que apresentavam o medo como prato principal, para logo depois, conhecer outros gêneros e me apaixonar pelas reflexões críticas. No carnaval de 2001, deixei de curtir a folia para me aventurar na história de amor do musical Moulin Rouge, descobri Tudo sobre minha mãe e, concomitantemente, a relação com o cinema.