Home QuadrinhosEm Andamento Anti-Crítica | Heróis em Crise #9: Finale: Todos Nós

Anti-Crítica | Heróis em Crise #9: Finale: Todos Nós

por Luiz Santiago
216 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS! Confira as críticas para as outras edições da série aqui.

São XXhxx agora, aqui na minha GADO-caverna. À minha frente, um copão com meu milk shake de puro ódio, o meu companheiro de sempre. E enquanto procuro dissipar o imenso horror e frustração após a leitura dessa revista final de Heróis em Crise, eu me dou conta de que esse texto não será uma crítica. Não poderá ser. Uma Anti-Crítica é o que este Everest fecal merece.
.

Os Verdadeiros e Indiscutíveis Fatos a Respeito do Crânio de Tonho Rei

.
O que nós sabemos sobre isso até agora? Bom, sabemos que dentro desse receptáculo havia um cérebro até certo momento da timeline de Tonho. Daí veio O Casamento. E Heróis em Crise. E começamos a perceber que havia algo de muito errado com o interior do crânio de Tonho. Tonho já não era mais “o” Tonho. Tonho era outro sabe-se lá o quê.

[espaço reservado para você fingir espanto diante desta constatação]

Minha defesa de que Tonho (o original, da Terra Prime) foi abduzido e substituído pelo Tonho da Terra… qual é a Terra que tem os Tonhos estúpidos mesmo? Bom, não me lembro agora, então vou chamar de Terra-🤪. Pois bem, trouxeram esse Tonho e colocaram-no para escrever esse enredo. Tão logo isso se deu, um efeito muito peculiar começou a acontecer. Algo que infelizmente atinge alguns indivíduos da Terra Prime após terem contato com material produzido por alguém da Terra insana. Algo Universalmente conhecido como Choramingo de Mentecaptalização Aleatória na Busca de Dourar a Pílula Para Roteiristas de Estimação.

[na Terra Prime, essa doença é popularmente conhecida como “burrice nerd]
.

A Tonhoreização da DC ou O Triunfo da Terra-🤪 

.
Neste momento, o Engomadinho ⅝³π está compartilhando esse texto com os Homens-Monóculo e todos contorcendo-se em desespero, uivando para uma Lua inexistente, tentam se fazer entender pela BABA VERDE que lhes escorre pelas presas podres: “Quem esse ninguém arrombado pensa que é?“. Traduzindo do greglorpês “quem esse arrombado pensa que é para falar assim do meu Toinho Reizinho?“. Bem, caro Engomadinho ⅝³π eu sou o Crítico Arrombado Bosta Lixo Prepotente do Caralho Nº1, título que nós aqui do Plano Crítico recebemos como honraria máxima durante o 69º Festival de Críticos Arrombados Bosta Lixo Prepotentes do Caralho, na linda e enevoada vila de Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch (sim, seu incrédulo sujo, fedido e infame, esta vila existe, pode pesquisar!). E é com os poderes a mim atribuídos por este honroso e áureo título que eu venho aqui dizer:

  • Não adianta você jogar a carta morta de “ui, mas se você ler o Flash do Mark Waid e do Geoff Johns…”

O que a gente nota nessas fases, de uma vez por todas, é a grande importância que a família tem para o Wally. Não é algo novo, convenhamos, mas esses runs delinearam e escavaram isso de maneira excelente. O que esses runs NÃO  fazem é: dar carta branca para Wally se tornar um assassino; abrir as portas para Wally perder a esperança mesmo tando que lidar com perdas e danos (como qualquer humano, herói ou não!!!); incriminar pessoas; entregar dados secretos para ser exibidos na TV; trair aqueles que confiaram nele. Existem pelo menos umas 45 trilhões de formas de fazer com que um herói perca o controle de poderes ou se sinta afetado, deprimido, arrasado pela saudade de sua família. Todavia, nenhuma dessas formas validam a transformação de um cara como Wally West em vilão. Porque é isso que ele se torna em Heróis em Crise. Está feliz agora, Belzebu?

  • Não adianta você dizer “ah, mas eu gostei dos Robins aqui, então a edição não é toda perdida!“…

Sim, porque o objetivo dessa série foi explorar as várias versões de Robin falando das outras versões do Robin. Ahã.

  • Não adianta você dizer “ei, mas eu me emocionei com Arlequina abraçando a Nova Hera, logo essa edição é excelente!“…

Nesse caso, vamos analisar essa declaração a partir de uma gigantesca pesquisa feita pela NASA em março deste ano de 2019 — Fonte: DA MINHA CABEÇA, Vozes. 69ª Ed. p.6969. O resultado sobre a declaração de uma qualidade qualquer para esta edição está representado no gráfico abaixo.

VOCE TA ERRADO

Além disso, vamos convir que absolutamente nenhuma daquelas páginas com as “confissões” serviram para alguma coisa na trama. Encheção de linguiça nível Tonho Rei. Vamos convir que ainda está para existir uma representação mais hipócrita da Batgirl do que esta aqui. Vamos convir que o encerramento deste horror não encerra o horror de fato, “apenas” mostra a consequência master e se lambuza ainda mais neste coliforme que a DC resolveu chamar de “roteiro”.
.

Tonho e as Tonhetes

Era uma vez uma boa ideia sobre heróis que estavam atravessando uma situação de estresse pós-traumático. Mas isso só durou um par de edições. Fim.

Agora… Bem-vindos ao reino de descaracterização, desrespeito, deturpação de conceitos e psicologia e do próprio cânone da DC pós-Renascimento!!!

Pelo visto, esta será uma série aclamadíssima na Terra-🤪. Deverá rapar uns 12 prêmios Eisneira e contar com a defesa das Tonhetes Defensoras do Indefensável, o grupo de anti-heróis que acham que para “fazer algo fora da caixinha” e “não entregar mais do mesmo para o público” é simplesmente destruir personagens e inventar asneiras dramáticas em roteiros mal escritos. Triste fim. Dá vontade de correr até a borda da Terra plana e pular. Seria melhor ter visto o filme do Pelé em loop, por 9 meses…

Heroes in Crisis #9: Finale: All of Us (EUA, 29 de maio de 2019)
Roteiro: Tom King
Arte: Clay Mann
Cores: Tomeu Morey
Letras: Clayton Cowles
Capa: Clay Mann, Tomeu Morey
Editoria: Jamie S. Rich, Brittany Holzherr
22 páginas

Você Também pode curtir

92 comentários

Luís Vicente 28 de maio de 2020 - 00:21

O Wally Já pode ser considerado o personagem mais odiado pela dc?

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 28 de maio de 2020 - 03:37

Putz, se não for o primeiro, tá no TOP 3, viu!

Responder
Luís Vicente 28 de maio de 2020 - 12:02

Cara, wally é meu personagem favorito na dc, eu adoro qse td criado pro personagem no pre flashpoint, então nem preciso dizer o quão chateado fiquei quando resolveram dar um chá de sumiço nele no tenebroso novos 52, aí qnd ele voltou lá nas primeiras edições de flash e titãs eu fiquei bem contente e muito esperançoso qnt ao futuro do personagem, mas mds… Depois disso foi só ladeira a baixo, conseguiram n só descaracterizar completamente o personagem como tbm destruir td a essência dele, sinceramente, se era p fazer isso, era melhor deixar ele sumido mesmo…

Responder
Carlos Henrique 1 de junho de 2019 - 23:59

No futuro Heróis em Crise será lembrada como a história que era boa em teoria e péssima na prática.
E fico aqui pensando: “quando foi que deu errado?”

Responder
Luiz Santi🐂GADO 2 de junho de 2019 - 00:38

Acho que começou a dar errado nas escolhas da 2ª edição. O que foi feito ali plantou a semente que apodreceria no futuro.

Responder
Carlos Faria 1 de junho de 2019 - 01:59

Esse negócio deve ser uma bomba mental mesmo, pois sua anti-crítica me fez reler todas as anteriores e parar no youtube para ver isso….

https://www.youtube.com/watch?time_continue=19&v=fHxO0UdpoxM

Responder
Luiz Santi🐂GADO 1 de junho de 2019 - 02:16

Esse cara pronunciando o nome da vila é sensacional! Os “LL” da palavra tem um som estranho, não é som de “L”. HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAH

E que bom que foi conhecer um pouco das outras Anti-Críticas. Só doideira, só doideira!

Responder
Carlos Faria 1 de junho de 2019 - 10:20

Pior que não foi das anti-críticas, mas das críticas “normais” dessa saga maravilhosa rsrsrs. Foi como ver o Monstro do Pântano radiante no início ir se desfazendo progressivamente depois de receber um coquetel dos bons agrotóxicos que vem sendo liberados atualmente pelo nosso governo!

Responder
Luiz Santi🐂GADO 1 de junho de 2019 - 12:34

Nossa, sua comparação foi perfeita!

Responder
George Hora 31 de maio de 2019 - 21:47

Leio quadrinhos de linha (e não só encadernado ou album de luxo) a 32 anos, ja li muita porcaria, em especial nos anos 90, nos últimos 5 ou 6 anos a coisa voltou a complicar tanto na Marvel quanto na DC, no entanto, tenho uma certeza, esse negócio é uma briga boa com Desafio Infinito sobre uma HQ que simplesmente ñ faz sentido ou diferença, todo o potencial nasceu e morreu na premissa, a única coisa que prestou foram as resenhas críticas aqui no site. Pra mim chegar ao fim foi um exercício de amor a 9° arte ou um ato de masoquismo.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 31 de maio de 2019 - 23:24

@georgehora:disqus obrigado por acompanhar esse processo aqui conosco, pelo menos uma salvação no meio desse lamaçal todo. E olha, chega um momento que a gente nem tem de onde tirar mais decepção com essas editoras. É cada invencionice sem sentido que vou te dizer…

Responder
Anônimo 31 de maio de 2019 - 14:50
Responder
Luiz Santi🐂GADO 31 de maio de 2019 - 16:12

Totalmente!

Responder
GENIO PLAYBOY E SAFADÃO VOLTOU 31 de maio de 2019 - 13:57

Vc não imagina a felicidade que eu fico quando entro no site e me deparo com isso
https://www.planocritico.com/wp-content/uploads/2016/05/lixo_toxico_estrelas.jpg
Dito isso, eu devo sugerir que vcs criem uma tag nomeada de “lixos atomicos” pra nos podermos achar esses lixos com facilidades

Responder
Luiz Santi🐂GADO 31 de maio de 2019 - 16:12

HUAHAUAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHAUHAUAHUAHAU

VOCÊS SÓ QUEREM VER O CAOS!!!

Responder
damian wayne 30 de maio de 2019 - 23:42

Sempre previ que o Tonho teria o mesmo caminho de Bendis, onde depois de criar masterpieces viria com um mar de bostas.

Bom, só não pensei que aconteceria tão cedo.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 31 de maio de 2019 - 00:08

A questão é: será que se redime?

Responder
planocritico 31 de maio de 2019 - 18:30

Bendis continua escrevendo histórias brilhantes, vide os últimos arcos de Jessica Jones, seu último trabalho na Marvel e o recente Cover já para a DC.

Abs,
Ritter.

Responder
Leonardo Pires de Oliveira 30 de maio de 2019 - 22:39

“o grupo de anti-heróis que acham que para ‘fazer algo fora da caixinha’ e ‘não entregar mais do mesmo para o público’ é simplesmente destruir personagens e inventar asneiras dramáticas em roteiros mal escritos”

Jurei que tava lendo a crítica do final de GoT…

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 23:25

HAUAUHUAHAUAHUAHAUAHUAHAU você não presta, @leonardopiresdeoliveira:disqus!!!

Responder
Lucas Casagrande 30 de maio de 2019 - 21:57

Essa série é um insulto tremendo ao leitor, a propria DC e a essencia do Wally

Na boa, Tom King e Dan Didio vão ambos tomarem no meio do rabo

Ps: unica coisa boa em ter lido essas 9 merdas de edições foi ler suas criticas hahaha

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 22:11

Ah, que orgulho ter sido a única coisa boa. Mas foi triste, meu amigo, foi triste…

Se alguém tinha curiosidade sobre os 4 Cavaleiros do Apocalipse, 2 deles nós já conhecemos: Tom King da Terra-🤪 e Dan DiDio.

Responder
Nara Toledo 31 de maio de 2019 - 11:46

Hahahah 😂

Responder
critico reverso 30 de maio de 2019 - 19:59

Mais uma pra mesma categoria que a quarta temporada de arrow

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 21:43

Nossa, esses se merecem mesmo.

Responder
critico reverso 30 de maio de 2019 - 21:57

A pior parte que os dois são um baita desperdício de potencial

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 22:11

Concordo.

Responder
Vinicius S Pereira 30 de maio de 2019 - 14:37

E não é que a vila existe mesmo? kkkkkkkkkk.
Agradeço aos deuses por ter dropado na edição 2 já…

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 17:19

Eu disse que existia, eu disse!!! AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA

Responder
pabloREM 30 de maio de 2019 - 13:19

Eu não li essa série, provavelmente não lerei. Dito isso, ainda assim foi muito bom e divertido acompanhar as críticas. Agora, os primeiros parágrafos, apresentando o comportamento do escritor e de seus fãs lembram muito aquela horda existente nas redes sociais que defendem com unhas, dentes e cegueira o seu político de estimação (que também tem problemas mentais e ocupa lugar de destaque) e sua respectiva família…rs

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 21:57

Pois é, os fanáticos têm endereço certinho, né? Todos parecem seguir o mesmo tipo de roteiro de abertura para o fanatismo… É impressionante!

Responder
Camilo Lelis Ferreira da Silva 30 de maio de 2019 - 12:53

Por Que os Editores ODEIAM Wally West?

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 17:19

Só Zolomon sabe, meu querido. Só Zolomon sabe…

Responder
IDRIS ELBA RAMALHO 30 de maio de 2019 - 12:53

O negócio é que o Tom King era BOM. Não era a coisa marivilhosa que diziam, não era um gênio, não eras o novo Alan Moore… Ele era um cara competente que fazia boas histórias e tinha até ótimas sacadas, como um Greg Rucka da vida.

Mais depois de tratarem ele como um gênio e rei dos escritores, parece subiu a cabeça dele, suas histórias se tornaram cada vez mais prepotentes e ao mesmo tempo sem graça. O Batman dele é uma merda. E nem vem com “Ai, as nuances, a psicológico do personagem, a fragilidade…” por que não dá. É a maior desculpa esfarrapada. Escritores anteriores conseguiram mostrar um mais lado frágil e psicológico do personagem sem tornar as histórias um saco.

Essa minissérie, Jesus… Parece até que ele tá fazendo um teste de fidelidade pra ver até onde os leitores aguentam.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 17:20

Comentário que representa minha alma, meu ser… Gosto bastante do Tom King antes da abdução. Mas é bem isso que tu disse, parece que subiu à cabeça, aí tá ele agora, cantando de galo e tentando “inventar a roda” quando escritores conseguiram fazer bem melhor e com bem menos — e melhor: dando novo fôlego às suas narrativas. Daí vem o cara querer fazer essas coisas épicas e olha o que dá.

DECEPÇÃO / ATRÁS / DE / DECEPÇÃO

Responder
IDRIS ELBA RAMALHO 31 de maio de 2019 - 14:20

“quando escritores conseguiram fazer bem melhor e com bem menos — e melhor: dando novo fôlego às suas narrativas.”

Pois é, exatamente isso. Como o Bryan K Vaughan, por exemplo. Um cara que faz o simples, mas faz bonito. Consegue fazer tramas intricadas e densas como “Y: The last Man” e “Ex-Machina”, mas também escreve histórias descompromissadas como “Fugitivos” ou “Paper Girls”.
Quando li o Visão e Xerife da Babilônia logo pensei, “Porra, aí sim!”. Foi o que eu senti ao ler as primeiras edições de Ex-Machina.
Mas então a DC deu contrato de exclusividade e carta branca pro cara, aí foi ladeira a baixo, tristemente…
Parece que os alienígenas que abduziram e substituíram o Frank Miller levaram o cara, resta esperar que o tragam de volta algum dia.

Responder
planocritico 31 de maio de 2019 - 16:31

A diferença é que o Miller passou décadas escrevendo obras-primas atrás de obras-primas…

Abs,
Ritter.

Responder
IDRIS ELBA RAMALHO 31 de maio de 2019 - 21:39

É verdade, o Miller foi um mestre. Pena que o coitado pirou depois do ataque as torres gêmeas, por que o que ele fez com os heróis urbanos… Ninguém fez melhor que ele.

Leonardo Pires de Oliveira 30 de maio de 2019 - 22:39

Desculpa mas depois desse “teste de fidelidade” eu realmente quero o Batman casado sendo testando em seu matrimônio, enquanto a Mulher Gato tá num auditório com o João Kleber…

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 23:25

É só que está faltando nesse run do Tom King!

Responder
Derek Santos 30 de maio de 2019 - 23:06

É EXATAMENTE O QUE PENSO. Pra mim já deu, continuo a ler Batman pela força do ódio, só pra não pular fora no final (ainda bem que tá acabando). Prepotência define esse cara, pqp

Responder
IDRIS ELBA RAMALHO 31 de maio de 2019 - 13:07

Aaaah não, larguei desde aquela guerra lá entre o Coringa e o Charada.
Acho que o king é meio que um Brian K. Vaughan que deu errado kkkk.

Responder
O Homem do QI200 30 de maio de 2019 - 12:03

Melhor anti-crítica do mundo, em um texto vc me fez tirar algum proveito dessa maldita HQ. Ri demais kkkkkkkkk

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:30

Se eu tivesse que escrever algo realmente sério sobre essa revista eu enlouqueceria!

Responder
Nara Toledo 30 de maio de 2019 - 11:44

Hahaha, a melhor parte de “Heróis em Crise” é vir aqui ler a crítica! !!!!!!
Qual o verdadeiro problema dessa série?
R: o desperdício do nosso tempo!
Nem precisará alocar a história em outra Terra, nos sabemos que tudo vai mudar depois do término de “DOOMSDAY CLOCK” , vai mudar porque vai mudar, porque é assim que a DC faz!
Toda a confusão, “as voltas dos que não foram” …
Se não vejamos:
Destruiram a MulherGato! Os Novos 52 foram uma tragédia para a personagem! Aí , Tom King pensou – “da pra piorar” e escreveu Batman 50! Eu não sou muito fã do Superman, mas é absurdo o que fizeram com ele primeiro nos Novos 52 e agora no Rebirth! Como assim o maior herói do mundo (embora eu não ache, mas é como a editora gosta de dizer e muitos fãs curtem) se retira por anos (!) do combate ao crime pra casar e ter filhos?!? Gente, teve até guerra contra Darkseid, o Batman morreu (só que não) e o herói supremo , símbolo da esperança, curtindo a vida doméstica no interior do kansas???? Dá pra engolir isso? Claro que não. .. Então, lá vamos nós para mais um reboot!
(vc sabe que tá ruim quando se espalham comentários de que a revista do Aquaman é o maior acerto do Rebirth – do DCU tbm! PQP!!!!!!)
Por favor AT&T, agora que vcs controlam a Time Warner e por tabela a DC, façam isso direito!
Ninguém aguenta mais tanta inresponsabilidade com os personagens, manda esse povo do marketing embora, coloquem na DC possoas que compreendam, de fato, qual é o patrimônio da editora e o valorizem!
(Mais um a parte: véio, os caras conseguiram ferrar com GOT! !!! – sim a HBO tbm faz parte do grupo…)
Voltando para Heróis em Crise, Tom King não é “desmiolado” e sim um prostituto da própria arte! É isso que embrulha o estômago, o cara tem capacidade de escrever, consegue (quando quer) usar perspectivas menos comuns, o que é interessante. .. Mas, simplesmente se vende
sem, escrúpulo algum, aos interesses do grupo que gerencia a DC! Vai largar a edição principal do Batman, para escrever para a Tv e Cinema… (roteirisar o filme dos Novos Deuses) então desapegou e jogou fora qualquer possibilidade dessa série – HC – ter algum mérito… O que vale é agradar o chefe (outro grande babaca), em fim, um sujeito que humilha sua arte por dinheiro! Um lixo!!!
Didio é outro lixo, que tem uma visão completamente equivocada sobre a editora, seu potencial e a forma de conduzir o negócio! !!! 😣😨😠😞😛😖😦😢

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 17:41

Desabafo e críticas maravilhosos, tô aplaudindo de pé aqui. E você tocou em pontos que também me fazem questionar ao máximo como as coisas estão andando na DC ultimamente. Eu venho diminuindo bastante o número de títulos de super-heróis que leio ao longo dos anos e nem é por conte de ressaca de HQs de super-heróis (isso é mais pontual e temporário). É porque fica essa palhaçada de inventar coisas ÉPICAS quando na verdade tão fazendo merda. Poucos são os títulos que mantém com respeito ao personagem e algo que dá gosto de a gente ir lá e quinzenalmente ou mensalmente ler uma nova edição. Que tristeza…

Responder
Nara Toledo 30 de maio de 2019 - 18:53

é isso Luiz… e é uma pena porque a DC desperdiça 2 vibes preciosas – primeiro o prestígio crescente da 9° arte, claro que Muito por contribuição dos mangás e graphic Novels, mas poderia ser aproveitado pelas editoras para consagrar os títulos do mainstream… No entanto, tudo o que vemos é uma terrível sucessão de clichés!
Nem o melhor momento comercial de todos para super heróis freiou o ímpeto implosivo da DC!!!!!!
Eu sou fã do velho morcego, acho Batman o mais versátil personagem Pop já criado, por isso ele sobrevive, apesar de tanta merda!!!!
E até a conclusão de DOOMSDAY CLOCK ainda tem praticamente 1 ano… Se depois as coisas vão melhorar, é uma esperança cada vez mais fraca😢😢😢😢

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 21:57

Pois é, fica essa esperança de que pelo menos o Manhattan apague isso da DC. Porque olha… que porcaria…

Responder
ABC 30 de maio de 2019 - 11:14

A vila enevoada fica no subterrâneo da personalidade dominante do multi-crítico do PC?

Saudações.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:30

ATENÇÃO PERSONALIDADES, FOMOS DESCOBERTOS!!!

INICIAR PROTOCOLO DE MUDANÇA IMEDIATAMENTE!!!!

Responder
planocritico 30 de maio de 2019 - 12:53

PRIMEIRA MEDIDA: DELETAR A PERSONALIDADE RECESSIVA E INÚTIL @luizsantiago:disqus !

Abs,
Ritter, o Dominante.

Responder
Igor Camilo 30 de maio de 2019 - 10:47

Que texto maravilhoso HUAEHUAEUEAH ainda bem que já abandonei essa bomba nas primeiras edições

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:30

Oh, meu consagrado, você fez uma sábia escolha em não perder mais tempo depois da 2ª edição com esse negócio…

Responder
Leonardo Sette Pinheiro 30 de maio de 2019 - 10:45

Li a critica só pq meu critico arrombado favorito escreveu =).

Mas voce merece … ainda tem débitos morais a serem resolvidos aka My little pony.

cheers =)

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:30

@leonardosettepinheiro:disqus eu tô vendo que serei assombrado até o fim dos tempos por causa desses pôneis malditos!!!! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Responder
Leonardo Sette Pinheiro 30 de maio de 2019 - 12:31

era uma promessa… agora é um Karma…. https://media2.giphy.com/media/kMxknXFU9P8d2/giphy.gif

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 17:20 Responder
GENIO PLAYBOY E SAFADÃO VOLTOU 31 de maio de 2019 - 16:31

Até esqueci dessa história da critica de MLP do Luiz Santigado….

Desista @lui@luizsantiago:disqus … Essa critica… é inevitável.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 31 de maio de 2019 - 16:31

Ó Deus, o que eu fiz para merecer isso????

ah, lembrei

Responder
lambo 30 de maio de 2019 - 10:21

fiquei com medo da noticia que o tom king será roterista do filme dos novos deuses, resta saber qual terra será esse tom king. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:05

Jesus Cristo!!! Se for esse Tom King da Terra-🤪 a gente tá lascado!!!

Responder
Wing 30 de maio de 2019 - 10:21

Agora, falando de coisa boa, o que você acha do Senhor Milagre do Tonho? Acho a melhor coisa que ele escreve na DC, onde a desconstrução dele funcionou.

Responder
Luiz Santi🦎Zilla 30 de maio de 2019 - 12:30

Eu ainda não li, mas com certeza está na lista. Dele, como destaque de leituras boas, tenho em mente a excelente série do Visão (a declaração do Tornado Vermelho aqui me fez QUASE rir, se tudo não estivesse tão podre) e o Especial de Inverno 2018 do Monstro do Pântano, que é muito bom. Senhor Milagre vai entrar para a minha grade logo logo!

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:30

Eu ainda não li, mas com certeza está na lista. Dele, como destaque de leituras boas, tenho em mente a excelente série do Visão (a declaração do Tornado Vermelho aqui me fez QUASE rir, se tudo não estivesse tão podre) e o Especial de Inverno 2018 do Monstro do Pântano, que é muito bom. Senhor Milagre vai entrar para a minha grade logo logo!

Responder
Wing 30 de maio de 2019 - 10:21

Dropei Heróis em Crise na segunda edição, Toninho Rei só vinha me decepcionando, então me poupei a tortura, mas culpo mais o Dan DiDiota do que ele, isso tem o dedo podre dele que eu sei. Mas é engraçado né, enquanto em Doomsday Clock Wally West é colocado como o organismo vivo que reage contra o cinismo das alterações do Manhattan, HeC coloca ele que como um assassino em massa psicopata. Eu queria muito que o Johns virasse o chefe da divisão de quadrinhos, é muita desconsideração com a propriedade intelectual que tem em mãos.

Responder
Luiz Santi🦎Zilla 30 de maio de 2019 - 12:29

Sua última frase é uma baixa verdade. Bota desconsideração nisso. E por mais que a culpa aqui não possa nem por um momento ser retirada do Tom King, ele não é o único culpado não. DiDio com certeza veio cagando pra fazer isso aqui.

O que foi essa Batgirl aqui? E essa participação da Arlequina? E a “conclusão” desse negócio???? MEU DEUS!!! Que troço ruim da desgraça!

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:29

Sua última frase é uma baixa verdade. Bota desconsideração nisso. E por mais que a culpa aqui não possa nem por um momento ser retirada do Tom King, ele não é o único culpado não. DiDio com certeza veio cagando pra fazer isso aqui.

O que foi essa Batgirl aqui? E essa participação da Arlequina? E a “conclusão” desse negócio???? MEU DEUS!!! Que troço ruim da desgraça!

Responder
Camilo Lelis Ferreira da Silva 30 de maio de 2019 - 22:11

E Digo uma Coisa: O DiDio deve estar planejando em convencer a AT&T a retirar os Poderes de Geoff Johns, fazer um Novo Reboot para a DC, e desconsiderar o legado. Motivo? Fazer um “Novos 52” voltado a um possível revival nos cinemas (DC Films)…

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 23:25

DiDio é podre. Ele QUERIA fazer as cosias “diferentes”, “modificar o clássico” e foi a voz mais feroz, forte e desejosa dos Novos 52. Ok, algumas coisas foram muito boas nessa fase mas na boa: TODO MUNDO PASSARIA MUITO BEM SEM ISSO!!! Especialmente considerando o desarranjo posterior e mais uma dificuldade para entender COMO o Universo DC está funcionando.

Daí voltaram o povo tudo para onde deveria estar. Aí o cara começou a cagar de novo em tudo, pedindo novas desconstruções e fazendo isso aí, colocando tudo tão diferente do que realmente é, que não me espantaria um reboot justamente para outra Era de descaracterizações…

Pensa no ódio.

Responder
Dude Love 30 de maio de 2019 - 10:20

É isso. 9 edições pra aquele cara que voltou de maneira linda no Rebirth agora é um vilão, e tá preso numa cela com uma algema. E é isso.

Boa.

9 meses pra isso.

Ai, ai…

Foda.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:06

Foda. Desperdício do nosso tempo e destruição de um personagem que veio de um modo tão bacana como o Wally. Que desgraça…

Responder
Léon 30 de maio de 2019 - 09:58

Eu li “Everest fecal” e não parei mais de ri.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:05

AHUAHUAHAUHAUHAUHAUHUAHUHAUHAUHUAUAHUA

Responder
O Homem do QI200 30 de maio de 2019 - 12:03

Melhor anti-crítica do mundo, em um texto vc me fez tirar algum proveito dessa maldita HQ. Ri demais kkkkkkkkk

Responder
Ruqui 30 de maio de 2019 - 04:41

“É bom porque desconstrói personagens” é uma desculpa bem comum que tenho lido e ouvido da boca de fanboy de quase tudo pra defender execução visivelmente ruim, inclusive fãs de Tom King. Esse povo não pode aprender umas palavras novas que começam a subestimar a inteligência alheia.

Mal posso esperar para o Tonho desconstruir um dia a Mulher-Maravilha nos revelando que ela tem anseios genocidas causados pelo trauma ao se deparar com a civilização judaico cristã ocidental.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 06:07

Meu Deus, tomara que nunca entreguem Diana pra esse homem escrever… Não dá.

E sobre os fanboys impressionadíssimos com palavrinhas novas, já me deparei com vários deles. E é sempre assim: não conseguem mostrar a sustentação (no sentido de lógica interna mesmo, só para começar) no texto “que desconstrói personagens“, mas estão lá, repetindo, como papagaios, a tal frase de efeito.

É de lascar.

Responder
Léon 30 de maio de 2019 - 09:58

Agora fiquei pensando nessa ideia da Diana genocida. Seguindo a lógica Toninho Rei de escrever seria algo como:

Diana se depara com a civilização judaico-cristã ocidental, chokada, ela indaga:
“Pelo amor de Hera, o que é essa balbúrdia aqui?! Monoteísmo? Messias? Dez Mandamentos? Princesas lésbicas por terminarem sozinhas em castelos de areia… gelo?!!! VAMOS QUEIMAR ESSA POVO TODO E TRAZER A MORAL E OS BONS COSTUMES HELENÍSTICOS!”

E assim nasce um grande roteiro…

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:05

ISSO É UM PESADELO ALGUÉM ME TIRA DAQUI, SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Responder
Gabriel Carvalho 30 de maio de 2019 - 03:28

Eu do ri começo ao fim. Parabéns, Luiz.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 05:15

É nóis que voa, bruxão! ❤

Responder
David RoPin 30 de maio de 2019 - 02:24

O Wally deu uma de Daenerys ou o Tom King deu uma de D&D nem sei mais.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 02:38

HAUAHUAHUAHAUAHAUHAU taí: essa é a sensação!

Responder
Léon 30 de maio de 2019 - 10:20

Eu me fiz a mesma pergunta. É algo que apenas os grandes pensadores das gerações futuras poderão responder.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 12:06

Vamos esperar o comentário da Tonhete que vai vir dizer: DAQUI A 30 ANOS ISSO SERÁ UM CLÁSSICO!!!

Responder
planocritico 30 de maio de 2019 - 00:55

Fiz uma profunda análise de sua anti-crítica usando todas as minhas técnicas poirot-sherlockianas e concluí que você não gostou de Heróis em Crise…

Ou então não entendeu o que o Tomás Rei quis transmitir… HHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHHA

Abs,
Ritter.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 00:55

Você é o melhor detetive do mundo!!! AHAHAHHHAHHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHA

Responder
David RoPin 30 de maio de 2019 - 02:24

Ahahaha coitado do cara ter que fazer essas rewies.

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 02:24

Coitado de mim!!! AHAHHAHAHAHAHHAHAH

PELO MENOS essa última eu me dei o luxo de escrever uma Anti-Crítica, aí eu pude zuar à vontade…

Responder
David RoPin 30 de maio de 2019 - 02:24

Justo! Você merecia extravasar! Ahahaha

Responder
Luiz Santi🐂GADO 30 de maio de 2019 - 02:38

Orra! Depois do que fizeram com o Wally aqui?

MANO DO CÉU!!!!

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais