Home Audiodramas Crítica | O 8º Doutor: Guerra do Tempo – 1ª Temporada

Crítica | O 8º Doutor: Guerra do Tempo – 1ª Temporada

por Luiz Santiago
206 views (a partir de agosto de 2020)

Esta 1ª Temporada da série The Eighth Doctor: The Time War (2017) serve como prequel da série The War Doctor, mostrando todos os esforços do 8º Doutor (Paul McGann) em se manter afastado da guerra. Quando eu soube que a Big Finish iria fazer essa série, confesso que fiquei preocupado. O problema inicial com o conceito é que o Doutor não se envolveria no conflito dos Time Lords com os Daleks, assim sendo, uma série intitulada “O 8º Doutor: Guerra do Tempo” não teria exatamente muita coisa de interessante para oferecer dentro desse recorte específico. Mas ainda bem que eu estava enganado.

É verdade que os roteiros insistem constantemente nessa ideia de afastamento do 8º Doutor de todos os horrores da guerra, mas no todo, a série mostra como ele viu a corrupção cada vez mais intensa de Gallifrey, inicialmente tentando traçar uma linha compreensível frente ao avanço de dominação Universal dos Daleks. Logo, porém, essa linha é extrapolada em todos os sentidos, ao ponto não ser mais possível “distinguir quem era quem”, frase que conhecemos em The Night of the Doctor e que agora comprovamos com pesar. Em outras aventuras como Day of the Vashta Nerada e a Temporada Infernal Devices vemos a reafirmação desse cenário, em um ponto bem mais avançado da guerra e com um estágio ainda mais lamentável dos métodos infames de Gallifrey para tentar exterminar os seus inimigos.

É por isso que nos quatro capítulos que formam essa estreia do 8º Doutor na Time War (a saber: The Starship of TheseusEchoes of WarThe ConscriptOne Life) o espectador se vê sem fôlego e cada vez mais compreendendo os motivos que levaram o protagonista a renegar o seu “nome escolhido” e se tornar um guerreiro, alguém engajado em colocar fim ao horror que dominava o Universo. E vejam que aqui estamos no que parece ser os primeiros anos da guerra! Na primeira e melhor aventura da Temporada, encontramos o Time Lord ao lado de sua companheira Sheena, tentando tirar umas férias (nem preciso dizer que isso dá errado, né?). O roteiro de John Dorney (que também escreve o episódio final) explora com grande facilidade e inteligência os primeiros abalos na malha espaço-temporal causados pela Time War, trazendo confusão de eventos, apagamento de memória e reconstrução de acontecimentos que nem o Doutor nem a sua companheira têm ideia do que sejam.

plano crítico The Conscript doctor who time war

Tanto esse primeiro momento quando o episódio seguinte (escrito por Matt Fitton, também autor do terceiro episódio) revelam uma “luta indireta” do Doutor, procurando se colocar ao lados dos que não podem se defender e de fato fugindo dos mandos e desmandos de Gallifrey. É por isso que o Piloto e parte do segundo episódio são os melhores da temporada. Neles, temos uma exploração externa da guerra, uma visão de como ela afeta diversas espécies e de como espanta aqueles que estavam longe do conflito e nunca imaginavam que tudo aquilo poderia chegar até eles. Mas o horror sempre chega.

Já nos dois episódios finais há uma mudança de abordagem por parte dos roteiros. Começamos a acompanhar o Doutor a partir de sua presença no Exército, sendo forçado por Ollistra e Cia. a agir como soldado, uma tentativa dos Senhores da Guerra de Gallifrey em ter em atividade um de seus melhores estrategistas, alguém que tantas e tantas vezes já batalhou contra os Daleks. É aqui que eu começo a ter problemas com o enredo. As tramas são até que bem conectadas, mas o tratamento mais expansivo dado no início… se perde, tornando as histórias mais burocráticas, até para o padrão de Gallifrey. Aproveitamos, porém, a relação cheia de alfinetadas entre o Doutor e Ollistra e a maneira como mais uma vez, o Time Lord sentiu o peso de sua decisão de jamais se envolver na guerra. Um peso que lhe é citado como marca moral diversas vezes ao longo do arco e que ele pode observar pelas muitas mortes à sua volta. E isso era só o começo do conflito…

The Eighth Doctor: Time War Vol.1 (Reino Unido, 26 de outubro de 2017)
Direção: Ken Bentley
Roteiro: John Dorney (#1 e 4), Matt Fitton (#2 e 3)
Elenco: Paul McGann, Olivia Vinall, Rakhee Thakrar, Nimmy March, David Ganly, Sean Murray, Hywel Morgan, Laurence Kennedy, Nicholas Briggs, Jacqueline Pearce, Karina Fernandez, Nick Brimble, Katy Sobey, Okezie Morro
Duração: 4 episódios c. 50 minutos cada

Você Também pode curtir

17 comentários

Odimara 23 de abril de 2020 - 16:00

ótima crítica. Baixei os audiosbooks e não gostei tanto da era do oitavo, apenas dele com a companion claire e os quadrinhos.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 23 de abril de 2020 - 16:30

Da série original dele eu só ouvi 5 episódios, se não me engano. Gostei da maioria, exceto aquele do Glam Rock, pelo amor… Chegou a ouvir essa série dele na Time War?

Responder
Odimara 23 de abril de 2020 - 16:38

Gostei do que eu conseguir baixar, time of the daleks e Neverland, eu achei apenas algumas infelizmente. A Time War estou doida para ouvir, mas até agora não achei nem do Doutor da Guerra aff.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 23 de abril de 2020 - 16:38

Nossa, a série do War Doctor é maravilhosa! Amo demais! Se conseguir, ouça!

Responder
Odimara 23 de abril de 2020 - 17:23

luiz apague por favor do pessoal me atacando

Odimara 23 de abril de 2020 - 16:38

O problema onde achar, a ultima vez que te pedir, você disse que não lembrava. Preciso de uma luz kkkkk.

Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 23 de abril de 2020 - 17:37

De material para acesso fácil só tenho mesmo o daquele que te passei por e-mail. O restante da BF eu ouço pelo serviço deles mesmo. Agora os livros antigos de conto não tenho como dar luz, realmente não sei não…

Odimara 23 de abril de 2020 - 17:41

se der apague la no teu post um usuário ta querendo me difamar, no email até mandei meu face pra tu ver.

Odimara 23 de abril de 2020 - 17:41

mas o serviço deles é pago?

Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 23 de abril de 2020 - 17:51

É pago! Mas tem umas opções legais para ouvir uns áudios gratuitamente pelo SoundCloud. E se você tem Deezer ou Spotify você pode ouvir uma PORRADA de episódios da Main Range, além de várias outras séries. Tem tudo lá.

Odimara 23 de abril de 2020 - 17:56

O comentário que pedi, está no post de westworld, o usuário darwin alguma coisa que é bot, ta envolvendo o nome do meu irmão. Peço por gentileza que apague. Aqui no plano é o unico lugar que me sinto a vontade pois os comentarios precisam de aprovação.

Odimara 23 de abril de 2020 - 17:56

Entendi, infelizmente não estou podendo pagar : (

Rafael Lima 11 de abril de 2020 - 23:35

Acho que o desafio dessas histórias do 8º Doutor na Time War é não torna-las aventuras do War Doctor com o 8º no lugar. Por que não se tratam apenas de encarnações com personalidades diferentes, mas com papeis bem diferentes dentro da guerra.

Nas duas primeiras histórias, são mais o que eu espero das aventuras do 8º nesse período de sua vida. Ele lida com as consequências da Guerra, mas não com o conflito em si, pois ele o evita. Já as duas ultimas histórias, embora tenham uma justificativa narrativa para essa participação mais ativa do 8º me soam como aventuras que estão ocorrendo com a encarnação errada, e ai eu super concordo com o que a @disqus_tdwJ4VywKX:disqus põe abaixo, parece rolar meio que um ruído na caracterização do 8th, não chega a ser uma descaracterização, mas fico com a impressão de que algo não está certo.

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 12 de abril de 2020 - 15:38

Assim como no caso da Mônica, entendo sua posição, especialmente no caso das histórias finais. E isso realmente é um desafio para a série, uma vez que a gente sabe que o 8º Doutor esteve na Guerra, embora tentasse fugir o tempo inteiro dela… Possivelmente o momento mais complicado de se escrever sobre ele.

Responder
Mônica Barros 11 de abril de 2020 - 00:06

Sinceridade… não gostei destes áudios. Adoro praticamente todos os áudios anteriores do 8th Doctor. Considero a série “Doom Coalition” a única a se equiparar a “The War Doctor” em termos de ambição, emoção, criatividade e genialidade. Depois de ouvir essas duas, fica até difícil avaliar desapaixonadamente este “Guerra do Tempo”. O 8th sem aquele entusiasmo, romantismo, idealismo… não é o “meu” 8th. E a companion genérica também não ajuda. Os personagens coadjuvantes também não me cativaram. Valeu – como sempre vale – pela maravilhosa Ollistra. Portanto, não ouvi os outros volumes desta série e só ouvirei se alguém me convencer do contrário… (rs)

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 11 de abril de 2020 - 15:28

Embora não concorde com o que você disse, entendo de onde veio o pensamento. Minha leitura aqui, porém, está diante da construção do personagem, de uma clara (e imensa) mudança em seu caráter. Se a gente pensar bem, um homem como o 8º Doutor chegando nas beiradas da Time War… Faz bastante sentido o comportamento um tantinho diferente dele por aqui. Mas vai de cada um mesmo. Doom Coalition está na minha lista, mas acho que devo demorar um pouco até chegar nela hehehehe.

Responder
Odimara 23 de abril de 2020 - 16:00

Oi Luiz estou vendo que tem uns usuários tentando causar confusão. Isso aconteceu após um rolo do meu irmão com ex colega dele do site e alguns outros amigos desse editor. Minha conta no face é Odi Fortune, e meu email vc já tem. Vc não lembra mas anos atrás vc conversou comigo no email avisando dos trechos do post, eu falei com meu irmao e ele ja havia deletado. Meu irmão não faz mais isso. Peço desculpas pelo transtorno, isso ta acontecendo por ouros motivos.

Eu fui moderadora de um site, e sair, mas esse usuário fez um exposed de posts antigos do meu irmão, ele não comete mais estes erros. E agora estão pegando no pé da gente. Você pode conversar comigo tanto no face quanto no email só avisar.

depois que ler apague por favor.

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais